Fórum CANALBOTAFOGO
Tópico de discussão

 
Páginas:
Tuxo
  Reflexão sobre a base

Desde 03/2015 • 6 anos de CANAL
Belo Horizonte/MG

Nilton Santos


Em 07/10/2021 às 11:47

Eu sei que muitos já vão entrar aqui xingando, mas eu quero expor minha opinião mesmo assim... 

Eu não acho a base uma bosta, pelo contrário, acho q revelamos bons valores... Craques? Não... Mas jogadores que seriam mais do que excelentes para o Botafogo, na situação em q se encontra há anos. 

Temos bons valores que aparecem jovens, e são queimados... Não por serem escalados, mas por serem julgados e ccrucificados com uma temporada ruim. Entendam, eu acho que uma temporada para um jogador jovem não é suficiente pra ele amadurecer. 

Tb não cobro que apareçam craques em profusão. 

Vou dar exemplos: 

Renan (goleiro) - era xingado o tempo inteiro aqui, está na europa ha muito tempo e é visto como bom e seguro goleiro; 

Doria - Era chamado de perna de pau por aqui, hj é um zagueiro seguor no mexico, em um dos melhores clubes, titular absoluto e capitao por diversas vezes 

Gilberto  LD - chamado de firuleiro, hj joga no benfica

Marcelo Benevenuto - A torcida do fortaleza está simplesmente apaixonada com o zagueiro

Jonathan LE (23 anos) - saiu daqui com galera chorando que ele ia embora, voltou ta todo mundo xingando o moleque

Poucos exemplos recentes que me vieram a cabeça, e se parar pra pensar, tem mais... 

Digo isso pq Diego Loureiro (23 anos), Matheus Nascimento (17  anos), Kanu 


Cara, são brilhantes? Não... Mas daqui uns 2 anos, um pouco mais talvez, sejam super uteis por aqui

fidel_garrincha

Desde 08/2012 • 9 anos de CANAL
Rio de Janeiro/RJ

Garrincha


Em 07/10/2021 às 11:59
 

Nossa base não é a melhor do mundo mas tá longe de ser esse horror que tanto pregam. Aliás, os jogadores que temos e tivemos na base eram e são melhores do que a maioria das tranqueiras que o Botafogo insiste em contratar. E isso sem nenhum investimento decente. Acredito que com mais investimento a coisa tende a melhorar.

 

A título de exemplo, a atual geração sub-20 tem vários jogadores que podem ser úteis daqui a algum tempo.



emilio

Desde 11/2009 • 12 anos de CANAL
Belo Horizonte/MG

Garrincha


Em 07/10/2021 às 12:03
 

Se investissem na base 20% do que gastaram com tranqueiras sul-americanos + ex-jogador brasileiro em atividade, teríamos uma base melhor que a do framengo.

 





Extra! Extra! Estão cancelados todos resultados das olímpiadas, motivo: não teve voto impresso.

Não terá apagão, acendam as lamparinas. 

marcosaureliopaiva

Desde 11/2007 • 14 anos de CANAL
rio de janeiro/RJ

Garrincha


Em 07/10/2021 às 12:15
 

Matheus Nascimento acaba de ser eleito pelo THE GUARDIAN, um dos melhores talentos do futebol MUNDIAL  e isso com apenas 17 anos. 



 
 
 
 
 

 

 
 

Mineirow@hotmail.com

Desde 09/2013 • 8 anos de CANAL
zona rural/MG

Garrincha


Em 07/10/2021 às 12:17
 

Base forte.

Nunca critiquei.





βÓτΛƒÔ

Mineiro♣

 

 

 

Tuxo

Desde 03/2015 • 6 anos de CANAL
Belo Horizonte/MG

Nilton Santos


Em 07/10/2021 às 12:23
 

emilio disse:

Se investissem na base 20% do que gastaram com tranqueiras sul-americanos + ex-jogador brasileiro em atividade, teríamos uma base melhor que a do framengo.

 


fidel_garrincha disse:

Nossa base não é a melhor do mundo mas tá longe de ser esse horror que tanto pregam. Aliás, os jogadores que temos e tivemos na base eram e são melhores do que a maioria das tranqueiras que o Botafogo insiste em contratar. E isso sem nenhum investimento decente. Acredito que com mais investimento a coisa tende a melhorar.

