Fórum CANALBOTAFOGO - Tópico de discussão

 
Páginas:
Fábio Lucas
  técnicos para essa diretoria

Desde 02/2017 • 1 ano de CANAL
VISCONDE DO RIO BRANCO/MG

Nilton Santos


Em 11/02/2018 às 15:33

Marcelo Oliveira, Adilson Batista, Marcelo chamusca, Levir Culpi, Jorginho e Fabiano Soares

6 técnicos qual vocês acham melhor? 

henrique sergio

Desde 01/2007 • 11 anos de CANAL
Fortaleza/CE

Garrincha


Em 11/02/2018 às 16:56
 

Tirado da imprensa?
Ele disseram que a rescisória do Tigrão era 100 mil, 700 mil ou que não tinha se concretizado o contrato como técnico ainda, só o aumento salarial de funcionário do clube que seria 10, 30, 40, 50, 100 e 140 mil por mês conforme a divulgação.

Cuca teria pedido muito além de reforços de peso, Cuca teria rejeitado por conta da violência do Rio, Cuca não tinha sido procurado.

Ninguém sabe quem vai ser e todos chutam.

Eu acho que o melhor perfil é o do Zé Ricardo.

Dos que você citou:

Marcelo Oliveira já trabalhou com jovens mas está meio ultrapassado;
Adilson Batista é meio de tirar o dele da reta e colocar culpa nos jogadores;
Marcelo chamusca é piada pronta, Fogão fechou com Chamusca na quarta de Cinzas;
Levir Culpi é honesto, trabalhador mas não lembro de grandes inovações em seus trabalhos recentes;
Jorginho é muito irregular;
Fabiano Soares conhece os esquemas mais avançados e estava até outro dia no Estoril, porém fez um trabalho ruim no Atlético PR e tem vínculo com empresários.

Estão meio fora do mercado Doriva, Dado Cavalcante, Ricardinho...



 

Coyote is Fire

Desde o início • 12+ anos de CANAL
Morrinhos/GO

Garrincha


Em 11/02/2018 às 18:05
 

Marcelo Oliveira!
O Botafogo precisa de um técnico para dar uma guinada e o Marcelo Oliveira precisa de um clube que ainda não trabalhou para para dar um novo UP em sua carreira. Kieza, Renatinho e Ezequiel melhoraram o time no segundo tempo contra o lixo. Tem que colocar no lugar do Gilson e do Arnaldo, 2 jogadores dente de leite, que jogam melhor do que eles.

Fábio Lucas

Desde 02/2017 • 1 ano de CANAL
VISCONDE DO RIO BRANCO/MG

Nilton Santos


Em 11/02/2018 às 19:01
 

Seguinte o que amigo falou em cima Ze Ricardo nao sai do Vasco nem pensar, Doriva e Ricardinho e sacanagem mais do mesmo Felipe Tigresa irá receber mesmo 100 mil jornalista do Flapress que quis sacanear o ambiente que ja nao era bom

carlos mello

Desde 11/2010 • 7 anos de CANAL
Três Lagoas/MS

Profissional


Em 11/02/2018 às 19:04
 

Cuca é muito caro e emocional para enfrentar a situação em que nos encontramos. Também fico prefiro o Marcelo de Oliveira.

Fábio Lucas

Desde 02/2017 • 1 ano de CANAL
VISCONDE DO RIO BRANCO/MG

Nilton Santos


Em 11/02/2018 às 19:08
 

jefferson nascimento Lateral esquerdo do Braga seria uma boa

Tadeu20

Desde 01/2011 • 7 anos de CANAL
Rio de Janeiro/RJ

Garrincha


Em 12/02/2018 às 11:03
 

Melhor 1 técnico pro time, o que acha?



"Todo mundo é igual. Você é que nem eu, e eu como você".

camisa_7

Desde 05/2016 • 2 anos de CANAL
AC

Garrincha


Em 12/02/2018 às 11:19
 

MARCELO OLIVEIRA, O ÚNICO Q JA FOI CAMPEÃO

sirvieri

Desde 09/2010 • 7 anos de CANAL
brasilia/DF

Garrincha


Em 12/02/2018 às 13:09
 

"MARCELO OLIVEIRA, O ÚNICO Q JA FOI CAMPEÃO"

Não sabe trabalhar com um elenco limitado como o nosso.

