Fórum CANALBOTAFOGO
Tópico de discussão

 
Páginas:
soufogao
  Por que você se tornou um escolhido?

Desde 01/2008 • 14 anos de CANAL
Brasilia/DF

Garrincha


Em 13/01/2022 às 23:34

Meu avô era flamenguista. Meu pai é botafoguense. Meu ídolo na infância foi o Mendonça. Não há torcida como a nossa. O botafoguense é especial e diferente. Vamos vamos Botafogo!



 

fidel_garrincha

Desde 08/2012 • 9 anos de CANAL
Rio de Janeiro/RJ

Garrincha


Em 13/01/2022 às 23:45
 

Minha família toda por parte de pai, tirando um único primo, é botafoguense.

igoraguirre

Desde 03/2014 • 7 anos de CANAL
Resende/RJ

Infanto


Em 14/01/2022 às 02:31
 

Por causa do meu avô. Ele era gaúcho mas veio cedo pra Resende (era militar) e por aqui ficou. Nisso se apaixonou pelo glorioso de Garrincha e Nilton Santos, cansou de ir no Maracanã nos anos 60/70. Ele me ensinou o que é ser Botafogo. Com certeza tá lá de cima rindo de orelha a orelha. Nós conseguimos, vozão! Fogoooooooooo 

Melhor da pavuna

Desde 12/2018 • 3 anos de CANAL
RIo de Janeiro/RJ

Garrincha


Em 14/01/2022 às 03:23
 

Minha família não tem nenhum torcedor do Botafogo kkkkkk. Tem torcedor do Flamengo e Fluminense só, eu tinha uma camiseta do Vasco quando era criança pq pedi de presente pro meu avô, mas no final das contas eu comecei a ver mais futebol e achei o escudo do Botafogo muito bonito, e quando percebi eu já tava torcendo!!! Isso em 2007-2008, por aí, daí pra frente foi só tristeza 😂 porém nunca abandonei apesar das más fases, rebaixamentos e etc... Espero agora ter um pouco de paz com o Botafogo





Botafogo (@OGloriosoBFR) / Twitter   

lolacampo

Desde 12/2007 • 14 anos de CANAL
nova venecia/ES

Garrincha


Em 14/01/2022 às 07:00
 

prq nasci Botafoguense.

 

Familia de 9 vascainos e Eu Botafoguense. 





ßOTAFOGO FR - O MAIS BONITO DO MUNDO!

mineirow@hotmail.com

Desde 09/2013 • 8 anos de CANAL
zona rural/MG

Garrincha


Em 14/01/2022 às 07:35
 

Minha familia é toda botafoguense, eu disse toda, desde o tataravô até o papagaio e o cachorro.

framenguista nem agregado. certa vez apareceu um mulambo sogro de um dos primos. passou as festas de final de ano conversando com o garçom. 

ninguém deu bola pro véio.

 

 





βÓτΛƒÔ

Mineiro♣

 

 

 

Maurinho

Desde 04/2009 • 12 anos de CANAL
Cidade Maravilhosa/RJ

Garrincha


Em 14/01/2022 às 08:30
 

Meu pai era Botafogo e por isso sempre torci pelo Botafogo.



Tu és o glorioso não podes perder , perde pra ninguém. 

FOGÃO V.R.

Desde 01/2012 • 10 anos de CANAL
Volta Redonda/RJ

Garrincha


Em 14/01/2022 às 08:41
 

Não sei pq
Meu pai era Botafogo,mas nunca fez força pra eu e meu irmão sermos tb.
Mesma coisa eu com os meus filhos,nunca fiz pressão,os dois são Botafogo(apesar do mais velho nem acompanhar futebol).
Acho que já está no DNA.
Espero que meus filhos curtam um Botafogo bem melhor do que o que eu vivi. 


jorgeluiz

Desde 05/2008 • 13 anos de CANAL
Brasilia/DF

Garrincha


Em 14/01/2022 às 10:01
 

Os locutores Edson Leite e Oduvaldo Cozzi narravam as partidas do Brasil na Copa do Mundo do Chile em 1962.

