Fórum CANALBOTAFOGO - Tópico de discussão

 
Páginas:
Vini-S
  Esporte Interativo... furada?

Desde 02/2016 • 2 anos de CANAL
Porto Alegre/RS

Garrincha


Em 01/08/2016 às 18:33

Bom, muito se argumentou que, por diversos motivos, o Botafogo não tinha como se desvincular da Globo por conta de adiantamentos, garantias bancárias, etc.

Mas sempre me pareceu meio questionável se o EI teria estofo pra bancar toda essa concorrência. 

Tanto que só fechou com Santos e Inter dos grandes. Ou seja, talvez não fosse aquela maravilha que se pintou por aí - afinal, estariam os outros 9 grandes além do Botafogo errados?

Boato que rola em Porto Alegre é que o Inter já foi pedir penico à Globo no dia de hoje pra ajudá-lo a tentar rescindir o contrato com o Esporte Interativo. 

Não se sabe se foi só o arrependimento por possivelmente ficar 'isolado' ou se há dúvida sobre a capacidade do EI não ter condições de cumprir.

Muita gente do Inter já defendia que a assinatura foi precipitada e o contrato tem vários furos. 

 

Dr. Fogo

Desde 02/2016 • 2 anos de CANAL
Natal/RN

Infantil


Em 01/08/2016 às 19:59
 

Vini, mas ao que parece é especulação e, se for verdade, não vejo até aqui uma justificativa real pra esse "arrependimento" do inter. Que tipo de isolamento o inter tá sofrendo?



Foooooogo!

Vini-S

Desde 02/2016 • 2 anos de CANAL
Porto Alegre/RS

Garrincha


Em 01/08/2016 às 20:09
 

Isolamento pq se não for costurado um acordo entre as Tvs, so vai passar na TV a cabo Inter X Santos, Bahia, Atl PR.

É um boato meio forte. Claro que antes de definir, não se pode divulgar, até pq seria o reconhecimento de uma cagada.

pietrantonio

Desde 05/2012 • 6 anos de CANAL
Rio de janeiro/RJ

Garrincha


Em 01/08/2016 às 20:36
 

A pergunta que nao quer calar e ninguém, além de críticas baratas, responde;
que poder de barganha teria o Botafogo, todo endividado e sem dinheiro pro almoço, pra entrar nessa canoa?



Nao desejo receber mensagens por email. 

Obrigado 

ganja

Desde 01/2010 • 8 anos de CANAL
Campos/RJ

Garrincha


Em 01/08/2016 às 21:02
 

A verdadeira furada é a globo, sempre foi

pietrantonio

Desde 05/2012 • 6 anos de CANAL
Rio de janeiro/RJ

Garrincha


Em 02/08/2016 às 08:59
 

E qual seria a opção que não a Globo?



Nao desejo receber mensagens por email. 

Obrigado 

camisa_7

Desde 05/2016 • 2 anos de CANAL
AC

Garrincha


Em 02/08/2016 às 09:15
 

A pergunta que nao quer calar e ninguém, além de críticas baratas, responde;
que poder de barganha teria o Botafogo, todo endividado e sem dinheiro pro almoço, pra entrar nessa canoa? (2)

Rafaellopes

Desde 06/2011 • 7 anos de CANAL
Maceió/AL

Garrincha


Em 02/08/2016 às 09:53
 

É mais fácil a Globo pedir penico... ou será que ela vai querer transmitir jogo para Porto Alegre apenas de 15 em 15 dias?



Botapixaba

Desde 04/2009 • 9 anos de CANAL
Vitória/ES

Garrincha


Em 02/08/2016 às 10:14
 

A maior furada foi os clubes se separarem para negociar. Qualquer idiota sabe que uma negociação em grupo tem muito mais força !!



FOGÃO GRAVADO NO CORAÇÃO !!!!

Vini-S

Desde 02/2016 • 2 anos de CANAL
Porto Alegre/RS

Garrincha


Em 03/08/2016 às 14:54
 

É mais fácil a Globo pedir penico... ou será que ela vai querer transmitir jogo para Porto Alegre apenas de 15 em 15 dias?
...

Vai ter jogo do Gremio toda semana. E justamente pra não correr o risco de ficar sem todo o mercado, a aceitação da proposta do Inter só serviu pra aumentarem a proposta pro Gremio.

O Inter tinha assinado (sem ter passado pelo Conselho, foi canetaço do presidente) por 2 anos, com possibilidade de renovação de mais 4.

Esses 4 de renovação já desistiram. Tão agora tentando escapar dos 2 já assinados.

victor__bfr

Desde 01/2011 • 7 anos de CANAL
Rio de Janeiro/RJ

Garrincha


Em 03/08/2016 às 15:11
 

Dinheiro a Turner tem.

O que falta é influência e poder sobre o futebol brasileiro, que hoje é todo da Globo. CBF é a Globo disfarçada e é ai que ta a fraqueza da Turner.

Globo pode até ter algum prejuízo financeiro nessa, mas ela tem todo o poder de minar os clubes fora de campo e vai fazer isso até as últimas consequências, mesmo que seja maléfico pro futebol brasileiro.



 - Depois que inventaram o "tá foda", nunca mais ficou "tá bom".
 NERUDA, Pablo. 

fbasto

Desde o início • 12+ anos de CANAL
Cabo Frio/RJ

Garrincha


Em 03/08/2016 às 22:12
 

Uma pergunta: o Esporte Interativo é do grupo FOX ?



Fernando Basto

Cabo Frio - RJ

http://www.fbasto.com

 

 

victor__bfr

Desde 01/2011 • 7 anos de CANAL
Rio de Janeiro/RJ

Garrincha


Em 03/08/2016 às 22:43
 

Não Fernando.