Precisamos de treinadores que consigam extrair o máximo de disciplina tática, já que não há o que explorar tecnicamente desse grupo de jogadores.

Prefiro o Jorginho.

Tem de ser alguém que faça esses animais suarem muito em campo, correr o tempo inteiro.
Se não é um bom time, ao menos que seja o mais dedicado e brigador.

O que não dá é ser ruim e sonolento como estamos atualmente.
Não pode ser treinador com uma postura fraca, tem de ser um disciplinador.

Fábio Lucas

Desde 02/2017 • 1 ano de CANAL
VISCONDE DO RIO BRANCO/MG

Nilton Santos


Em 13/02/2018 às 02:07
 

Ederson Moreira tambem e bom tecnico

scofield

Desde 12/2011 • 6 anos de CANAL
Hamburgo/Fora do Brasil

Nilton Santos


Em 13/02/2018 às 06:42
 

E nao vem nenhum desses.
Mais uma aposta vem ai: Valentim

henrique sergio

Desde 01/2007 • 11 anos de CANAL
Fortaleza/CE

Garrincha


Em 13/02/2018 às 08:53
 

Senhores,

Não sei se vem Valentim.
Mas a questão aposta está longe nesse caso.
Primeiro a decisão deve ser velha guarda ou treinadores mais modernos e atualizados? Valentim pertence ao segundo grupo.
Segundo a decisão deve ser valor salarial adequado aos cofres? Valentim não possui cacife para cobrar caro.
Terceiro a decisão deve ser o estilo do treinador bate com os jogadores contratados e a proposta do clube para 2018? É um treinador que gosta de trabalhar com duas linhas próximas e jogadores velozes, embora sua escola italiana o faça começar com a solidez defensiva.
Quarto a decisão deve ser trazer um apaziguador paizão ou um formador de início de trabalho? Valentim não é paizão, mas dialoga bastante com os jogadores, como auxiliar aprendeu a ter maior proximidade e foi mantido no Palmeiras justamente para estancar a crise da divisão do grupo durante o período Cuca, por outro lado nunca formou uma equipe no sentido de indicar contratações e formar elencos, sempre pegou o trabalho de outros e deu prosseguimento.

Valentim é do grupo dos estudiosos e da nova geração, o que não significa aposta. Todos são apostas, nenhum representa segurança de bom trabalho, mas Valentim está no grupo dos que foram bem preparados, enquanto Tigrão e Jair fizeram o cursinho de um mês da CBF, Valentim se formou na Itália onde encerrou carreira de jogador. Fez excelente período de estágios como auxiliar técnico da Udinese, Roma e Juve.

Em Udine auxiliou Francesco Guidolin a levar a Udinese à 4ª colocação e disputar a Liga dos Campeões da Europa em 2011, por esse ano Guidolin foi eleito o melhor treinador da temporada pela imprensa. Pela Roma auxiliou por pouco tempo o Cláudio Raniere a pedido de Antônio Conti que estava em um cargo diretivo. Quando Conti foi convidado a assumir a Juventus de Turim levou Valentim que lá completou seu estágio com o título de campeão italiano, 4 pontos à frente do Milan.

Retornando ao Brasil foi auxiliar técnico no Atlético Paranaense do Jorginho, Cairo Lima, Ricardo Drubsky e Wagner Mancine, tendo sido vice campeão da copa do Brasil e assumido o time em cada uma dessas mudanças de treinadores. No Palmeiras foi auxiliar do Gilson Kleina e assumiu por dois meses o time com a sua saída, até a chegada do Argentino Gareca que só ficou 9 jogos. Terminou o ano auxiliando o Dorival Júnior, para ano seguinte ser auxiliar do Osvaldo Oliveira. Assumiu na saída do Osvaldo até a chegada do Marcelo Oliveira, com quem foi campeão da Copa do Brasil, assumiu de novo até a chegada de Cuca com quem foi campeão Brasileiro.