 

A título de exemplo, a atual geração sub-20 tem vários jogadores que podem ser úteis daqui a algum tempo.


Concordo plenamente


Vini-s

Desde 02/2016 • 5 anos de CANAL
Porto Alegre/RS

Garrincha


Em 07/10/2021 às 12:47
 

Tuxo disse:
Eu sei que muitos já vão entrar aqui xingando, mas eu quero expor minha opinião mesmo assim... 

Eu não acho a base uma bosta, pelo contrário, acho q revelamos bons valores... Craques? Não... Mas jogadores que seriam mais do que excelentes para o Botafogo, na situação em q se encontra há anos. 

Temos bons valores que aparecem jovens, e são queimados... Não por serem escalados, mas por serem julgados e ccrucificados com uma temporada ruim. Entendam, eu acho que uma temporada para um jogador jovem não é suficiente pra ele amadurecer. 

Tb não cobro que apareçam craques em profusão. 

Vou dar exemplos: 

Renan (goleiro) - era xingado o tempo inteiro aqui, está na europa ha muito tempo e é visto como bom e seguro goleiro; 

Doria - Era chamado de perna de pau por aqui, hj é um zagueiro seguor no mexico, em um dos melhores clubes, titular absoluto e capitao por diversas vezes 

Gilberto  LD - chamado de firuleiro, hj joga no benfica

Marcelo Benevenuto - A torcida do fortaleza está simplesmente apaixonada com o zagueiro

Jonathan LE (23 anos) - saiu daqui com galera chorando que ele ia embora, voltou ta todo mundo xingando o moleque

Poucos exemplos recentes que me vieram a cabeça, e se parar pra pensar, tem mais... 

Digo isso pq Diego Loureiro (23 anos), Matheus Nascimento (17  anos), Kanu 


Cara, são brilhantes? Não... Mas daqui uns 2 anos, um pouco mais talvez, sejam super uteis por aqui



A gestão da nossa base melhorou demais em relação ao longo hiato aí de mais de 25 anos de nulidade absoluta, entre 85 e 2010, mais ou menos.

Tu tira um Djair em um quarto de século. Patético. (aliás, tem um certo mérito, ou sorte, ou o que seja, do Nefasto nisso). 

Dos ultimos 15 anos, a base tem se mostrado muito útil em fornecer jogadores importantes pro clube, dando retorno técnico, com jogadores que são titulares e contribuem de forma efetiva (Sassá, Matheus Fernandes, Benevenuto, Gabriel, Renan Goleiro, Kanu), e/ou financeiro (Rabello, Vitinho, Dória, Matheus Fernandes, Luis Henrique, Caio Alexandre). 

 

O que pega é a comparação com a base de outros clubes - em termos de qualidade dos atletas e ganhos financeiros.

 

Porra, Dória tinha muito apoio aqui e nem acho que ele tenha sido perseguido pela torcida. Mas não dá pra citar como exemplo de sucesso, um cara que bomba em times médios pra pequenos na Europa e só se firma no México. Até pelo aspecto comparactivo. Qq outro time grande brasileiro vai ter zagueiro da sua base no Milan (Léo Duarte), no PSG (Marquinhos), no Chelsea (Thiago Silva, se bem que esse é de base de time pequeno), Real (Militão)...

Mais ou menos dessa safra/geração do Dória, só aqui do RS sairam uns 10 jogadores pra fazerem sucesso em times de ponta da Europa (Arthur, Oscar, Douglas Costa, Lucas Leiva, Pato, Cebolinha e Pepê (Benfica e Sporting médios, mas grana boa), etc).

 

Qual foi o último jogador da base do Botafogo a ser titular da seleção ou um reserva que jogava bastante? Obviamente que jogando aqui não tem como, mas originário mesmo. Na atual, Santos tem (Neymar, Danilo), Inter tem (Alisson e Fred), Curintia (Marquinhos), Gremio (Everton), Flamengo (Paquetá), SP (Casemiro e Militão), Palmeiras (Gabriel Jesus), Flor (Gerson), até o América (Richarlisson) tem e o Vasco teve na copa (Coutinho) e tem de novo (Douglas).