Seguem os canais da Turner:

Canais
Canais americanas
Notícias

CNN (também em HD)
HLN
CNN Airport Network
CNN International
CNN en Español

Entretenimento

TBS (também em HD)
TNT (também em HD)
TCM
TruTV

Transmissão a Cabo

WPCH-TV (Operado pela Meredith Corporation e com Local Marketing Agreement)

Infanto-juvenis

Adult Swim
Boomerang
Cartoon Network (também em HD)
Cartoon Network Studios (Produções do Cartoon Network)

Sites

AdultSwim.com
CartoonNetwork.com
CNN.com
HLNtv.com
TBS.com
TCM.com
TNTDrama.com
truTV.com
TeamCoco.com
VeryFunnyAds.com
BleacherReport.com
NBA.com
PGA.com

Esportes

NBA TV (Operado pela Turner, em nome da National Basketball Association)
Esporte Interativo




 - Depois que inventaram o "tá foda", nunca mais ficou "tá bom".
 NERUDA, Pablo. 

instante

Desde 09/2015 • 3 anos de CANAL
SP

Nilton Santos


Em 04/08/2016 às 13:46
 

"Dinheiro a Turner tem.

O que falta é influência e poder sobre o futebol brasileiro, que hoje é todo da Globo. CBF é a Globo disfarçada e é ai que ta a fraqueza da Turner.

Globo pode até ter algum prejuízo financeiro nessa, mas ela tem todo o poder de minar os clubes fora de campo e vai fazer isso até as últimas consequências, mesmo que seja maléfico pro futebol brasileiro." (2)

Fabio Arruda

Desde 01/2010 • 8 anos de CANAL
Rio de Janeiro/RJ

Garrincha


Em 04/08/2016 às 15:10
 

O problema não é a falta de dinheiro do EI. O problema foi a falta de interesse e/ou cagaço que impossibilitaram mais clubes grandes fecharem com eles.

Se eles tivessem conseguido arregimentar todos os clubes grandes peteridos pela Globo (exceção de Mulambos e Gambás, já que São Paulo, Palmeiras e Vasco, quando passaram a não ganhar mais do que os outros dois beneficiados já começaram a reclamar) o cenário seria diferente: ou os clubes, finalmente, teriam um tratamento igualitário nas cotas, ou a Globo seria obrigada fazê-lo.

Eu sempre disse uma coisa aqui e prego no deserto:

"Acho um absurdo a TV determinar, por capricho dela, cotas maiores ou menores para os clubes, de acordo com, simplesmente, a sua vontade e simpatia. Sempre defendi a tese de que a TV compra o campeonato, que não é jogado apenas por dois clubes. Ela paga pelo DIREITO de transmitir os jogos. Ponto final.

A partir daí, ela poderia sim, escolher os jogos que quisesse passar. Seria um direito legítimo dela.

Agora, impor que Mulambos e Gambás recebam (muito) mais do que os outros, seguido de outros, que também recebem mais, desequilibra, propositalmente, a balança, permitindo que esses clubes formem times melhores, tenham mais possiblidades de conquistar títulos e, como consequência, formarem mais torcedores, podendo, dessa forma, ficar exigindo receber cada vez mais.

E tudo vira um ciclo vicioso.

Eu sempre disse que errado foi quem, da primeira vez, aceitou receber menos. Isso, além do prejuízo financeiro, que é óbvio, é humilhante e rebaixa o clube a uma posição inferior, sinalizando para torcedores mais jovens, que vão escolher ainda seus clubes de coração, que aquele clube é de menor expressão. Isso, evidentemente, vai influenciar na escolha e, no final, acaba levando TAMBÉM ao prejuízo da imagem, do valor da marca, completando o ciclo vicioso do qual mencionei.

Pra mim, já passou da hora de Botafogo, Fluminense, Atlético-MG, Cruzeiro, Inter, Grêmio e Santos se unirem e passarem, não a solicitar, mas a EXIGIR o fim do tratamento especial para uns e cotas iguais para todos.

São Paulo, Vasco e Palmeiras seriam muito bem vindos. O problema é que eles só passaram a se incomodar porque passaram a receber menos do que Mulambos e Gambás. Eles (os três) acreditam, realmente, que tem que receber igual aos dois beneficiados mas não aceitam receber igual aos demais grandes.

Eu acho que todos os outros citados, juntos, teriam força para exigir isso.

Eu duvido que a Globo ou qualquer outra emissora iria querer transmitir jogos de apenas dois ou cinco times o ano inteiro.

Fácil demais entender isso.

Vini-S

Desde 02/2016 • 2 anos de CANAL
Porto Alegre/RS

Garrincha


Em 04/08/2016 às 15:55
 

Pra mim, já passou da hora de Botafogo, Fluminense, Atlético-MG, Cruzeiro, Inter, Grêmio e Santos se unirem e passarem, não a solicitar, mas a EXIGIR o fim do tratamento especial para uns e cotas iguais para todos.

São Paulo, Vasco e Palmeiras seriam muito bem vindos. O problema é que eles só passaram a se incomodar porque passaram a receber menos do que Mulambos e Gambás. Eles (os três) acreditam, realmente, que tem que receber igual aos dois beneficiados mas não aceitam receber igual aos demais grandes.


.....


1 - Santos já tá em outro patamar. Escalão mais baixo dos 12 grandes é Bota, Flor, Gremio, Inter, Cruzeiro e Galo.

2 - Desculpa, mas isso é uma visão 'comunista' tua. Não existe cota igual pra todos em capitalismo. Se Bota e Flor tem que ganhar o mesmo que Flamengo e Corinthians, então Coritiba, Chapecoense e América Mineiro também tem que ganhar igual. Qual o critério pra excluir qualquer um dos 20 times que estão na série A do mesmo valor? O Resende e a Cabofriense também deveriam ganhar as mesmas cotas que o Botafogo ganha no Carioca?

