Fórum CANALBOTAFOGO
Tópico de discussão

 
Páginas:
lscunha
  marcação coletiva

Desde 12/2007 • 12 anos de CANAL
blumenau/SC

Garrincha


Em 24/02/2020 às 11:18

11.2 - MARCAÇÃO COLETIVA

É a mais utilizada e abrange os setores ou zonas, com a definição dos responsáveis pelas mesmas.

A marcação por zona se fundamenta mais na trajetória da bola que propriamente no jogador adversário e seu objetivo é não só impedir a posse de bola do mesmo naquela área que está sob sua responsabilidade, como retomando a bola, dar início ao contra-ataque. A permissão da posse de bola do adversário, coloca em grau elevado de fatalidade o setor defensivo e tem que ser evitado e se for o caso até com uso de falta.

É fundamental conhecer seu posicionamento tático e respeitar o mesmo, não saindo do mesmo sem qualquer propósito, a não ser em ações de coberturas, pois se assim agir, não estará ajudando sua equipe, mas tão somente procurando um brilho individual.

É normal a troca de posições durante o desenrolar do jogo, pois as movimentações trazem consigo uma rotatividade que lhe leva a ocupar espaços outros que a princípio não são de sua responsabilidade esquemática, mas eventualmente os ocupando, deve atuar como se fossem os seus.

Também aqui vamos encontrar alguns conceitos:

- POSICIONAMENTO: normalmente temos a primeira linha de marcadores, formados pelos laterais e zagueiros que alguns a caracterizam como de marcação baixa, o volante se posicionando na área entre essa marcação baixa e a alta a sua frente e formada pelos atacantes de flanco e meias, que é chamada de marcação alta. Essa zona formada entre as duas linhas de marcação, deve ser coberta de forma que não permita sua utilização pelos atacantes adversários para recebimento de passes. A vantagem numérica, mesmo sendo de apenas um homem, deve ser mantida em relação ao nímero de jogadores adversários que estão participando da ação de ataque contra o seu sistema defensivo.

- PERMANÊNCIA: cada um deve ficar dentro do seu setor e não acompanhar determinado jogador, pois dessa forma ele se movimenta e o arrasta consigo, abrindo espaços desprotegidos entre as duas linhas de marcação e também vias de passes para os homens de criação, tornando assim o avanço ofensivo do adversário inevitável, permitindo que ele jogue na imediação da área e se infiltre na mesma. 

- COBERTURA: para ser benfeita, além de necessitar de amplo conhecimento de cada um de suas funções e posicionamentos, estabelecer um sincronismo integrado, inteligente e previamente treinado de trocas de posicionamentos de forma natural e rápida de recomposição por inteiro de seu sistema defensivo e para isso tem que se jogar em função de seu companheiro e ela tem que ser praticada durante todo o jogo e sempre voltada  para fechar as linhas de passe formadas de forma criativa pelo adversário, acionando seus atacantes. Esse passe não pode acontecer

Para finalizar, o centroavante e o atacantes de flancos devem se posicionar de forma que não permitam a o adversário saia jogando e os obrigue a utilizar a bola longa, pois a mesma é super favorável aos seus zagueiros por estarem de frente para a bola, e por serem fisicamente mais encorpados e altos que os atacantes adversários.

- INTERCEPTAÇÃO: para sua execução é imperativo ter o tempo exato de bola e conhecer bem seu adversário e os fundamentos para sua execução são os mesmos da antecipação, a diferença está em que a interceptação é efetuada quando o adversário já recebeu a bola e a antecipação antes que ele receba.

A marcação por zona visa restringir a ação dos adversários no espaço que se forma, por mais compactado que seja o posicionamento defensivo, entre as linhas baixa e alta de marcação, que surge nas costas dos volantes e a frente dos zagueiros e laterais. É importante pressionar o adversário que está com a bola, não lhe dando tempo para criar e nem espaço para manobrar, o obrigando a utilizar o máximo de bolas longas, pois essas, como assinalams, são vantajosas para os seus defensores.

