Fórum CANALBOTAFOGO
Tópico de discussão

 
Páginas:
lscunha
  19 - Proteção e Segurança

Desde 12/2007 • 13 anos de CANAL
Blumenau/SC

Garrincha


Em 07/06/2021 às 10:56

PARTE 19 - PROTEÇÃO E SEGURANÇA

A prevenção contra acidentes mais sérios na prática de esportes tem sido um constante motivo de preocupação das diversas entidades que os normaliza.

O futebol, é o único esporte do mundo praticado com os mesmos membros que são utilizados para correr e chutar, ensejando por isto uma alta possibilidade de contusões sérias, algumas com risco de inutilização permanente para sua prática.

Assim, equipamentos e preventivos devem ser usados para evitarem lesões nos pés, calcanhares, tornozelos, canelas, joelhos, mãos, cotovelos, genitália, boca e cabeça.

No caso dos pés, apesar da chuteira e do tênis já serem proteções, que de certa forma restringe a liberdade de uso dos pés, pois quem joga futebol descalço, nota que assim fica mais fácil controlar a bola, é comum usar a bandagem dos mesmos com ataduras e alguns até usam envolver alguns dedos dos pés, em particular o dedão com esparadrapos.

Há os que utilizem as tornozeleiras que além dos pés, também protegem calcanhar e tornozelos.

As caneleiras são de uso obrigatório e protegem a tíbia e a fíbula.

O joelho é protegido por uma joelheira feita com o mesmo material das tornozeleiras, mas que prejudica a movimentação, freando a rotação da articulação e no caso do futebol, tem pouquíssimos usuários.

No caso específico dos goleiros, cuja participação exige contato por inteiro com o gramado, face saltos e quedas que efetuam, o uso de uma calça comprida aderente ao corpo é de fundamental importância para impedir um atrito direto do corpo com o gramado, o qual já possui proteção em suas concepções de modelo para os joelhos e ancas.

Para as mãos, é usada uma bandagem se esparadrapo para proteger as falanges, além de uma almofada de esparadrapo para a parte superior da palma da mão e. principalmente as luvas, que também aumentam a capacidade de amortecerem os chutes.

Há almofadas incorporadas aos cotovelos das camisas de goleiros que protegem os mesmos contra seu principal inimigo que são as quedas que procedem aos voos necessários na execução de algumas defesas.

Para o órgão genital, o adequado é uso da “coquilha”, que também não caiu no agrado dos praticantes, pois traz um certo desconforto, mas obrigatório em alguns esportes como no MMA.

Na boca, o protetor bucal, feito sob medida, seria muito recomendável e são pouquíssimos os jogadores que os utilizam e desses a maioria são goleiros.

Finalmente, penso que o protetor de cabeça, usado por quem sofreu cirurgia facial e alguns goleiros, deveria ser uso obrigatório e podiam até se compor com as cores e emblemas dos clubes, pois além da proteção na região mais crítica para acidentes, além de facilitar a arbitragem na visualização de muitos lances.

Claro que uma adaptação ao mesmo para cabeceio se fará necessário, mas creio que muito menos agida que a do uso de chuteiras.

Ainda é usado hoje, um “bustier” por baixo da camisa dos jogadores, que nada mais que um fixador do medidor permanente de monitoração das funções cardiovasculares, extremamente importante para análise clínica pós jogo.



LUIZ SERGIO CUNHA

 
Páginas:
Página principal

Fórum CANALBOTAFOGO - O Seu portal do Botafogo de Futebol e Regatas