Fórum CANALBOTAFOGO
Tópico de discussão

 
Páginas:
stemp
  Será que é pecado?

Desde 02/2008 • 11 anos de CANAL
São Gonçalo/RJ

Garrincha


Em 12/08/2019 às 17:44

 


SERÁ QUE É PECADO 
MISTURAR FUTEBOL COM RELIGIÃO?

 

 

Qual o significado da palavra “RELIGIÃO”?

 

Religião vem do latim ¨religare¨, tem o significado de religação. Essa religação se refere entre uma nova ligação entre o homem e Deus. Sabendo disso, conclui-se que o real significado da palavra é JESUS CRISTO, pois Ele é o único mediador entre Deus e os homens, não há outro. A Bíblia assim diz, na pessoa de Jesus: ninguém vai ao Pai senão por mim. Todos pecaram e foram destituídos da Glória de Deus.

Mas o quadro foi totalmente mudado quando Ele se ofereceu em sacrifício em nosso lugar. O que a maior parte das pessoas toma por religião é, na verdade, denominação. Católicos, Assembleianos, Metodistas, Batistas, etc. são denominações. Jesus morreu por todos e para se ter uma religião é só se converter a Ele.

(www.dicionarioinformal.com.br)

 

Podemos então concluir que houve uma leve distorção deste significado original, mas o foco sempre será esta “religação” com Deus, pois este é o plano, retornarmos para Ele!

Dentro deste princípio, eu estabeleci que existem vários “vetores” de religação com Deus. Claro que as religiões são o principal elo entre nós e Ele, mas vejamos por exemplo a música! Em várias religiões a própria música é usada para tocar o coração da assistência, não é assim? Isso se dá porque as melodias fazem vibrar as emoções, tocam literalmente a alma! Então a música é também um vetor!

Quando precisa vender um produto, você desenvolve uma estratégia de marketing com belos temas musicais, textos elucidativos, além de lançar mão de cores para sugerir sabores, etc...

Deus age da mesma forma. Ele nos quer de volta e está à nossa espera de braços abertos. Isso é perfeitamente lógico, é sensato!

Mas nem todos nós vamos à igreja, às sinagogas ou mesquitas, aos locais onde se pregam a Sua palavra. E como ficam estas pessoas? É justo que fiquem de fora, que não tenham a chance de experimentar a beleza de saber que temos uma segunda chance? Não lhe parece que Ele possa usar vários e vários vetores para alcançar toda a sua criação?

E por que não – e também – o futebol?

O futebol não é um esporte como qualquer outro, ele é universal. É o mais praticado no planeta, move paixões, as pessoas amam seus clubes, então pense... Por que não?

Até onde se sabe ele teve origem na China, mas o futebol também era praticado em nosso continente muito antes de seu descobrimento. O futebol mesoamericano era chamado pok-ta-pok. E na civilização maia, teve papel importante na história da criação do mundo, relatada em seu livro sagrado, o Popol Vuh.

Repare no texto no Wikipedia que define esta particularidade:

 

“O Popol Vuh define a importância do jogo de bola maia muito para além de um mero desporto. Fornece ainda importantes analogias para a interpretação do jogo de bola desde uma perspectiva mitológica. As primeiras aventuras relacionadas com o jogo de bola estabelecem a relação entre as pessoas e os deuses.”

 

Resumindo: Para aquela civilização, o jogo de bola era mais que um simples esporte e estabelecia uma relação entre pessoas e seus deuses!

Embora sendo uma religião primitiva, havia uma noção de que o esporte praticado por eles, de certa forma, estabelecia uma relação com o divino. Agora, vamos a um detalhe surpreendente, o assunto em pauta é “Religião”, que em latim é “Religare”, que significa religação. Notem que existe a necessidade de religar, já que algo foi anteriormente descontinuado... Isto é, basicamente, trazer o homem de volta a Deus, correto? E nós estamos falando de uma civilização que usava o futebol como um vetor para isso, e mais... Eles construíram uma pirâmide com um jogo de sombras que apresenta um movimento em duas direções, uma vinda e uma “volta”!

A sombra da serpente emplumada desce em 21 de março e retorna para o céu, em 21 de setembro, todos os anos! Não seria este fenômeno uma forma de abordar esta “religação” com o que foi perdido? E por que acontecem justamente no dia 21? E a conta, que eu de forma insistentemente faço, que tem a ver com o nosso Botafogo:

12 x 12 = 144

21 x 21 = 441

Com tantas informações cruzadas, apontando para um planejamento extraordinário, não suscita que devamos observar para os fatos de forma desarmada para compreender que não é algo tão absurdo assim?

Eu também tenho usado muito como argumento uma palestra do Alexandre Caldini em que ele de forma magistral nos lembra que afirmar que o mundo não tem evoluído é olhar para pouco espaço de tempo, e que se olharmos para a idade média, veremos que sim, o mundo está evoluindo sim, pois já não se fazem tantas aberrações quanto naquele tempo.

Então o segredo está em se olhar para um período longo!

Se aplicarmos este princípio para minha argumentação, veremos que o futebol tem em sua origem o DNA do “religare”, algo que nos remete aos céus e que fala em retorno ao nosso Criador.

Talvez “misturar” futebol com religião não seja algo tão errado, talvez o futebol seja apenas mais um dos muitos vetores que nos ajudam a refletir por intermédio de mensagens extraordinárias, sobre a necessidade de retornarmos para Deus, apenas isso!

E se é assim, eu afirmo que o Botafogo é o legítimo candidato a mensageiro desta mensagem, até porque, o deus maia Kukulkán, que é o planeta Vênus, veio parar no nosso escudo e o 12 e o 21 são eternamente a nossa marca registrada em forma de sinais, nesta longa estrada que a nossa estrela solitária nos conduz!

 

 - Quando eu escrevo, é pra fazer você pensar!

 

Um colossal abraço do Stemp, da Luana Carolina
da Solange Requeijão e da Lara, a doninha do meu coração!
 
 

 



 

 

"Não há futuro com a corrupção sistêmica que destrói nossa democracia, nosso bem estar econômico e nossa dignidade como País"

(Sérgio Fernando Moro - 13/3/2016)

 

 "Quando um governo não respeita as leis, não respeita o povo que deposita nelas as suas esperanças"

(NStemp - 21/12/2012)

 

 

 
Páginas:
Página principal

Fórum CANALBOTAFOGO - O Seu portal do Botafogo de Futebol e Regatas