Seu primeiro trabalho como treinador efetivado foi no Red Bull paulista, com um time fraco e reformulado brigou até a última rodada para não ser rebaixado e escapou.

Com a saída de Eduardo Batista do Palmeiras e retorno de Cuca, Valentim retornou a ser auxiliar. Cuca teve muitas dificuldades com o time na segunda metade do ano e terminou por sair, com Valentim assumindo a equipe e a ajustando para terminar o ano com o vice campeonato. O Palmeiras resolveu iniciar 2018 com um treinador mais experiente e Valentim ficou livre no mercado.

Times do Valentim possuem volantes de armação, gosta de 3 atacantes rápidos mas seus laterais jogam mais dentro do campo, o que deve ser uma dificuldade para o Arnaldo e pode ser avanço na corrida pela titularidade para Luís Ricardo e principalmente Marcinho e Yuri, que fecham bem o meio pois lá possuem suas origens. Provavelmente Carli não tenha vez e se tiver de pedir jogador será o volante brigador e veloz seu xodó no Palmeiras e Red Bull João Denoni e um zagueiro leve a mais. Não se admirem se Luís Ricardo formar como meia.



 

pietrantonio

Desde 05/2012 • 6 anos de CANAL
Rio de janeiro/RJ

Garrincha


Em 13/02/2018 às 09:46
 

Estou com o Henrique Sérgio, penso o mesmo. Não sabia do currículo dele nessa extensão toda, mas, não por nada, assumiu o Palmeiras num momento difícil e fez um time de cascudos pra brigar sem estrelismo.
Henrique, fico admirado com o seu conhecimento enciclopédico sobre futebol. Rss



Nao desejo receber mensagens por email. 

Obrigado 

Coyote is Fire

Desde o início • 12+ anos de CANAL
Morrinhos/GO

Garrincha


Em 13/02/2018 às 10:16
 

Henrique, fico admirado com o seu conhecimento enciclopédico sobre futebol.[2]
Você Henrique poderia ser um porta voz a torcida e sempre tentar levar suas idéias à diretoria.
Sobre o time , de i mediato eu já sacava o Jefferson, que virou telespectador de jogo, sacava o Carli, que já foi bom, sacava os 2 laterias (Gilson e Arnaldo).

Brunogospel

Desde 01/2013 • 5 anos de CANAL
Taguatinga/DF

Garrincha


Em 13/02/2018 às 10:22
 

Henrique, Parabéns por seu comentário e paciência..

henrique sergio

Desde 01/2007 • 11 anos de CANAL
Fortaleza/CE

Garrincha


Em 13/02/2018 às 10:41
 

Não são meus conhecimentos, são os conhecimentos da Web.
Eu tinha buscado ao final do ano passado o curriculum do cara pois não sabíamos se ficaríamos com Jair ou se seria melhor Jair pensando em outro.

Quando Jair saiu ele projetava ter extremas para mudar a forma da equipe jogar. Diga-se de passagem, no começo de 2017 o Jair pedia extremas, a diretoria prometeu mas o dinheiro se foi e ninguém contratou Pottker, Lucca ou qualquer outro.

Jair montou um time com Bruno de extrema, mas a migração seria um extrema no lugar do Bruno e extremas para as reservas de Bruno e Pimpão que caiu sensivelmente de rendimento pela continuada titularidade.

Os 3 atacantes eram uma necessidade tática, o Brasil já estava dois anos atrasados em relação à Europa e aos treinadores argentinos. Por isso a nova safra tomou conta tão depressa do Brasil.

Não chega a ser o retorno do 433 pois os extremas recuam para a marcação de meio e laterais em dupla função e os defensores ocupam a volancia e armação também em dupla função. O mais próximo de números que se encaixa no modelo novo seria o 4141, mas mesmo assim não é desse modo pois os laterais sobem e os atacantes descem. Os modelos variam em lineares, transversos, em U e em V (que se apresenta muito parecido com o 343 clássico).