 

Alemão, nos anos 80, talvez (Josimar mesma época, mas nem chegou a se firmar na seleção, apesar da Copa de 86). 

 

 

 

A base melhorou em relação a si mesmo, e até aqueles que não dão um grande retorno finaceiro direto, dão indireto, sendo titulares importantes e evitando gastos pra trazer jogador de fora.

Mas ainda tá muito, muito abaixo da base de qq outro dos 12 grandes (isso que dependendo do período ainda podia colocar Vitória no ranking).





 

 

 

 

 

Subiu o imorrível... 

Manga

Desde 02/2007 • 14 anos de CANAL
Rio de Janeiro/RJ

Garrincha


Em 07/10/2021 às 12:48
 

Tuxo,

Esqueceu de vários aí que são, NO MÍNIMO, de bom nível para o futebol Brasileiro (praticado aqui).

Igor Rabelo, Gabriel (volante do Corinthians) e Vitinho já são consolidados nessa prateleira. 

Fora outros que tiveram pequenos brilharecos e se perderam (ex: Alano, Jadson e Sassa)

Tem tb aquele merda do Assassino, que prefiro não comentar.  



Vini-s

Desde 02/2016 • 5 anos de CANAL
Porto Alegre/RS

Garrincha


Em 07/10/2021 às 12:55
 

emilio disse:

Se investissem na base 20% do que gastaram com tranqueiras sul-americanos + ex-jogador brasileiro em atividade, teríamos uma base melhor que a do framengo.

 



Nâo sei se a conta é tão simples, não, Emilio. Qdo tu pegar uma tranqueira dessas de salário alto comparado com um da base, ok, parece fechar. Mas a base como um todo é caríssimo de manter, pq tu sustenta 20 pra revelar um.

No caso do Botafogo que só pega jogador de graça, os 20% que se gasta de salário nesses caras sequer banca as categorias de base, qdto mais importar em aumento de investimento.

 

O Flamengo tem gasto na casa de 60 milhões com a base. O Botafogo não chega a 10.

Gastamos 250 milhões com algum gringo ou ex atleta em um ano, pra jogar 20% desse valor e empatar investimentos? 

 

Custo com formação de atletas do Flamengo:

2013 – R$ 8,195 milhões*
2014 – R$ 7,406 milhões*
2015 – R$ 10,526 milhões*
2016 – R$ 16,652 milhões*
2017 – R$ 23,832 milhões**
2018 – R$ 35,201 milhões**
2019 – R$ 44,123 milhões**
2020 (até 30 de junho) – R$ 52,282 milhões***

*Valores retirados dos demonstrativos financeiros referentes a cada ano
** Valores retirados da demonstração financeira de 2019
***Valores retirados da demonstração financeira do primeiro semestre de 2020

.





 

 

 

 

 

Subiu o imorrível... 

Vini-s

Desde 02/2016 • 5 anos de CANAL
Porto Alegre/RS

Garrincha


Em 07/10/2021 às 13:11
 

Tuxo disse:
Eu sei que muitos já vão entrar aqui xingando, mas eu quero expor minha opinião mesmo assim... 

Eu não acho a base uma bosta, pelo contrário, acho q revelamos bons valores... Craques? Não... Mas jogadores que seriam mais do que excelentes para o Botafogo, na situação em q se encontra há anos. 

Temos bons valores que aparecem jovens, e são queimados... Não por serem escalados, mas por serem julgados e ccrucificados com uma temporada ruim. Entendam, eu acho que uma temporada para um jogador jovem não é suficiente pra ele amadurecer. 

Tb não cobro que apareçam craques em profusão. 

Vou dar exemplos: 

Renan (goleiro) - era xingado o tempo inteiro aqui, está na europa ha muito tempo e é visto como bom e seguro goleiro; 

Doria - Era chamado de perna de pau por aqui, hj é um zagueiro seguor no mexico, em um dos melhores clubes, titular absoluto e capitao por diversas vezes 

Gilberto  LD - chamado de firuleiro, hj joga no benfica

Marcelo Benevenuto - A torcida do fortaleza está simplesmente apaixonada com o zagueiro

Jonathan LE (23 anos) - saiu daqui com galera chorando que ele ia embora, voltou ta todo mundo xingando o moleque

Poucos exemplos recentes que me vieram a cabeça, e se parar pra pensar, tem mais... 