Se eu sou presidente do Flamengo/Curintia/SP eu não vou me juntar pra Bot/Flu/Cruzeiro ganharem o mesmo que eu, de maneira nenhuma. Assim como presidente do Botafogo e Flu não me juntaria pro Tigres e Boavista receberem o mesmo que eu no Carioca.

3 - TV é negócio, acho justo e normal pagar mais pra quem traz mais audiência, simples assim. Pelo mesmo motivo pelo qual tu não paga o mesmo salário pro Antonio Fagundes e pra um ator iniciante da malhação. Pelo mesmo motivo que eu não pago o mesmo pro Jefferson e pro Helton Leite.

4 - O que tu pode discutir (e acho coerente) é diminuir a distância da diferença, isso sim (a liga inglesa tem uma metade fixa que é maior pro clubes com mais torcida e usa outros fatores como colocação no campeonato, audiência, jogos transmitidos, etc). Mas igualar os 12 (ou os 20) não faz o menor sentido e não funciona assim em nenhum lugar do mundo.

ganja

Desde 01/2010 • 8 anos de CANAL
Campos/RJ

Garrincha


Em 04/08/2016 às 16:53
 

Premier League tá falindo por causa disso, comunistas ingleses



Vini-S

Desde 02/2016 • 2 anos de CANAL
Porto Alegre/RS

Garrincha


Em 04/08/2016 às 17:37
 

Premier League tá falindo por causa disso, comunistas ingleses


...


Basta tu ler o meu post até o fim, onde inclusive eu cito a sistemática da Premier League. Que, aliás, não é divisão igualitária entre todos os clubes, só 50% do valor é dividido igualmente, outros 50% consideram colocação no cpto e audiência.




ganja

Desde 01/2010 • 8 anos de CANAL
Campos/RJ

Garrincha


Em 04/08/2016 às 18:17
 

Tá certo! Só achei curioso o uso do termo

Creio q a proposta do EI seja nesses moldes



Fabio Arruda

Desde 01/2010 • 8 anos de CANAL
Rio de Janeiro/RJ

Garrincha


Em 04/08/2016 às 18:29
 

Teve uma vez que alguém postou aqui os picos de audiência de alguns times em alguns jogos.

E ficou mais do que comprovado que a diferença de audiência é ínfima para justificar esse tratamento especial para qualquer um que seja.

Se Flamengo e Corinthians não aceitam receber igual, problema deles. Nós também não somos (ou não deveríramos ser) obrigados a aceitar menos. Se eles podem defender o interesse deles, devemos defender os nossos.

Então, eu tenho que aceitar ver os meus rivais ganhando cada vez mais, montando melhores times, ganhando mais títulos e formando mais torcida, para dizer que dão mais audiência e que, por isso, tem que continuar recebendo mais?

Dessa forma o abismo só vai aumentar e a gente tem que se conformar a vida interia a ser mero coadjuvantes?

Não me leve a mal, não. Mas não concordo, não. É duro ver até botafoguense defender isso aí.

E digo mais. Se continuar assim, o interesse pelo futebol vai diminuir cada vez mais e, quando eles perceberem que só torcedores de meia dúzia de beneficiados não vai sustentar o sistema, pode ser tarde demais.

E o Ganja colocou muito bem. A Liga Inglesa tem um molde de cotas igualitárias e é um sucessso.


mirandafac

Desde 08/2011 • 7 anos de CANAL
rio de janeiro/RJ

Nilton Santos


Em 13/12/2016 às 15:34
 

http://esportes.estadao.com.br/noticias/futebol,palmeiras-assina-contrato-com-o-esporte-interativo-ate-o-final-de-2014,10000094201
 

Palmeiras assina contrato com o Esporte Interativo até o final de 2024

As luvas pela assinatura do vínculo devem girar em torno de R$ 100 milhões

Estadão Conteúdo

13 Dezembro 2016 | 12h06

O Palmeiras anunciou nesta terça-feira que assinou contrato com Turner Brasil para que o canal Esporte Interativo transmita suas partidas do Campeonato Brasileiro na tevê por assinatura por seis anos. O acordo começa a valer no Brasileirão de 2019 e vale até a edição de 2024. Nas próximas duas temporadas, o Palmeiras, como todos os demais grandes clubes do País, segue com o SporTV.

"É uma parceria que une duas grandes instituições. Sabemos que a força da Turner pode contribuir substancialmente para tornar o nosso 'Alviverde' ainda mais forte. Da mesma forma, não tenho dúvidas de que o engajamento de nossa torcida multiplicará o investimento feito no clube", disse o presidente Paulo Nobre, que deixa o cargo na próxima quinta-feira, substituído pelo seu aliado Mauricio Galiotte.

 

Foto: JF Diorio/EstadãoPaulo Nobre descarta Alexandre Pato e Lucas Lima no Palmeiras

Assinar com a Turner foi uma das últimas ações de Paulo Nobre como presidente do Palmeiras

 

Em nota divulgada nesta terça, o Palmeiras revelou que, pelo acerto, a emissora "trabalhará na expansão da marca Palmeiras" organizando amistosos "contra grandes times estrangeiros" e incluindo o clube paulistas em torneios internacionais. As luvas pela assinatura devem girar em torno de R$ 100 milhões.

"A Turner é uma empresa sólida, que investe no Brasil há cerca de 30 anos e não está poupando esforços para que o Esporte Interativo possa contribuir com o esporte brasileiro. Temos ainda muitos passos para dar, mas os resultados até agora nos deixam felizes", avalia Leonardo Lenz Cesar, vice-presidente de esportes da Turner Brasil.