Não sabia absolutamente nada sobre esse tal "futebol". Vindo do interior de Goiás, criança,  e nunca ter vista uma bola, lá brincávamos e chutávamos um FRUTO

CHAMADO LOBEIRA. Duro, maciço e redondo era a "bola de futebol". Em Goiânia, meu pai ouvia pelo único RÁDIO TELEFUNKEN (nunca esqueci esse nome),

pois era por onde a Voz do Brasil, as novelas (Direito de nascer) e o mundo entravam  sua casa.

Tinha um tal de Garrincha, Pelé

 

....................vou levar minha filha ali......e retorno já..... 





   BOTAFOGO COM VISÃO DAS ÁGUIAS...RENASCEMOS DO FOGO...PELO FOGO...PARA O FOGO...

lscunha

Desde 12/2007 • 14 anos de CANAL
Blumenau/SC

Garrincha


Em 14/01/2022 às 10:44
 

na minha família de 10 tios de cada ramo de pai e mãe, havia torcedores dos quatro grandes e também do américa.

meu pai era mineiro e veio para o Rio com 15 anos e de torcedor do galo para botafoguense, foi um pulo e era o único botafoguense da família.

ele não fez pressão direta, mas meus tios flamenguistas fizeram.

 

eu comecei a frequentar o Maracanã e demais estádios do Rio, após a copa de 50 e entrava com eu pai em todos os estádios, pois ele era detentor do Prêmio Belfort Duarte, pois havia sido jogador do América e do Vasco e parou de jogar profissionalmente, quando se casou com minha mãe em dezembro de 1944, que era uma americana fanática e tenho até hoje um caderno com os recortes de jornais e fotos do meu pai que ela montou.

ele partiu cedo, em 1955, vítima de um enfarte num jogo do departamento autônomo, onde jogava de forma amadora.

pois bem, aproveitando um compromisso de jogo do meu pai, que não podia me levar ao Maracanâ num domingo, justo de Botafogo x flamengo, meus tios me enfiaram uma camisa do flamengo e me levaram ao jogo nas cadeiras cativas, que ficavam entre a geral e a arquibancada em área coberta.

o flmengo entrou primeiro debaixo de aplusos e cantorias e era uma massa mais volumosa do que a do Botafogo e tome de fazerem minha cabeça.

eis que entra o Botafogo de calções brancos e quando vi aquele time com a estrela cintilando sobre seus corações, foi como uma flecha de cupido e eu me apaixonei e me recusei a continuar vestindo a camisa do flamengo e vi a partida, ganha pelo Botafogo (eles eram fregueses naquela época) sem camisa.

meu pai soube da tetativa e me lembro dele dizer para os meus tios que a magia daquela estrela era como a varinha de condão das fadas, que também possuem uma estrela na sua ponta.

nunca interferi nas opções de meus filhos e dos três que estão em Recife, do primeiro casamento e com mãe também botafoguense, são Sport e o garoto por paridade de cores, é flamengo aborrecido com a história do título do brasileiro que o flamengo quer tirar do Sport e as meninas são botafoguenses no Rio.

do segundo caxamento com uma tricolor, que foi nadadora do fluminensse, a menina é simpática aos dois, mas acha mais  charmoso dizer que é tricolor e o menino, entre a pressão do avô que era flamenguista, resolveu torcer por um time de São Paulo e justo o tricolor de quem não gosto e como meus parentes em Sampa e eu ser descendente de espanhóis e italianos, sugeri e ele virou Palmeirense, mas gosta e torce para o botafogo se dar bem, se não for contra o verdão.

o que eu sinto é que nós, botafoguenses, ao invés de carregarmos dentro do peito um pulsante coração, carregamos uma estrela que além de pulsar também cintila e por isto somos diferentes. 

lscunha 

 





LUIZ SERGIO CUNHA

emilio

Desde 11/2009 • 12 anos de CANAL
Belo Horizonte/MG

Garrincha


Em 14/01/2022 às 11:14
 

Meu pai levou-me pra ver Garrincha, em dia que ele curou ressaca no primeiro tempo, e tomamos de 4, e viramos pra 5 x 4 no segundo tempo.



Extra! Extra! Estão cancelados todos resultados das olímpiadas, motivo: não teve voto impresso.

