Fórum CANALBOTAFOGO
Tópico de discussão

 
Páginas:
lscunha
  5- cobrança de penalidades máximas

Desde 12/2007 • 12 anos de CANAL
blumenau/SC

Garrincha


Em 23/12/2019 às 08:48

5- DE PENALIDADES MÁXIMAS

Eu sempre quis ser cobrador de penalidades e no caso de penalidades máximas, desenvolvi um treinamento que me levou a condição de nunca ter perdido em jogo oficial uma em futebol de campo, mas já no futsal, perdi algumas.

O posicionamento do goleiro não deve ser a referência, pois pode ser um convite da parte dele para o induzir a cobrar no canto em que ele quer.

Também o fato de tentar adivinhar o canto, muito utilizado pelos goleiros ser adequado aos atacantes frios que com uma pequena desaceleração de movimento, percebem seu deslocamento e ainda possuem tempo para endereçar a bola para o canto oposto.

Gostaria, no entanto, de iniciar a revelação de minha técnica de cobrança, passando certas informações que utilizei.

Os goleiros devem ser estudados, mão no sentido de se saber se caem maus para seu lado direito o esquerdo, pois aí o imponderável se faz presente, mas sim no sentido de se saber para que lado ele é mais rápido e sabendo disso, que hoje é u a informação que o seu corpo técnico possui, você vai para a cobrança sabendo onde vai bater e sem olhar para qualquer canto, mas somente em direção dos olhos do goleiro, como se fosse um lutador de boxe ou MMA.

É importante a escolha da forma em que entrará na bola para o chute, que tem que ser a que lhe forneça mais precisão e no meu caso era o lado interno do pé direito com o ponto imediato a curva do osso de joanete.

As cobranças de vem ser sempre rasteiras e isso se deve ao fato de ser o chão um ponto bem distante das mãos do goleiro, não o mais distantes, pois esse seria o ângulo superior, mas que traz o risco de erro de precisão ser mais acentuado, pois ela é variável mais importante a ser controlada pelo cobrador.

Quando o jogo estava ganho e surgia a oportunidade de bater uma penalidade máxima de ser eventualmente perdida, o que felizmente não me ocorreu, eu batia no ângulo, para não ficar com um padrão de cobrança definido para os adversários.

Então, nos treinos de cobrança, passei a usar a técnica de informar ao goleiro meu companheiro onde ia bater e nesses treinamentos, perdi muitas penalidades máximas, mas com o tempo, passei a ter um tal grau de acerto, que rara era a vez que mesmo ele sabendo onde eu ia bater, a precisão e a potência do chute, não lhe permitia chegar na bola.

Se assim ele não conseguia, imagine o goleiro adversário, para quem eu nada dizia!



LUIZ SERGIO CUNHA

 
Páginas:
Página principal

Fórum CANALBOTAFOGO - O Seu portal do Botafogo de Futebol e Regatas