Em 2019 vence o atual contrato da Rede Globo com os clubes que disputam o Brasileirão. A emissora carioca negocia a renovação de um pacote que inclui tevê aberta, tevê fechada, pay per view, exploração internacional, telefonia móvel e internet. A Turner entrou na disputa oferecendo adquirir apenas os direitos sobre a tevê fechada.

Por enquanto, o Esporte Interativo acertou com apenas três dos 12 maiores clubes do País: Inter, Palmeiras e Santos. Também fechou com Atlético-PR, Coritiba, Bahia, Paysandu, Figueirense, Ponte Preta e Ceará. O SporTV, entretanto, já teria garantido Corinthians, Vasco, Botafogo, Vitória, Sport, Cruzeiro, Atlético-MG e Fluminense.

MAIS CONTEÚDO SOBRE: 


victor__bfr

Desde 01/2011 • 7 anos de CANAL
Rio de Janeiro/RJ

Garrincha


Em 13/12/2016 às 15:40
 

Desde hoje pela manhã eles estão postando muito material sobre esses contratos, acho que esse ano vão entrar firme novamente.

Fizeram até um post provocando, falando que não é Arena sei lá o que, é Allianz Arena, que lá eles falam nome do parceiro sem mimimi.



 - Depois que inventaram o "tá foda", nunca mais ficou "tá bom".
 NERUDA, Pablo. 

Vini-S

Desde 02/2016 • 2 anos de CANAL
Porto Alegre/RS

Garrincha


Em 13/12/2016 às 16:20
 

Inter tava tentando vazar.

Parece que fechou só dois anos, 2019 e 2020, e os seguintes já acertou a volta pro Sportv, de 2021 a 2024.

http://zh.clicrbs.com.br/rs/esportes/inter/noticia/2016/10/inter-fecha-com-a-globo-os-direitos-de-transmissao-de-2021-a-2024-7679723.html



Vini-S

Desde 02/2016 • 2 anos de CANAL
Porto Alegre/RS

Garrincha


Em 13/12/2016 às 16:23
 

Enfim, o Palmeiras é hoje o time mais superavitário do pais e menos dependente de grana de TV.

Mais de 200 milhões do bolso do presidente, Arena nova com arrecadação absurda, mais de 100 mil sócios, não sei qtos milhões só da venda do Gabriel Jesus, maior patrocinio de camisa do pais....

Se tem alguém que pode abrir mão de qq adiantamento da Globo, esse alguém é o Palmeiras.

mvo

Desde o início • 12+ anos de CANAL
Vitória/ES

Garrincha


Em 13/12/2016 às 18:52
 

Além de tudo, tem que ser macho para enfrentar a globo. O que não poderia era se curvar facilmente como já vem acontecendo em todas as diretorias presente e passadas.

È um tanto quanto desalentador ser mandado pela rede flamenguista bobo

Mdias

Desde 10/2009 • 9 anos de CANAL
Mim Acher/RJ

Garrincha


Em 13/12/2016 às 19:26
 


O último presente de Paulo Nobre ao Palmeiras. R$ 100 milhões de luvas. E o direito da dona do naming rights da arena, a Allianz, ser divulgada em cada transmissão do Esporte Interativo. Conseguiu o que o Corinthians tanto pediu à Globo. Nobre parte como um dos melhores presidentes da história palmeirense…

Alto Contraste-A+A

129 O último presente de Paulo Nobre ao Palmeiras. R$ 100 milhões de luvas. E o direito da dona do naming rights da arena, a Allianz, ser divulgada em cada transmissão do Esporte Interativo. Conseguiu o que o Corinthians tanto pediu à Globo. Nobre parte como um dos melhores presidentes da história palmeirense...
É o presente de despedida de Paulo Nobre. O bilionário presidente além de ter emprestado mais de R$ 200 milhões ao Palmeiras, ter garantido a formação do elenco campeão da Copa do Brasil e Brasileiro, a espera pela utilização da moderna e lucrativa arena, ele precisava mais. Orgulhoso, vaidoso, nunca se conformou com o tratamento diferenciado que a Globo reservava ao Corinthians, Flamengo e São Paulo.

Não aceitava ver o Palmeiras receber menos que o trio. E ter seus jogos na tevê aberta serem menos mostrados que os dos rivais paulistas. Sabia que, graças à terrível época do jejum de 18 anos sem títulos, o clube ganhou um terrível apelido de executivos globais. "Derrubador de Ibope." A pecha ficou. E a desvalorização, também.

Presidentes não tiveram coragem de enfrentar a Globo. Se submetiam ao menor pagamento. O tempo passou. E a situação perdurara até com Paulo Nobre. Foi quando surgir o Esporte Interativo com o dinheiro da bilionária Turner. O mercado brasileiro foi considerado atraente. Vários clubes estavam negligenciados pela Globo, principalmente na tevê a cabo, tratado como um subproduto.

A Globo dividia R$ 60 milhões com os clubes da Série A para mostrar seus jogos pelo Sportv. A Turner ofereceu dez vezes mais. R$ 600 milhões para serem divididos proporcionalmente. Por exemplo, se dez clubes da série A fechassem, seriam divididos R$ 300 milhões. Só que aos gigantes, às maiores equipes do Brasil estavam reservadas luvas especiais.

Os clubes foram cedendo ao dinheiro. E também vários dirigentes estavam cansados da 'espanholização' da Globo, protegendo Flamengo e Corinthians, como a tevê espanhola dava a Real Madrid e Barcelona. Em 2015 foi necessária a intervenção do governo para que as cotas no país ibérico passassem a ser divididas como na Inglaterra. A Premier League divide 50% igualmente entre todos os clubes. 25% são reservados aos times vencedores da temporada passada. E 25% ela paga aos clubes que dão maior audiência.

