Botafogo sofreu mais uma derrota na Justiça do Trabalho nesta terça-feira e foi condenado a pagar mais de R$ 700 mil ao lateral-direito Arnaldo, que atuou pelo clube entre 2017 e 2019 e hoje está no Avaí. A informação é do “GE”.

O jogador cobrou do Botafogo salários que não foram pagos dos últimos quatro meses de 2019, além de FGTS, férias, décimo-terceiro salário e multas. Juntando com os honorários advocatícios, o valor da causa ganha foi de R$ 687.699,95 mas ainda incidirá juros.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A decisão ainda cabe recurso ao Botafogo. Arnaldo chegou em 2017 emprestado pelo Ituano, foi comprado em 2018 e, ao todo, fez 41 jogos e marcou um gol com a camisa alvinegra. Depois foi emprestado para Ceará e Ponte Preta.

 

Fonte: GE e Redação FogãoNET