Não terá apagão, acendam as lamparinas. 

lscunha

Desde 12/2007 • 14 anos de CANAL
Blumenau/SC

Garrincha


Em 14/01/2022 às 11:55
 

emílio,

 eu estava lá e com 13 anos e com meu pai falecido, meus primos aleticanos me levaram ao jogo no estadio independência.

o botafogo deixou o garrincha no banco, pois estava com problemas de uma contusão.

o jogo começou e o atlético foi logo marcando e o centroavante, que achei muitto bom e acho que se chamava alvinho ou coisa parecida (me lembro que o goleiro era o mussula) e o craque do time era o hilton chaves e foi para o intervalo ganhando de 4x0 e eu bem sacaneado pelos meus primos e pelos torcedores em volta, que naquela altura sabiam que eu era do Rio e botafoguense.

veio o segundo tempo e o Botafogo com o garrincha, acho que no lugar do eivaldo e tome de gols e no final, com dois gols do quarentinha, o Botafogo virou para 5x4 e aí comecei a gozar primos e arredores.

me corrija se eu estiver errado mas já faz quase 64 anos.

 

lscunha 





LUIZ SERGIO CUNHA

HomemTrans

Desde 01/2022
Duque de Caxias/RJ

Mirim


Em 14/01/2022 às 11:56
 

Eu escolhi a Estrela pq acredito num Ser superior e guia para me espelha



TF Careca come ** come ******

emilio

Desde 11/2009 • 12 anos de CANAL
Belo Horizonte/MG

Garrincha


Em 14/01/2022 às 12:39
 

lscunha disse:

emílio,

 eu estava lá e com 13 anos e com meu pai falecido, meus primos aleticanos me levaram ao jogo no estadio independência.

o botafogo deixou o garrincha no banco, pois estava com problemas de uma contusão.

o jogo começou e o atlético foi logo marcando e o centroavante, que achei muitto bom e acho que se chamava alvinho ou coisa parecida (me lembro que o goleiro era o mussula) e o craque do time era o hilton chaves e foi para o intervalo ganhando de 4x0 e eu bem sacaneado pelos meus primos e pelos torcedores em volta, que naquela altura sabiam que eu era do Rio e botafoguense.

veio o segundo tempo e o Botafogo com o garrincha, acho que no lugar do eivaldo e tome de gols e no final, com dois gols do quarentinha, o Botafogo virou para 5x4 e aí comecei a gozar primos e arredores.

me corrija se eu estiver errado mas já faz quase 64 anos.

 

lscunha 



eu tinha 5 anos... o que vem a memória é a cara inchada do Garrincha pedindo para o pessoal que vaiava esperar, e depois a goleada, não tinha jeito de ser framenguista igual ao meu pai.

Mesmo com 5 anos de alcolismo eu entendia...





Extra! Extra! Estão cancelados todos resultados das olímpiadas, motivo: não teve voto impresso.

Não terá apagão, acendam as lamparinas. 

jorgeluiz

Desde 05/2008 • 13 anos de CANAL
Brasilia/DF

Garrincha


Em 14/01/2022 às 14:07
 

jorgeluiz disse:

Os locutores Edson Leite e Oduvaldo Cozzi narravam as partidas do Brasil na Copa do Mundo do Chile em 1962.

Não sabia absolutamente nada sobre esse tal "futebol". Vindo do interior de Goiás, criança,  e nunca ter vista uma bola, lá brincávamos e chutávamos um FRUTO

CHAMADO LOBEIRA. Duro, maciço e redondo era a "bola de futebol". Em Goiânia, meu pai ouvia pelo único RÁDIO TELEFUNKEN (nunca esqueci esse nome),

pois era por onde a Voz do Brasil, as novelas (Direito de nascer) e o mundo entravam  sua casa.

Tinha um tal de Garrincha, Pelé

 

....................vou levar minha filha ali......e retorno já..... 

 

E esse tal de Garrincha encantava O MUNDO. Dali pra frente, sem entender o que era seleção do Brasil e times de futebol passei a GOSTAR DE

PELÉ E GARRINCHA. O tempo passou e mais informado passei a torcer pelo BOTAFOGO E SANTOS (sem ter noção de que estados eram). 

Tempos e tempos depois, conheci minha  primeira praia, em Santos, praia do Gonzaga, fiquei no Hotel Atlântico e fui na Vila Belmiro e já com a vida

mudada fui ao Rio de Janeiro. Naquela época conhecer o RIO era como ir para Miami, Orlando, ou qq paises da Europa. 