Na Espanha, Real Madrid e Barcelona, acostumados a ganhar até sete vezes mais que os rivais, continuam recebendo mais. Só que, no máximo, três vezes. O que reequilibra as forças. Até mesmo os dirigentes de Madrid e da Catalunha admitiram ser mais justo.

315 O último presente de Paulo Nobre ao Palmeiras. R$ 100 milhões de luvas. E o direito da dona do naming rights da arena, a Allianz, ser divulgada em cada transmissão do Esporte Interativo. Conseguiu o que o Corinthians tanto pediu à Globo. Nobre parte como um dos melhores presidentes da história palmeirense...

A revolução europeia chegou por aqui. A sede por justiça, e os bilhões da Turner, são os responsáveis pela Insurreição. A dona do monopólio do futebol no país não dava mais tanto medo.

Atlético Paranaense, Coritiba, Internacional, Ponte Preta, Santos, Bahia, Ceará, Sampaio Corrêa, Criciúma, Joinville, Paysandu, Paraná, Fortaleza assinaram com o Esporte Interativo. Seus jogos pela tevê a cabo entre 2019 e 2024 deixam de ser propriedade da Globo, do Sportv. As transmissões pela tevê aberta e pay-per-view seguem apenas da Globo.

A quebra do monopólio e o convencimento que não haveria represália na tevê aberta foram méritos do ex-presidente do Esporte Interativo no Brasil, Edgar Diniz. Mas os norte-americanos não gostaram da parte do bolo que a emissora conseguiu tomar da Globo. Não quiseram saber se cada clube foi uma conquista dificílima. Calculistas, eles viram que os gastos seriam altíssimos com o país em recessão. E que não havia sequer uma equipe entre as cinco mais populares do país. E Edgar foi afastado.

A Globo usou toda a sua influência e segurou Corinthians, São Paulo, Flamengo, Fluminense, Vasco, Botafogo, Cruzeiro, Atlético Mineiro, América Mineiro, Figueirense, Grêmio, Sport, Vitória, Chapecoense, Avaí, Náutico, Goiás, Londrina e Santa Cruz. Prometeu mais visibilidade, projetos especiais. E teve de aumentar, e muito, o dinheiro distribuído.

Só que faltava o Palmeiras. Conselheiros e torcedores pressionavam Paulo Nobre. Diziam que havia chegado a hora de dar o troco. Agora, com o clube poderoso de novo, campeão da Copa do Brasil, com a arena constantemente lotada, não havia porque seguir 'de joelhos' para a Globo. O caminho seria o Esporte Interativo e esquecer o Sportv.

Mas Nobre é um empresário astuto. Sabia que a Globo poderia sim reservar uma represália na tevê aberta. E esconder o Palmeiras e seus patrocinadores de milhões de consumidores. Ele decidiu fazer um leilão frio, calculista.

419 O último presente de Paulo Nobre ao Palmeiras. R$ 100 milhões de luvas. E o direito da dona do naming rights da arena, a Allianz, ser divulgada em cada transmissão do Esporte Interativo. Conseguiu o que o Corinthians tanto pediu à Globo. Nobre parte como um dos melhores presidentes da história palmeirense...

E usar a arma mais dolorida, que nem Andrés Sanchez conseguiu usar. Por mais que fosse amigo íntimo de Marcelo Campos Pinto, o ex-executivo da emissora, e peça fundamental na implosão do Clube dos 13, ele não obteve o que tanto sonhou. A garantia que a emissora, mesmo no canal a cabo, autorizasse a divulgação do nome da empresa que comprasse os naming rights do estádio. Foram anos implorando. Enquanto Marcelo Campos fracassava, a alcunha Itaquerão batizava extraoficialmente o nome da arena. Sabotando o sonho de o Corinthians ganhar R$ 400 milhões por 20 anos, apenas pelo batismo.

Pois Paulo Nobre expôs o que desejava aos executivos globais. R$ 100 milhões de luvas. E mais o nome Allianz Parque citado nos jogos pelo Sportv. Corajoso, foi além. Queria os logotipos dos patrocinadores expostos em locais privilegiados da transmissão. As partidas do Palmeiras seriam transmitidas dentro do estádio e também em plataformas digitais do clube.

A Globo sabota vários esportes brasileiros, como vôlei e basquete. A emissora compra o direito de transmissão, mas se recusa a permitir que, nas transmissões, os nomes das equipes sejam ditas em voz alta. Isso, quando elas são de empresas privadas. Os nomes são alterados sem constrangimento. Viram "São Paulo", "Rio de Janeiro", "Minas Gerais". Essa postura desestimula o investimento no esporte amador. Até a escuderia de Fórmula 1, Red Bull, é tratada por RB. Uma vergonha.

Lógico que a emissora não cedeu às exigências de Paulo Nobre.

O medo era o efeito cascata, todos os clubes iriam exigir o mesmo privilégio.

Nobre conseguiu tudo o que queria do Esporte Interativo.

E a Turner conseguiu o campeão do Brasil entre 2019 e 2014.

O Palmeiras tem mais R$ 100 milhões de luvas.

510 O último presente de Paulo Nobre ao Palmeiras. R$ 100 milhões de luvas. E o direito da dona do naming rights da arena, a Allianz, ser divulgada em cada transmissão do Esporte Interativo. Conseguiu o que o Corinthians tanto pediu à Globo. Nobre parte como um dos melhores presidentes da história palmeirense...

E sua parte proporcional na divisão da cota de R$ 600 milhões.

A legislação brasileira impede que uma tevê mostre a imagem de um clube com contrato com outra emissora. Teoricamente, ninguém assistiria Palmeiras e Corinthians a cabo. Mas como o monopólio rachou, a própria Globo vai encabeçar um acordo com o Esporte Interativo. E propor que briguem pela mudança na legislação. O governo deve colaborar.