O problema do Tigrão não foi o modelo, foi a juventude. Ele não partiu do internalizado para avançar aos poucos ao novo modelo, ele quis ir direto e isso deu empaque. As duas linhas não são compactas tão somente na vertical, mas também nas laterais, como o bloco se deslocando para a esquerda e para a direita conforme a necessidade, os espaços devem impedir a infiltração e a marcação deve dobrar sempre em cima da bola. Isso não pode ser feito em 12 dias de pré-temporada. Quando ele tentou voltar atrás perdeu a confiança do time e da torcida.

Sobre jogadores, não gosto de opinar pois eles todos são muito iguais, alguns se adaptam melhor ou pior a um esquema, a uma pressão, a um estilo de jogo, a um parceiro de setor no campo.

Até gosto do perna curta, mas se o salário do chileno for 300 mil como foi divulgado, melhor propor trocar pelo Roni com o ALbirex Niigata (se eles quiserem, é claro). Os demais tanto faz reserva ou titular, são o mesmo nível.



 

henrique sergio

Desde 01/2007 • 11 anos de CANAL
Fortaleza/CE

Garrincha


Em 13/02/2018 às 10:51
 

Os caras que estão no Botafogo possuem esse conhecimento e muito mais, a questão é que falta um comunicador para trabalhar isso com a torcida.

O treinador novo deveria chegar e dizer:
1. esquema do Botafogo este ano será tal;
2. como estamos no começo da temporada, perdemos a CB e só jogaremos algo importante em abril contra o Audax Italiano, vamos trabalhar a preparação física e a fixação de posicionamento em campo, jogaremos com titulares e reservas de forma alternada para começarmos trabalhando a linha defensiva e a transição de meio. Em março esperamos estar aptos a trabalhar as duas linhas com proximidade e dobra de marcação.
3. Tenham paciência com o Jogador tal pois ele estará aprendendo uma função totalmente nova para ele e esperamos a evolução no período. Ele vai se sacrificar pelo esquema.

Esse diálogo franco é que falta entre treinadores e torcedores e isso termina por minar um trabalho.



 

Vitao

Desde 05/2011 • 7 anos de CANAL
vila velha/ES

Nilton Santos


Em 13/02/2018 às 10:55
 

Porque não vai atrás do Fernando Diniz ex Audax SP , já q é pra apostar aposta em quem já fez um trabalho razoável com time fraco.

B.T.O.

Desde 02/2007 • 11 anos de CANAL
Niterói/RJ

Garrincha


Em 13/02/2018 às 11:35
 

Eu gosto da ideia do Valentimve já tinha falado dele ano passado, antes do Jair sair, é só procurar no fórum. Não tem nunhum medalhão disponível e a bom preço e o time está formado. E tecnico novo por tecnico novo, o do Vasco é quem está em evidência e é outro novato. Admito que faria um esforço pelo Aguirre que acho que encaixaria bem ali no lugar do Pimpão.
Só por ter comandado e Red Bull e e Palmeiras, já tem mais currículo que o Everest.
Que venha logoce comece a trabalhar. Se já perdemos a CB, ainda dá para salvar o carioca, ser campeão e fazer chororô para o Flamengo na final. E vamos passar legado, pq ninguém chora mais em finais do que eles.




 

Fogoooo!!! Este time só me dá alegrias!!!! 

camisa_7

Desde 05/2016 • 2 anos de CANAL
AC

Garrincha


Em 13/02/2018 às 11:55
 

pelo menos esse valentim já treinou o red bull e o palmeiras...coisa que o felipe tigrao nunca tinha feito..n o conheço, acho arriscado outra aposta, mas parece que o cara eh preparado pelo menos e n um sujeito q caiu de para quedas com o retardado do antigo treinador

Fábio Lucas

Desde 02/2017 • 1 ano de CANAL
VISCONDE DO RIO BRANCO/MG

Nilton Santos


Em 13/02/2018 às 12:02
 

"Porque não vai atrás do Fernando Diniz ex Audax SP , já q é pra apostar aposta em quem já fez um trabalho razoável com time fraco."