 



LUIZ SERGIO CUNHA

bobolex

Desde 02/2020
PI

Fraldinha


Em 24/02/2020 às 12:29
 

Conteúdo removido pela moderação em 28/02/2020 às 16:40.

Motivo: Flood

bobolex

Desde 02/2020
PI

Fraldinha


Em 24/02/2020 às 12:30
 

Conteúdo removido pela moderação em 28/02/2020 às 16:40.

Motivo: Flood

bobolex

Desde 02/2020
PI

Fraldinha


Em 24/02/2020 às 12:30
 

Conteúdo removido pela moderação em 28/02/2020 às 16:40.

Motivo: Flood

lscunha

Desde 12/2007 • 12 anos de CANAL
blumenau/SC

Garrincha


Em 24/02/2020 às 15:18
 

BOBOLEX,

LE PARDON, MAIS JE PENSE QUE CE SERAIT UNE ERREUR D'AFFICHAGE, MAIS COMME IL A ÉTÉ RÉPÉTÉ DEUX FOIS PLUS FOIS, JE VOIS QUE VOUS AUREZ SI BESOIN D'ÊTRE BOBO.

LSCUNHA 





LUIZ SERGIO CUNHA

FOGÃO V.R.

Desde 01/2012 • 8 anos de CANAL
Volta Redonda/RJ

Garrincha


Em 25/02/2020 às 09:59
 

Que mala,hein?Lima esse cara,Valério.

Cunha,eu percebo um defeito crônico nos times alvinegros,os defensores vão recuando pra dentro da área quando atacados,atrasando muito o combate e aumentando o risco de cometerem o pênalti.
O que vc acha disso?


lscunha

Desde 12/2007 • 12 anos de CANAL
blumenau/SC

Garrincha


Em 25/02/2020 às 11:40
 

Isso ocorre porque a recomposição de nosso sistema defensivo é lenta, pois as coberturas não estão bem sincronizadas e aí para ganhar tempo e conseguir essa recomposição, o jeito é recuar e dar mais tempo ao adversário com a bola. É, porém, uma faca de dois gumes, pois simutaneamente, vai concedendo espaço e permitindo o adversário entrar dentro da nossa área. Pelo que observo, quase sempre é vacilo de nossos laterais.

 

Vou exemplificar: vamos que o Marcelo tenha que abandonar a linha de zaga e se adiantar para o entrentamento com o atacante adversário, o que implicará o Carli que é o central esquerdo a vir ocupar sua posição e o Danilo vir ocupar o lugar do Carli e o Luiz Henrique a descer mais e ocupar o lugar do Danilo.

A movimentação de recomposição deve ser sempre efetuada pelos jogadores do lado oposto onde está a bola, pois a exploração da lateral do Danilo, levaria mais tempo para ser efetuada, uma vez que a bola teria que sair de uma lateral para a outra. 

Se fosse feita pelo Fernando indo para a cobertura do marcelo, a saída dele, deixaria o atacante adversário pelo flanco esquerdo livre, com um corredor imenso e não daria tempo do Luiz fernando recompor.

O problema é que isso não é treinado.

Sou a favor de fazer coletivos e quando ocorrer essas situações no treino, o técnico apitar. parar tudo, recompor o posicionamento que antecedeu a essa situação e mostrar qual a movimentação que deveria ter sido feita e repetir a jogada, mas dessa vez com a movimentação correta.

Isso sim é treinar.

lscunha 





LUIZ SERGIO CUNHA

roinujsaid

Desde 01/2011 • 9 anos de CANAL
Rio de Janeiro/RJ

Fraldinha


Em 01/03/2020 às 21:41
 

Companheiro lscunha, estive pensando... Será que os espaços no nosso time não se devem só fato de jogar no 4-3-3, sendo que o nosso meia de criação na realidade é um meus atacante (caso do Bruno Nazário)? Me parece que o nosso time joga dividido em dia blocos e não consegue compactar por conta da filosofia de jogo que foi imposta de contra atacar. Eu reparei que na faixa horizontal de meio de campo nunca tem ninguém cobrindo e os adversário consegue trocar passa com facilidade.
Eu estou viajando?