Quando duas equipes com contratos com emissoras diferentes se enfrentarem, a que tiver o mando terá o direito de transmissão. Será a melhor decisão salomônica. Mas ainda há tempo. Pelo menos dois anos até lá.

Só que o presente final de Paulo Nobre ao Palmeiras foi ótimo.

R$ 100 milhões, mais cota e outros benefícios.

O principal, a divulgação do nome do seu estádio.

A valorização de quem pagou pelos seus naming rights.

Vitória verde inclusive diante do maior rival, o Corinthians.

Paulo Nobre pode entregar o cargo tranquilo.

Usou e abusou do seu poder econômico.

Mas o resultado foi excelente.

Sua missão está cumprida.

Foi um dos maiores presidentes da Sociedade Esportiva Palmeiras...
69 O último presente de Paulo Nobre ao Palmeiras. R$ 100 milhões de luvas. E o direito da dona do naming rights da arena, a Allianz, ser divulgada em cada transmissão do Esporte Interativo. Conseguiu o que o Corinthians tanto pediu à Globo. Nobre parte como um dos melhores presidentes da história palmeirense...

http://r7.com/l2RT





4.2) Não é permitido (através de escrita ou de imagens):

 

   - Criar clones/"fakes" mesmo que o intuito não seja o de tumultuar. A detecção de clones implicará no banimento de todos os usuários relacionados por tempo indeterminado.

       - Provocar, xingar, ofender ou difamar outros usuários ou pessoas relacionadas a esses (família, amigos etc.)

 

Fabio Arruda

Desde 01/2010 • 8 anos de CANAL
Rio de Janeiro/RJ

Garrincha


Em 13/12/2016 às 22:37
 

Furada maior é aceitar ser humilhado e receber 3x menos do que os rivais todo ano.

LeoSeabra

Desde 01/2015 • 3 anos de CANAL
Rio de Janeiro/RJ

Nilton Santos


Em 14/12/2016 às 00:32
 

Furada maior é aceitar ser humilhado e receber 3x menos do que os rivais todo ano. (2)

Exatamente, Fabio.

E ainda tem o bônus, adiantamento de cotas pra ferrar os próximos anos.

mirandafac

Desde 08/2011 • 7 anos de CANAL
rio de janeiro/RJ

Nilton Santos


Em 09/08/2018 às 11:55
 

POSICIONAMENTO OFICIAL DO ESPORTE INTERATIVO

Nós do Esporte Interativo/Turner, agora uma afiliada AT&T, anunciamos hoje que estamos migrando a nossa programação de TV com o futebol nacional e internacional para as marcas TNT e Space. A Turner continua comprometida com a Liga dos Campeões da UEFA pelas próximas três temporadas, iniciando as transmissões a partir deste mês. Além disso, a partir do ano que vem, começaremos a transmitir a série A do Campeonato Brasileiro até 2024.

Os canais do Esporte Interativo na TV serão desativados nos próximos 40 dias e deixaremos de transmitir competições que nos orgulhamos muito durante os últimos anos. Entretanto, as nossas atividades no mundo digital seguem firmes, e continuaremos levando a emoção que o Brasil merece pra vocês através do nosso Facebook, Instagram, Youtube, Twitter, EI Plus e qualquer outra plataforma digital em que os apaixonados por esporte estejam presentes.

Não dá pra negar que estamos tristes com o fim dos canais Esporte Interativo na TV, mas ao mesmo tempo estamos ansiosos e animados com o futuro, em que estaremos todos os dias na TNT e Space, com as mesmas narrações, comentários e brincadeiras que nos acostumamos a ouvir nos últimos 11 anos. E claro, seguiremos juntos, diariamente, com a nossa família de mais de 20 milhões de fãs nas redes sociais. Muito obrigado pelo apoio de sempre. Contamos com vocês nessa nova caminhada. Tamo junto!<3



mirandafac

Desde 08/2011 • 7 anos de CANAL
rio de janeiro/RJ

Nilton Santos


Em 09/08/2018 às 12:32
 

 

Canais do Esporte Interativo deixam de existir em todas as programações de TV

Programação esportiva do EI será desativada e transmissões serão feitas no Space e TNT

 

Canais do Esporte Interativo deixam de existir na TVCanais do Esporte Interativo deixam de existir na TV Foto: Divulgação

RELACIONADAS

A quinta-feira é um dia triste para os fãs dos canais Esporte Interativo. A programação esportiva do EI será desativada em todas as operados de televisão do Brasil nos próximos 40 dias. Agora, as transmissões serão feitas no Space e TNT.

O grupo seguirá com a marca nas redes sociais e a transmissão da Liga dos Campeões deve acontecer pelo facebook. Em nota oficial, o Esporte Interativo afirmou que o grupo Turner, que está investindo na programação esportiva, vai seguir com os compromissos firmados pelo canal de transmitir a Liga dos Campeões pelas próximas três temporadas e o Campeonato Brasileiro a partir de 2019.

Atualmente o canal tem contrato com o Santos, Palmeiras, Internacional, Paraná Clube, Atlético PR, Bahia e Ceará, todos na elite do Campeonato Brasileiro deste ano. O grupo ainda tem vínculo com o Coritiba, Criciúma, Figueirense, Fortaleza, Paysandu e Ponte Preta, clubes da segunda divisão.

Confira o posicionamento oficial do Esporte Interativo:

Nós do Esporte Interativo/Turner, agora uma afiliada AT&T, anunciamos hoje que estamos migrando a nossa programação de TV com o futebol nacional e internacional para as marcas TNT e Space. A Turner continua comprometida com a Liga dos Campeões da UEFA pelas próximas três temporadas, iniciando as transmissões a partir deste mês. Além disso, a partir do ano que vem, começaremos a transmitir a série A do Campeonato Brasileiro até 2024.