Em vez disso eles tentaram Valdir Espinoza tao de palhaçada com a nossa cara, se contratasse esse Espinoza e querer ir pra série b tragam o Valentim de uma vez melhor que esse velho careca

Mdias

Desde 10/2009 • 8 anos de CANAL
Mim Acher/RJ

Garrincha


Em 13/02/2018 às 12:04
 

Já Treinou Red Bull e Palmeiras??

O Cara quase rebaixou Red Bull no Paulista e fez um trabalho tampão de 11 jogos no Palmeiras, 06 Vitórias, 04 Derrotas e 01 Empate, nada demais pra quem tinha o melhor elenco do País!!

Não dá pra entender essa euforia toda!!



4.2) Não é permitido (através de escrita ou de imagens):

 

   - Criar clones/"fakes" mesmo que o intuito não seja o de tumultuar. A detecção de clones implicará no banimento de todos os usuários relacionados por tempo indeterminado.

       - Provocar, xingar, ofender ou difamar outros usuários ou pessoas relacionadas a esses (família, amigos etc.)

 

henrique sergio

Desde 01/2007 • 11 anos de CANAL
Fortaleza/CE

Garrincha


Em 13/02/2018 às 12:11
 

Aqui vai um misto de Web e conhecimento de ter acompanhado essas copas do mundo.

A França campeã mundial sobre o Brasil no episódio da convulsão do Ronaldinho era calcada na qualidade de seus geniais jogadores. Na copa seguinte, embora quase com a mesma equipe, a França fracassou por conta da revolução física que a copa asiática promoveu e que dobrou qualquer avanço tático.

Após esse curto preâmbulo, eis que chegamos à Copa do Mundo-2006.
Relembrando, foi a copa de menor média de gols, com 4 semifinalistas europeus de profunda aplicação tática e rigidez defensiva, Itália, França, Alemanha e Portugal. Brasil com o quadrado mágico e Argentina favorita naquele ano sucumbiram nas oitavas, nenhuma seleção asiática se criou, ao contrário do desempenho de Japão e Coréia na copa anterior e das sempre ofensivas seleções africanas, somente Gana passou da primeira fase e foi só.

Os 'trintões' Zidane, Makelele, Thuram e Vieira fizeram uma preparação especial em maio e seu potencial físico aumentou à medida que a Copa avançava. O mesmo aconteceu com o capitão italiano Fabio Cannavaro, de 32 anos. Os 'veteranos' jamais estiveram tão na moda, com Zidane à frente, mas com destaques para Luis Figo, Alessandro Del Piero e Lilian Thuram, que roubaram as atenções dos jovens, que chegaram à Alemanha como as novas estrelas que dariam um sopro de renovação ao futebol físico e estruturado, que no final das contas acabou se impondo.

Mas por que reputo à França a grande revolução tática daquela copa?
Eles utilizaram os veteranos mais que as outras e para isso teve que apostar em resistência física em detrimento de explosão muscular. Eles compactaram a equipe em um bloco de duas linhas de 4 próximas e com os laterais internalizados como alas, mais espaços laterais e menos espaços verticais a correr e ocupar. Para ditar uma linha defensiva avançada eles colocaram o Thuran na defesa, ele que tinha um histórico de ala ofensivo. Quem recuava a segunda linha buscando espaço para armar era o Zidane que quando se projetava se tornava atacante próximo ou dentro da área e Thuran puxava a hábil defesa francesa para uma ocupação de meio. O Bloco também fluia lateralmente impedindo os avanços de laterais adversários e duplicando a marcação de meio.

Na copa seguinte o avanço foi manter o Bloco e forçar criação, foi aí que veio o tal 4231 de 2010 que não era muito diferente do proposto pela França em seu 442, apenas um recuo de um atacante para o meio mantendo dois volantes e criando os meias avançados ou Wings. A Espanha deitou e rolou nessa copa.