Digo isso pq Diego Loureiro (23 anos), Matheus Nascimento (17  anos), Kanu 


Cara, são brilhantes? Não... Mas daqui uns 2 anos, um pouco mais talvez, sejam super uteis por aqui



Tuxo, Renan no momento está desempregado, após passar uns anos em que alterna titularidade e reserva de um time da Bulgária... Que mal dá pra chamar de Europa, ainda mais em termos de futebol.

Benevenuto sempre teve apoio aqui e foi queridinho da torcida - uma época era até solução pra LD. Só que o ano passado foi ridiculo, né. Fez um bom carioca e inicio de Brasileiro, depois se perdeu totalmente, dentro e fora de campo (o time no Z4, e o maluco fumando narguilé em churrasco e indo em festinha clandestina com o Babi no ápice da pandemia). Por muito, muito menos, vários jogadores do Palmeiras levaram enquadro e dedo na cara da torcida deles. Isso com o time bem.

Gilberto tbm teve apoio da torcida, até mesmo depois de ter protagonizado o 4x0 dos mulambos em 2013. Saiu pq o Lopes vacilou na renovação de contrato dele. E evoluiu muito no Flor, tanto que da outra vez ele bateu e voltou na Fiorentina/Verona, e teve uma passagem discreta pelo Vasco. 





 

 

 

 

 

Subiu o imorrível... 

Tuxo

Desde 03/2015 • 6 anos de CANAL
Belo Horizonte/MG

Nilton Santos


Em 07/10/2021 às 16:07
 

Vini-S

Concordo contigo tb... acho q se pensarmos em comparação, realmente ficamos bem atras... 

Mas eu quis mais pontuar em relação a situação atual... Temos jogadores muito jovens que podem ser uteis para o Botafogo. 

 

Aí a gente ve umas tranqueiras aí que recebem uma grana, realmente não da pra crucificar jogador novo da base.. 

mas assim, concordo demais com vc. 


 



Vini-s

Desde 02/2016 • 5 anos de CANAL
Porto Alegre/RS

Garrincha


Em 07/10/2021 às 17:24
 

Tuxo disse:

Vini-S

Concordo contigo tb... acho q se pensarmos em comparação, realmente ficamos bem atras... 

Mas eu quis mais pontuar em relação a situação atual... Temos jogadores muito jovens que podem ser uteis para o Botafogo. 

 

Aí a gente ve umas tranqueiras aí que recebem uma grana, realmente não da pra crucificar jogador novo da base.. 

mas assim, concordo demais com vc. 



Exato.

O foco da base é ter jogador útil.

Se tu tiver uns 5, 6 caras medianos, que sejam bons reservas ou titulares eventuais, já é lucro, pq são 5 ou 6 caras medianos que tu não tem que buscar no mercado e o dinheiro que iria pra esses tu pode usar em um extraclasse, uma contratação pontual (se fosse o caso de ter dinheiro).

O caso do Botafogo que raramente contrata de forma onerosa (seja pelos direitos ou por empréstimo) é um pouco sui generis, mas vamos considerar que poupa em salários pra medianos de fora, sobrando mais pra pagar um salário mais alto pra um melhorzinho. 

Errado é achar que o clube tem que revelar um craque por temporada ou ter expectativa disso. 

Claro, no nosso caso tem que melhorar no 'craque da geração', poderia ser ao menos um Vitinho a cada 3 anos, e não a cada 15 anos (sendo o caminho recheado de Pachus, Tanques, Enios, Alex, etc).

 

Eu não sei explicar direito o que acontece, se é realmente só na captação (o Emilio sempre cita que o Botafogo é a 4a opção, Mineiro diz que são todos fracos ou limitados).

Pq teve gerações que eram relativamente talentosas dentro da categoria, o que enfraquece essa tese que só chega tranqueira, como o sub 20 do Barroca campeão brasileiro.