Os canais do Esporte Interativo na TV serão desativados nos próximos 40 dias e deixaremos de transmitir competições que nos orgulhamos muito durante os últimos anos. Entretanto, as nossas atividades no mundo digital seguem firmes, e continuaremos levando a emoção que o Brasil merece pra vocês através do nosso Facebook, Instagram, Youtube, Twitter, EI Plus e qualquer outra plataforma digital em que os apaixonados por esporte estejam presentes.

Não dá pra negar que estamos tristes com o fim dos canais Esporte Interativo na TV, mas ao mesmo tempo estamos ansiosos e animados com o futuro, em que estaremos todos os dias na TNT e Space, com as mesmas narrações, comentários e brincadeiras que nos acostumamos a ouvir nos últimos 11 anos. E claro, seguiremos juntos, diariamente, com a nossa família de mais de 20 milhões de fãs nas redes sociais. Muito obrigado pelo apoio de sempre. Contamos com vocês nessa nova caminhada. Tamo junto!



mirandafac

Desde 08/2011 • 7 anos de CANAL
rio de janeiro/RJ

Nilton Santos


Em 09/08/2018 às 12:38
 

Esporte Interativo deixa TV e terá Brasileiro e Champions em canais da Turner

Grupo Turner, dono do EI, migrará parte da programação para TNT e Space

9.ago.2018 às 12h23
SÃO PAULO

O Esportivo Interativo anunciou nesta quinta-feira (9) o fechamento de seus canais no Brasil, encerrando sua participação na TV por assinatura brasileira.

Segundo comunicado do grupo, parte da programação será migrada para os canais TNT e Space, que fazem parte do Grupo Turner, dono da emissora esportiva. Este procedimento já era utilizado com jogos da Liga dos Campeões. 

Palmeiras foi um dos clubes que fechou acorde de transmissão para TV fechada com o Esporte InterativoPalmeiras foi um dos clubes que fechou acorde de transmissão para TV fechada com o Esporte Interativo - Luis Moura/WPP/Folhapress

O canal seguirá produzindo conteúdo e atualizando seus perfis nas redes sociais.

A respeito dos torneios os quais tem direitos de transmissão, o Esporte Interativo diz que seguirá com seus compromissos em relação à transmissão da Liga dos Campeões pelos próximos três anos e do Campeonato Brasileiro a partir de 2019.

Sete clubes que disputam a Série A do Brasileiro em 2018 fecharam acordo de transmissão com o canal na TV fechada para a próxima temporada: Atlético-PR, Bahia, Ceará, Inter, Palmeiras, Paraná e Santos.

 


mirandafac

Desde 08/2011 • 7 anos de CANAL
rio de janeiro/RJ

Nilton Santos


Em 09/08/2018 às 12:46
 



vini-s

Desde 02/2016 • 2 anos de CANAL
Porto Alegre/RS

Garrincha


Em 09/08/2018 às 13:55
 

Muito oportuno, hein, Miranda....

É isso aí mesmo, se fosse julgar pelo tópico, tinha vários que teriam deixado o clube em maior pindaíba ainda.

Não dá pra administrar clube na emoção, na base do "qualquer um menos a Globo", na base da receita mágica "só ir pro EI e tamos salvos".

E nem se trata de defesa da direitoria, pq se o EI tivesse oferecido adiantamento, talvez tivessem mordido a isca.

IN_FIRE

Desde 05/2011 • 7 anos de CANAL
Hell de Janeiro/RJ

Garrincha


Em 09/08/2018 às 14:18
 

Globo matando mais um.



BOTAFOGO, BOTAFOGO,

UNIÃO:

NO PASSADO, NO FUTURO,

A CADA GERAÇÃO

BUSCA A JUSTIÇA EM CADA JOGO,

BOTAFOGO, TERÁS DE ENSINAR

QUE PARA VERMOS, A TUA ESTRELA BRILHAR

SERÁ PRECISO, CONTRA TODOS LUTAR

A BATALHA, ÁRDUA SERÁ,

MAS COM O NOSSO APOIO

HÁS DE SEMPRE CONTAR

 

 

  E O SEU “G” DE GLORIOSO É O QUE ASSENTE

QUE DE TODOS OS OUTROS FAZ-SE PRESENTE:

DIGNIDADE, A FIBRA DA TUA LUZ

QUE A SUA CHAMA PULVERIZE OS URUBUS

Marechal Severiano

Desde 09/2008 • 10 anos de CANAL
Rio de Janeiro/RJ

Garrincha


Em 09/08/2018 às 16:12
 

Tirando o Mauro Beting, os profissionais são péssimos. Os dois locutores que transmitem a Champions são dois histéricos.

Tuxo

Desde 03/2015 • 3 anos de CANAL
Belo Horizonte/MG

Profissional


Em 09/08/2018 às 16:27
 

Vou concordar com alguns amigos... Burrice foi ter se separado pra negociar... 

Negocio que  a maioria dos clubes deveria ter sentado e falado: "Porra, pagam muito mais pra Flamengo e Corinthians, bora botar o pau na mesa"

Só que os que ganham pouco a menos, nao querem abrir mao da parte que tem tb. Ficam achando melhor ganhar mais que os outros, mesmo que seja menos que dois ou tres.

Era pra globo ficar na mão dos clubes, não o contrario, afinal de contas, eles são o produto, o cliente é o torcedor. Ou seja, é o intermediario lucrando mais que todo mundo.

 Acredito que EI seria furada, como esta se desenhando. Eles se mostraram como uma alternativa, não deu certo e afundou.  



Rafaellopes

Desde 06/2011 • 7 anos de CANAL
Maceió/AL

Garrincha


Em 10/08/2018 às 08:53
 

Vini, continuo aguardando.