2014 a Alemanha não apresentou nada novo a não ser a ocupação do espaço da referência sendo alternado e muita mobilidade na frente, eram 3 volantes que antes eram meias em seus clubes de origem e que não perdiam tempo em passar de lado, já iniciando o ataque com a armação pelo meio, ali estavam o sopa de letrinhas que não ouso escrever o nome agora, o Kedira e o Kross, que também eram armadores e os dois últimos também apoiadores, atrás a linha de 4 com Lahn, Boateng, Humels e Howedes formava sem a bola na linha de meio campo garantindo a segunda bola e pressão na saída de bola adversária com o Neuer goleiro atuando como último zagueiro na intermediária. Eles davam o contrataque mas com segurança de retorno quando desse certo. Klose, na frente, abria espaços às infiltrações rápidas de OZil e Muller.

Na prática, esse 4231 compactava tanto que se tornava um 451 ou 4141, com o Swazseiláoque comandando a linha defensiva quando necessário, enquanto Kross e Kedira se tornavam meias.

Esse futebol do futuro alemão não pode ser reinventado nem pela própria Alemanha, pois aqueles jogadores passaram e só eles poderiam imprimir aquela intensidade, mas a formação do Bloco francês permanece e disposição de avançar linhas também, porém não tanto quanto as da Alemanha pois nem todos os times e seleções do mundo dispõem de Neuer.

Jefferson com os pés é melhor que Gatito mas nossa zaga com Carli fica muito atrás. Nossa linha base com Marcelo e Rabello pode marcar mais elevado mas nunca na linha de meio como a Alemanha fez naquela copa, para isso os laterais tem de jogar mais dentro do campo e não sei se Arnaldo e Gilson possuem essa aplicação tática como Edílson e Cortez tinham ano passado no Grêmio. Tenho mais fé em Marcinho e Yuri pois fizeram isso com Marcelo, Emerson e Rabello na base. Não temos o sopa de letrinhas mas temos o Matheus Fernandes que está nervoso pois nunca fez a função, tem potencial e poderia ter mercado. a quadra de armação/infiltração seriam Pimpão, Renatinho, João Paulo e Luís Fernando ou Leandro Carvalho, Léo Valência, Marcos Vinícius e Ezequiel ou ainda Lucas Campos/Gilson, Leandrinho, Wenderson/Bochecha e Roni/o uruguaio da torcida/Amilcar/Luís Ricardo/Marcinho/Arnaldo são todos jogadores de chute, toque e infiltração. Na frente Kieza tem mais experiência e mobilidade.

Se tivesse dinheiro e quisesse investir no esquema, traria dois veteranos que já estiveram na casa, Juninho zagueiro que é ídolo no Tigres do México, pela sua visão tática e chute forte e preciso e Márcio Azevedo que está perdido na Ucrânia, menos para a lateral e mais para abrir pelo meio e chutar. Mas ambos só saem livres no segundo semestre e devem pedir caro de salário.



 

camisa_7

Desde 05/2016 • 2 anos de CANAL
AC

Garrincha


Em 13/02/2018 às 12:11
 

euforia??de quem?? tá malucao rapaz

camisa_7

Desde 05/2016 • 2 anos de CANAL
AC

Garrincha


Em 13/02/2018 às 12:12
 

acho que se tem uma coisa que o torcedor do botafogo não tá esse ano eh eufórico

Mdias

Desde 10/2009 • 8 anos de CANAL
Mim Acher/RJ

Garrincha


Em 13/02/2018 às 12:16
 

De Alguns!!



4.2) Não é permitido (através de escrita ou de imagens):

 

   - Criar clones/"fakes" mesmo que o intuito não seja o de tumultuar. A detecção de clones implicará no banimento de todos os usuários relacionados por tempo indeterminado.

       - Provocar, xingar, ofender ou difamar outros usuários ou pessoas relacionadas a esses (família, amigos etc.)

 

 
Páginas:

Fórum CANALBOTAFOGO - O Seu portal do Botafogo de Futebol e Regatas