 

O time de sub-20 campeão deixou Matheus Fernandes, Kanu e Marcelo ok, mas é pouco e faltou o diferenciado. Bochecha, Yuri, Alison, Pachu e Gorne (que dizem que rivalizava artilharia com o Pedro) não aconteceram. 

 





 

 

 

 

 

Subiu o imorrível... 

arbusto

Desde 01/2014 • 7 anos de CANAL
Brasília/DF

Nilton Santos


Em 07/10/2021 às 17:31
 

Se por um lado, a partir do Nefasto, a base passa a promover mais jogadores, por outro lado, esse mesmo Nefasto quebrou o clube em 2013

Disso decorre alguns problemas críticos em torno da base

1) dificuldade e limitação de investimento na captação e formação  

2) dificuldade de montagem de elenco no profissional, o que leva a lançar jogadores da base para apagar incêndio, i.e., sem qlq planejamento ou transição bem feita

3) do item anterior, aqueles que se destacam de forma praticamente imediata, são vendidos a preços irrisórios

4) o clube não consegue se posicionar no mercado como formador, nem como vendedor de valores 



emilio

Desde 11/2009 • 12 anos de CANAL
Belo Horizonte/MG

Garrincha


Em 07/10/2021 às 18:34
 

Cocorrer com framengo na captação tornou-se quase impossível. Eles fazem o que fazíamos nos anos 60, os tais consulados e embaixadas.. Curioso é que muito antes deles fazerem isso eu já postei aqui, malhei com Diretorias do Botafogo, arranjei estrutura para eles fazerem isso, e não me deram atenção..

Mas ainda tem jeito de captar mais e melhor do que eles..

 





Extra! Extra! Estão cancelados todos resultados das olímpiadas, motivo: não teve voto impresso.

Não terá apagão, acendam as lamparinas. 

Vini-s

Desde 02/2016 • 5 anos de CANAL
Porto Alegre/RS

Garrincha


Em 07/10/2021 às 18:42
 

arbusto disse:

Se por um lado, a partir do Nefasto, a base passa a promover mais jogadores, por outro lado, esse mesmo Nefasto quebrou o clube em 2013

Disso decorre alguns problemas críticos em torno da base

1) dificuldade e limitação de investimento na captação e formação  

2) dificuldade de montagem de elenco no profissional, o que leva a lançar jogadores da base para apagar incêndio, i.e., sem qlq planejamento ou transição bem feita

3) do item anterior, aqueles que se destacam de forma praticamente imediata, são vendidos a preços irrisórios

4) o clube não consegue se posicionar no mercado como formador, nem como vendedor de valores 



Não acho que isso necessariamente decorra de 2013.

Pq antes disso todos esses problemas críticos já eram presentes, talvez em grau ainda maior, como os exemplos que ilustrei, de basicamente ter revelado só o Djair em 25 anos e não ter na seleção um jogador formado em General desde o volante Alemão.

 

Se hoje tá ruim, já foi bem pior, ainda que supostamente os problemas financeiros pré Assumpção fossem menores. Tanto que, tirando o Vitinho e Gabriel, todos os grandes retornos técnicos e financeiros são pós 2013. Inclusive com captação em outros clubes (Rabello ex flor, LH do Tres de Maio, Marcelo Boavista)  





 

 

 

 

 

Subiu o imorrível... 

arbusto

Desde 01/2014 • 7 anos de CANAL
Brasília/DF

Nilton Santos


Em 07/10/2021 às 19:38
 

Eu concordo contigo em relação a situação da base pré 2013

O problema é que a política de aproveitamento da base a partir do Nininho, coincide com o início implosão financeira do clube iniciada com o próprio Nininho

Esse é o ponto

Se ele iniciou o processo, ele mesmo impôs as travas pelos fatores que mencionei  



juliomelo

Desde 07/2019 • 2 anos de CANAL
São Luís/MA

Nilton Santos


Em 25/10/2021 às 09:52
 

Para Inter, liderança do River na Argentina é das melhores notícias do ano

 

 

O técnico Marcelo Gallardo está prestes a conquistar o seu primeiro título argentino como técnico. E a liderança do River Plate no torneio local é vista no país como o trabalho mais artesanal de todos os executados pelo treinador. O River teve confronto direto pelo título contra o Talleres na semana passada - fora de casa, em Córdoba - e venceu por 2 a 0, mesmo com jogador a menos desde os 8 minutos. Mostrando que decisões não são só para veteranos, Gallardo pôs entre os titulares nada menos que seis "pratas da casa", que deram conta de uma parada bravíssima: os zagueiros Felipe Peña Biafore (20 anos) e Héctor David Martínez (23), os volantes Enzo Fernández (20) e Santiago Simon (19) e os meia-atacantes Benjamín Rollheiser (21) e Julián Alvarez (21).

