Fórum CANALBOTAFOGO
Tópico de discussão

 
Páginas:
lscunha
  Primo rico e primo pobre

Desde 12/2007 • 14 anos de CANAL
Blumenau/SC

Garrincha


Em 08/04/2022 às 14:50

Na minha época de menino, havia um programa humorístico na Rádio Nacional, chamado “Balança, mas não cai”.

Um dos seus quadros de maior sucesso era o do Primo Rico e o Primo Pobre, com as respectivas interpretações de Paulo Gracindo e Zé Trindade.

O que mais chamava atenção eram as visões de vida de cada um dos personagens.

Hoje, o primo pobre é o BFR e o rico a SAF.

Então, temos que começar a pensar como o primo rico, mas que também era pão duro, pois não desperdiçava recursos e sempre apresentava soluções inteligentes que normalmente lhe trazia mais receitas.

Vejo na nossa torcida e me incluo nessa maioria esmagadora, uma ansiedade por contratações e, infelizmente, nos prendemos a nomes e não as funcionalidades decorrentes da sistemática de jogo que iremos praticar.

Exemplifico: temos três tipos de centroavantes:

1-     O rompedor, que arranca para cima do zagueiro, procurando 1x1, usando sua velocidade e voluntariedade, que é o mais adequado para sistemas que exploram os contra-ataques e cito como exemplo o Jairzinho.

2-     O pivô, que se posiciona a frente de um dos zagueiros e serve os companheiros que se infiltram entre a linha defensiva do adversário e que também gira entorno da zaga adversária e cito como exemplo o Tostão.

3-     O “come quieto”, que se coloca para receber a sobra e empurrar a bola para as redes e que passa a impressão de estar sempre no lugar certo e cito como exemplo o Túlio, o único dos citados que efetivamente era um centroavante.

Então o melhor tipo de centroavante, depende da sistemática principal de jogo, mas devido as variações táticas impostas pelo transcurso, é inteligente ter no elenco os 3 tipos, sendo que um deles, aquele que seria mais adequado para a sistemática de jogo do adversário, estar no banco.

Aqui, já começamos a ver que o especialista começa a perder terreno para versátil no futebol moderno.

Se encontrarmos um centroavante que consegue ficar confortável atuando dentro dessas três funções, seria uma contratação espetacular.

O mesmo raciocínio deve ser aplicado para as demais posições, pois assim formaríamos um elenco milionário em funcionalidade e é aí que entra o scouting.

Quando eu era menino, tinha uma quantidade considerável de primos e primas e nessa época de páscoa, minhas tias escondiam os ovos no jardim do casarão de meus avós maternos, para que procurássemos o mesmo.

Pois bem, eu encontrava um e continuava procurando e se achasse outro maior, eu simplesmente trocava e continuava procurando e acho que essa filosofia deveria ser rotineira no futebol.

Então devemos formar um bom time, mas continuar prospectando jogadores versáteis com capacidade de exercerem diversas funções, para burilarmos nosso time.

Nós, os ansiosos, devemos entender que tudo vem dentro do tempo certo e que as contratações não devem ser apenas por nome, mas por funcionalidade.

Abraços,

 

lscunha

 



LUIZ SERGIO CUNHA

 
Páginas:
Página principal

Fórum CANALBOTAFOGO - O Seu portal do Botafogo de Futebol e Regatas