Impossível é apenas uma palavra grande jogada ao redor por pessoas pequenas que acham mais fácil viver no mundo que lhes foi dado do que explorar o poder que tem para mudá-la. Impossível não é um fato. É uma opinião. Impossível não é uma declaração. É um desafio. Impossível é potencial. Impossível é temporário. "Impossible is nothing."

 

"A velocidade é frequentemente confundida com o discernimento. Quando eu começo a correr antes dos restantes, pareço ser mais rápido." (Cruyff)

roinujsaid

Desde 01/2011 • 9 anos de CANAL
Rio de Janeiro/RJ

Fraldinha


Em 01/03/2020 às 21:43
 

Desculpe os erros de grafia, mas o corretor do celular as vezes prega algumas peças rs



Impossível é apenas uma palavra grande jogada ao redor por pessoas pequenas que acham mais fácil viver no mundo que lhes foi dado do que explorar o poder que tem para mudá-la. Impossível não é um fato. É uma opinião. Impossível não é uma declaração. É um desafio. Impossível é potencial. Impossível é temporário. "Impossible is nothing."

 

"A velocidade é frequentemente confundida com o discernimento. Quando eu começo a correr antes dos restantes, pareço ser mais rápido." (Cruyff)

Branco

Desde 05/2009 • 11 anos de CANAL
rio de janeiro/RJ

Garrincha


Em 01/03/2020 às 21:49
 

Ninguém consegue dar jeito nessa marcação!!!

Eu disse ninguém!!!

Uns 10 entregadores de colete recentemente já passaram e nenhum deu jeito!!!

O time tem essa fragilidade a tempos!!!

2017 o Everest acertou eu acho, após ninguem!

Bato nessa tecla a muito tempo, leva sufoco até só Goytacaz!!!

tem sempre jogador que não corre e outros burros que junta com Salários atrasados!!!

Continua levando sufoco de Deus e o mundo!! De times que não tem divisão!!!

É desesperador assistir o Botafogo jogar!!!




MOMENTOS RUINS EU JA VIVI, MAS NUNCA PAREI DE CANTAR!!!

 

lscunha

Desde 12/2007 • 12 anos de CANAL
blumenau/SC

Garrincha


Em 02/03/2020 às 09:01
 

temos problemas não só de posicionamentos, como de posturas, pois o sistema defensivo requer a participação de todos e tem gente que ao invés de participar, prefere assistir.

no jogo de ontem ficou claro que não estamos compactados e os espaços entre as linhas de marcação baixa e alta são enormes e que se todos tivessem a atitude de marcação do bruno nazário que exerce até a marcação curta e ontem vi alguns carrinhos dados por ele e com retomadas de bola, seria legal.

está no inconsciente de nossos atacantes que a responsabilidade deles se restringe a parte ofensiva e fim de papo.

isso tem que ser modificado e trabalhado pelo autuori, porém ele vai precisar de algum tempo, mas a melhora mesmo que gradativa, deve ser observada jogo a jogo.

alem do posicionamento errado das linhas de marcação, não existe sincronismo de cobertura e assim fica a ideia de baratas tontas.

para corrigir, é necessário coletivos em campo não reduzido, ou seja, nas dimensões dos jogos e com paralizações para mostrar as falhas e fazer as correções.

 

o futebol hoje tem que distinguir técnico de treinador a os clubes precusam de ter os dois, independente deles possuirem seus auxiliares.

futebol, por conta das informações disponibilizadas,  se tornou bem mais caro.

lscunha 





LUIZ SERGIO CUNHA

 
Páginas:

Fórum CANALBOTAFOGO - O Seu portal do Botafogo de Futebol e Regatas