 

É a coroação de um projeto esportivo de longo prazo que dá resultados justamente na conquista que falta a Gallardo no comando deste River que volta a campo hoje (25), ante o Argentinos Juniors, no Monumental, às 19h (de Brasília). A base do River é vista mundo afora como a melhor da América e uma das mais ricas de todo o planeta. E o mérito de Gallardo está em formar um elenco profissional que permite a chegada das "jóias" ao lado de medalhões importantes como titulares ou reservas, como os goleiros Armani e Lux, os zagueiros Pinola e Maidana e os volantes Ponzio e Enzo Pérez.

 

River ganha, Inter comemora

 

 O modelo de sucesso do River é uma das grandes notícias do ano para o Internacional. Em março, sob nova gestão esportiva, o Colorado reformulou sua base e contratou o argentino Gustavo Grossi - justamente o profissional à frente das fornidas "canteras" do River que agora explodem suas sementes. De acordo com ele, o projeto do Inter é de "médio a longo prazo, de no mínimo três anos" (é agora, no sétimo de Gallardo, que o River escala sua maioria de pratas de casa). O primeiro, neste 2021, é voltado às reformas e à profissionalização da base, sem deixar de lado a captação de talentos "São muitas diferenças entre os atletas brasileiros e argentinos. As genéticas são bem diferentes e variadas entre si. Outra coisa que difere bastante é que a iniciação de alguns atletas brasileiros ocorre no futsal. O Brasil tem um perfil próprio, é um continente que se move ao redor de si", disse Gustavo, à coluna. E como o Inter pretende aproveitar este fluxo? "Estamos trabalhando para ser o clube que trabalha melhor no Rio Grande do Sul na captação e na organização, também marcando presença em Santa Catarina, no Paraná, no Rio, em Brasília, São Paulo e até em Salvador. Em três anos, queremos estar entre os cinco melhores do país. Depois, entre os três melhores. E se estamos  entre os três melhores do Brasil, estamos entre os melhores do mundo", explica. "O projeto institucional prevê prioridade não só de investimento, mas também para permitir a entrada dos atletas no time principal, sem pular etapas", finaliza, dando a entender que o foco é a qualidade, mais que a quantidade

 

O "celeiro de ases"

 

A estrutura, claro, tem de acompanhar esta ambição colorada. Parar isso, o time reabriu no mês passado o CT Alvorada, o "celeiro de ases". Gramados foram reformados, e espaços para atividades específicas acabaram sendo criados justamente para manter a engrenagem funcionando bem. "Nossa motivação é profissionalizar a paixão pelo Internacional, e a nova infraestrutura permite maior qualidade na formação", afirma Gustavo. Provando o caráter multidisciplinar do futebol atual, o clube informa que há novas salas de "assistência social, nutrição, psicologia, pedagogia e TI, lazer, estudos e espaço exclusivo para os supervisores de cada categoria



juliomelo

Desde 07/2019 • 2 anos de CANAL
São Luís/MA

Nilton Santos


Em 25/10/2021 às 09:58
 

Tá ai um modelo a ser seguido. Principalmente no item qualidade e não quantidade...

lscunha

Desde 12/2007 • 13 anos de CANAL
Blumenau/SC

Garrincha


Em 25/10/2021 às 10:41
 

a base é um repositório de esperanças e se a safra não for boa, se espera que seja melhor na nova colheita.

na agricultura se revira e aduba a terra.

depois se semeia e se irriga.

penso que essa prática deva ser permanente.

 face nosso calendário e o tempo gasto com viagens, a base passa a ser a última oportunidade de se adquirir e aprimorar fundamentos técnicos, pois depois que se passa por ela, isso fica difícil.