O ponto é o número de jogos transmitidos? Qual seria a distância?

 Pq grana receberíamos mais da Turner. 



mirandafac

Desde 08/2011 • 7 anos de CANAL
rio de janeiro/RJ

Nilton Santos


Em 10/08/2018 às 12:27
 

Surpresos, clubes pensam em ir à Justiça contra o Esporte Interativo

Sete clubes da Série A tinham acordo com o canal

more_horiz

Sete clubes da Série A do Campeonato Brasileiro ganharam um novo problema nesta quinta-feira, com o encerramento do canal fr TV Esporte Interativo, com o qual haviam fechado acordo para transmissão dos jogos do torneio em TV fechada entre 2019 e 2024. Agora, os departamentos jurídicos das equipes começarão a analisar a situação – alguns falam até em conseguir brechas para romper contratos sem pagar multas rescisórias.

Os times da Série A afetados pelo fim do canal são Atlético-PR, Bahia, Ceará, Internacional, Palmeiras, Paraná e Santos. Todos haviam começado em 2016 o contato com o Esporte Interativo e não foram avisados previamente do encerramento das atividades. A informação foi divulgada nesta quinta nas redes sociais da empresa, controlada pela Turner, empresa americana de mídia.

Bahia e Santos falam em romper o contrato, pois já estavam descontentes com algumas condições. Os demais avaliam o momento e pensam em levar o questionamento sobre os contratos até a Câmara de Arbitragem, na Fundação Getúlio Vargas. “Se forem confirmadas as informações que temos, somadas aos problemas já identificados no contrato, o Bahia vai buscar a rescisão via arbitragem, tudo isso com as respectivas indenizações, para proteger o patrimônio e a imagem do clube”, disse o presidente do Bahia, Guilherme Bellintani.

A decisão do canal de encerrar as operações vai fazer com que os jogos dessas equipes como mandantes no Brasileiro, assim como os da Liga dos Campeões transmitidos pelo Esporte Interativo, sejam transferidos para os canais TNT e Space, ambos do Grupo Turner. 


emilio

Desde 11/2009 • 9 anos de CANAL
Belo Horizonte/MG

Garrincha


Em 10/08/2018 às 12:32
 

Um pouco de racionalidade e abandono de paixão e ódio pela Globo indicava que essa uma viagem em canoa furada. Jamais ia chegar a destino algum.

O abandono de racionalidade gera bobagens do tipo Botafogo x porta dos fundos. Fadado a pagar mico.

vini-s

Desde 02/2016 • 2 anos de CANAL
Porto Alegre/RS

Garrincha


Em 10/08/2018 às 14:00
 

Pq grana receberíamos mais da Turner.


....

Que grana que receberíamos? O canal fechou, a Turner foi vendida pra AT T, quem assinou já tava arrependido antes e agora tá apavorado - até ganham na justiça, mas sabe-se lá quando, e podem ter parcela importante da receita dos 2 próximos anos comprometida (dinheiro esse que nós, p ex, já estamos usando HOJE no desespero).

Vão socar programação de 3 canais em 2, tendo que dividir espaço com filme. Fora que o pouco de espaço de esporte, os clubes ainda vão ter que dividir com NBA e Champions, no meio de reprises do Homem Aranha e Avatar.

Enfim, a matéria que eu ia postar é essa aí que o Miranda já colocou.

Esses clubes aí vão ter que acabar voltando de joelhos pra Sportv - e adivinha como vai ficar a negociação.

Rafaellopes

Desde 06/2011 • 7 anos de CANAL
Maceió/AL

Garrincha


Em 10/08/2018 às 19:20
 

O valor oferecido pela Turner era maior sim. E a divisão era mais justa, com 50% divididos igualmente.


O argumento valido é do número de jogos transmitidos e audiência. Mas será que isso reverte o jogo?

O que ganhamos em exposição no Sportv não tem convertido em patrocínios mesmo.




vini-s

Desde 02/2016 • 2 anos de CANAL
Porto Alegre/RS

Garrincha


Em 10/08/2018 às 19:30
 

Qq adianta oferecido pra não ser honrado?

Esquece a questão da exposição, tá todo mundo com medo de calote, de não receber nada e não ter jogo nenhum transmitido. Só ler a reportagem acima, todos cagados e arrependidos, querendo saltar fora pra poder logo renegociar com a Globo.

Tu prefere vender teu carro por 30 mil em dinheiro ou por uma promessa de 50 mil em cheque sem fundo?

Imagina pra um clube como o nosso que vende o almoço pra jantar a possibilidade desse dinheiro não entrar em 01 de janeiro de 2019.

Sobre divisão mais justa, Santos e Inter e todos os demais já se ferraram de início, pq fecharam por 40 mi cada, com promessa de igualdade na divisão, e depois ficaram sabendo que o Palmeiras pegou 100 mi.




Bahia e Santos falam em romper o contrato, pois já estavam descontentes com algumas condições. Os demais avaliam o momento e pensam em levar o questionamento sobre os contratos até a Câmara de Arbitragem, na Fundação Getúlio Vargas. “Se forem confirmadas as informações que temos, somadas aos problemas já identificados no contrato, o Bahia vai buscar a rescisão via arbitragem, tudo isso com as respectivas indenizações, para proteger o patrimônio e a imagem do clube”



Rafaellopes

Desde 06/2011 • 7 anos de CANAL
Maceió/AL

Garrincha


Em 11/08/2018 às 11:00
 

Alguém acha mesmo que a Turner vai dar calote aqui no Brasil? Duvido.

E muito menos dava pra prever isso no começo do ano.

Sobre o pagamento maior ao Palmeiras, aí sim é sacanagem. A promessa era outra.

 
Páginas:

Fórum CANALBOTAFOGO - O Seu portal do Botafogo de Futebol e Regatas