Fórum CANALBOTAFOGO
Tópico de discussão

 
Páginas:
lscunha
  1.4- consciência de defeitos e virtudes

Desde 12/2007 • 11 anos de CANAL
blumenau/SC

Garrincha


Em 17/09/2019 às 19:03

1.4  – CONSCIÊNCIA DE DEFEITOS E VIRTUDES

O diamante, por mais magnífico e valioso que seja é encontrado estado bruto, com impurezas e defeitos, os quais são removidos através de técnicas apropriadas, para então ser lapidado na forma de diversas facetas.

A sabedoria divina, qualquer que seja a nossa origem, nos inseriu talentos para que possamos ter como ganharmos a vida e inclusive com alternativas.

Ninguém nasce com uma bala só no pente, pois portas podem se fechar, mas encontraremos outras que estarão abertas.

Sabermos que temos determinados potenciais é indicador dos caminhos pelos quais podemos caminhar, mas nunca esqueçamos que não serão avenidas pavimentadas e arborizadas, mas trilhas, com lamaçais, elevações e descidas íngremes, cheia de obstáculos e pedregulhos para nos desequilibrar os passos, nem teremos pela frente dias ensolarados com o suave frescor das brisas, mas variáveis que irão do calor abrasador ao frio cortante e penetrante.

E na caminhada, iremos descobrir qualidades a serem melhoradas, defeitos que precisam ser corregidos e/ou eliminados e carências a serem adquiridas.

Ninguém nasce pronto e até os prodígios infantis, passam por um tempo, mesmo que seja menor, de maturação.

Ter consciência de nossos defeitos e de virtudes é o primeiro passo no rumo do sucesso.

Eu sugiro, que se faça uma listagem pessoal dos seus pontos fortes, fracos e ausentes e através de treinamentos específicos que iremos ver mais adiante, aperfeiçoar os fortes, desenvolver para melhor os fracos e adquirir habilidades inexistentes, de forma a iniciar aquisições daquilo que não se tenha.

Nas atividades profissionais, você pode ser orientado, mas só você pode desenvolver seus recursos próprios e será bem ou mal sucedido conforme for suas escolhas e suas priorizações.

Você só pode treinar bater faltas, depois de se especializar em chutar, quer colocado ou com potência, ou seja, com jeito ou com força. Muitas vezes se é bom nas cobranças colocadas e não nas de maior distância e vice-versa.

Por outro lado, aquilo que se tem de bom, pode passar a ser ótimo e para tal, a atividade de aperfeiçoamento deve ser aprimorada. Se você bate bem falta colocada, precisa trabalhar os pontos dos pés para entender qual circunstância de efeitos que os mesmos proporcionam, quer com a parte externa como com a interna dos pés e concatenar isso de forma adequada ao tamanho da barreira e posicionamento do goleiro.

O posicionamento dos goleiros, o qual também será colocado mais adiante, serve para os batedores de falta também se orientarem, pois através dele detectarão qualquer falha de posicionamento de barreira e do próprio goleiro e assim fazer a cobrança de forma mais adequada para ser bem sucedido.  

 

2- TREINAMENTOS E APRIMORAMENTOS

Agora que você já fez uma listagem detalhadas de seus pontos fortes, fracos e ausentes de forma ampla e profunda, passaremos para a etapa de como aperfeiçoar, fortalecer e adquirir os mesos.

Não há outro caminho que não seja o treinamento específico para cada coisa.

Os três aspectos devem ser trabalhados simultaneamente, introduzindo exercícios a serem exaustivamente repetidos até que passem a ser de prática comum.

Então hipoteticamente, iremos escolher entre as três categorias, quais deles são mais corriqueiros de acontecerem na sua função em campo.

Digamos que eu seja forte em marcação, fraco em cabeceios e sem qualquer habilidade numa das pernas. Se assim for, temos que escolher treinamentos que me consolidem mais a prática de marcação, me submeter a uma bateria de formas diversas de cabeceio, pois as mesmas se impõem de forma diferente a cada momento e que introduza os exercícios de obtenção de domínio de bola com o “pé cego”.

 



LUIZ SERGIO CUNHA

 
Páginas:
Página principal

Fórum CANALBOTAFOGO - O Seu portal do Botafogo de Futebol e Regatas