é mais fácil ensinar fundamenrtação esquemática a quem possui bom nível de fundamentação técmnica donque ensinar essa fundamentação aos que possuem bomn entendimento esquemático, pois afinal, a garotada tem quue ser preparada para ser jogador e não treinador, pois isso poden estudar com maisnprofundidade, quando encerrar sua carreira como jogador.

a base e por isso se cha=ma base, ´pe que dá suporte as demais categorias e tem que ser bem trabalhada.

 

lscunha 





LUIZ SERGIO CUNHA

elramo

Desde o início • 12+ anos de CANAL
Rio de Janeiro/RJ

Garrincha


Em 25/10/2021 às 17:23
 

Tipo de tópico legal e que justifica a gente entrar aqui no canal...

Tuxo

Desde 03/2015 • 6 anos de CANAL
Belo Horizonte/MG

Nilton Santos


Em 25/10/2021 às 18:55
 

lscunha disse:

a base é um repositório de esperanças e se a safra não for boa, se espera que seja melhor na nova colheita.

na agricultura se revira e aduba a terra.

depois se semeia e se irriga.

penso que essa prática deva ser permanente.

 face nosso calendário e o tempo gasto com viagens, a base passa a ser a última oportunidade de se adquirir e aprimorar fundamentos técnicos, pois depois que se passa por ela, isso fica difícil.

é mais fácil ensinar fundamenrtação esquemática a quem possui bom nível de fundamentação técmnica donque ensinar essa fundamentação aos que possuem bomn entendimento esquemático, pois afinal, a garotada tem quue ser preparada para ser jogador e não treinador, pois isso poden estudar com maisnprofundidade, quando encerrar sua carreira como jogador.

a base e por isso se cha=ma base, ´pe que dá suporte as demais categorias e tem que ser bem trabalhada.

 

lscunha 


Eu sempre fui da ideia que o futebol brasileiro caiu enormemente de qualidade, quando passaram a peneirar os moleques baseanndo-se na força e tamanho. 

O foco deve ser a tecnica inata, o talento, pq o resto se desenvolve dps


emilio

Desde 11/2009 • 12 anos de CANAL
Belo Horizonte/MG

Garrincha


Em 26/10/2021 às 05:59
 

Problema de base é captação, o que o framerda faz hoje pelo país inteiro. Ontem passei em Ubá-MG, Astolfo Dutra, Dona Eusébia, Rodeiro, Cataguases, etc. proliferado de camisas do capeta, e pasmem de campos de futebol, de todos os tamanhos, e pergutando, porque perguntar não ofende, e eu pergunto mesmo, fiquei sabendo que são de pessoas locais, empresários do ramo do mobiliárioi que investem, para garimpar jogador para eles. Quanto mais elementos humanos observados, maior a chance de sucesso, isso é óbvio.

Nenhum treinamento no mundo, nem em Xerém, nem no River Plate fará Diego Gonçalves, Dinorex, ser jogador de futebol, ser Bruno Henrique, mesmo treinamento fundamentos o tempo todo.

Botafogo tinha isso nos anos 60, mesmo sem o nível de comunicação de hoje. De divisão de base vieram: Hélio, Mura, Moreira, Zé Carlos, Dimas, Carlos Roberto, Nei Conceição, Afonsinho, Arlindo, Rogério, Jairzinho, Roberto, Dedé, Paulo César, Othon Valentim, Iroldo, Amoroso, etc.

Não adianta o melhor centro de treinamento do mundo sem talento natural. Poucas crianças praticam futebol hoje no Brasil, por isso a escassez de revelações, qualquer nome que surge é uma festa.





Extra! Extra! Estão cancelados todos resultados das olímpiadas, motivo: não teve voto impresso.

Não terá apagão, acendam as lamparinas. 

juliomelo

Desde 07/2019 • 2 anos de CANAL
São Luís/MA

Nilton Santos


Em 26/10/2021 às 07:45
 

Mas craques eles fazem em xerém.........os próprios mulambos  falam isso.

 



 
Páginas:

Fórum CANALBOTAFOGO - O Seu portal do Botafogo de Futebol e Regatas