Fiquei em Araruama e depois fomos pro Hotel Trocadero (acho que é isso) na cara de Copacabana e ai não prestou, já devidamente CHAMUSCADO 

pelo BOTAFOGO fui à Sede, GS,  perto do Rio Sul e cheguei a morar no Leme trabalhando no Rio.

Um dos jogos que assisti no Maraca, dentre muitos,  foi o gol do Túlio contra um time da America do Sul onde ele coloca a mão na trave e faz um gol de calcanhar. 

Em que pese não preocupar com a época, sou do tempo de Garrincha, Manga, Jairzinho, Rogério, Marinho, Peri, Josimar, Beto, Mendonça, Wendell, Ferretão, Fischer  E TANTAS outras lendas que jogaram no Botafogo....... 

MUITAS EMOÇÕES SE PASSARAM e hoje vivemos para torcer pelo NEW PUT FIRE DE JOHN TEXTOR. Que está nos brindando com dias melhores........ 

 

 





   BOTAFOGO COM VISÃO DAS ÁGUIAS...RENASCEMOS DO FOGO...PELO FOGO...PARA O FOGO...

alvinegro21

Desde 07/2019 • 2 anos de CANAL
Rio de janeir/RJ

Garrincha


Em 14/01/2022 às 15:30
 

nem sei mais, talvez pelo meu tio, meu pai é flamenguista, mas aqueles de rotulo, nunca soube dele ter ido a um jogo sequer.

 

só sei que desde quando me entendo por gente sou botafogo.





É MELHOR MORRER DO QUE PERDER A VIDA

Image

cadu

Desde o início • 12+ anos de CANAL
Rio de Janeiro/RJ

Garrincha


Em 14/01/2022 às 16:21
 

Quando eu tinha sete anos, em 1966, meu padrinho (meu tio, irmão do meu pai, ambos botafoguenses) veio ao Rio nos visitar. Não tinha jogo do Botafogo, então decidiram ir às Laranjeiras, onde o Fluminense jogava contra um time pequeno pelo Carioca.

O estádio das Laranjeiras estava completamente lotado, não havia mais ingressos. Fomos, então, para o Maracanã, onde o Vasco enfrentaria, salvo engano, o São Cristóvão. 

Claro, o Vasco ganhou e eu pedi uma camisa do time de São Januário de presente. O meu padrinho, inteligentemente, me convenceu a analisar a hipótese de aceitar uma do Botafogo, também alvinegro. No dia seguinte, meu pai comprou a camisa e, ao abrir o presente, me apaixonei pelo escudo.

Daí foi um pulo. Começamos a ir aos jogos, eu e o meu amiguinho vizinho da rua, também botafoguense, levados pelo meu pai. O Botafogo foi bicampeão da Taça Guanabara e do Campeonato Carioca em 1967/1968.

Timaço inesquecível... E a torcida Alvinegra era conhecida como a "torcida das crianças", tamanha a quantidade de pequenos fãs angariados pelas gerações Garrincha/Nilton Santos e Jairzinho/Gerson, dentre tantos craques.


ultra

Desde 06/2011 • 10 anos de CANAL
Fortaleza/CE

Garrincha


Em 14/01/2022 às 17:12
 

Tenho 1 irmão vascaíno e outro botafoguense (mais velhos) , virei Botafogo acho que por causa daquele 2x 1 gol do Roberto em cima do Osmar, me peguei torcendo pro Botafogo todo jogo e fiquei desolado com a virada, tinha uns 8 anos

ultra

Desde 06/2011 • 10 anos de CANAL
Fortaleza/CE

Garrincha


Em 14/01/2022 às 17:15
 

A e o Mendonça era meu ídolo!

JUVENAL

Desde 11/2012 • 9 anos de CANAL
Rio de Janeiro/RJ

Profissional


Em 17/01/2022 às 17:41
 


 
Só o que me lembro.... 
 
 

SELETIME: Cao, Moreira, Zé Carlos, Leônidas e Waltencir; Carlos Roberto e Gérson; Rogério, Roberto, Jairzinho e Paulo Cézar.
Técnico: Zagallo.  


 
Páginas:

Fórum CANALBOTAFOGO - O Seu portal do Botafogo de Futebol e Regatas