Fórum CANALBOTAFOGO
Tópico de discussão

 
Páginas:
mirandafac
  SOBRE A MP QUE ALTERA OS DIREITOS DE TRANSMISSÃO DO FUTEBOL

Desde 08/2011 • 9 anos de CANAL
rio de janeiro/RJ

Garrincha


Em 20/07/2020 às 16:57

Em debate com Rodrigo Capelo, presidente do Bahia apresenta ótimos argumentos factuais e jurídicos sobre o assunto:

 

https://youtu.be/wpj_UUD9MH8

alvinegro21

Desde 07/2019 • 1 ano de CANAL
Rio de janeir/RJ

Garrincha


Em 20/07/2020 às 17:23
 

é que os jormalista são bem burros.



“...Você tem direito a sua própria opinião, mas não a seus próprios fatos...” (Daniel Moynihan).

Há coisas mais importantes do que viver!

 


 

FOGÃO V.R.

Desde 01/2012 • 8 anos de CANAL
Volta Redonda/RJ

Garrincha


Em 20/07/2020 às 18:26
 

Eu juro que não entendo direito esse assunto.

Na minha opinião de leigo a Globo levou uma rasteira do seu queridinho, mancomunado com o capitão Bozo.

Mas o presidente do Bahia diz que não,quem sou eu para discordar.

Só acho que o Botafogo,no momento,é parte frágil nesse processo,se alguns clubes pegam uma gripe comum,corre o risco da gente ter pneumonia dupla. 

 



vini-s

Desde 02/2016 • 4 anos de CANAL
Porto Alegre/RS

Garrincha


Em 20/07/2020 às 18:56
 

FOGÃO V.R. disse:

Eu juro que não entendo direito esse assunto.

Na minha opinião de leigo a Globo levou uma rasteira do seu queridinho, mancomunado com o capitão Bozo.

Mas o presidente do Bahia diz que não,quem sou eu para discordar.

Só acho que o Botafogo,no momento,é parte frágil nesse processo,se alguns clubes pegam uma gripe comum,corre o risco da gente ter pneumonia dupla. 

 


Não assisti ainda o vídeo, mas tem dois extremos que podem faturar com isso, time com muita torcida (Fla e Curintia, mas só o 1o pela boa fase) e time com torcida grande mas que ganham menos que o bloco intermediário (Bahia e, talvez, Sport).

Botafogo, Santos e Flor tão entre os que mais vão se ferrar, considerando o que ganham hoje e o engajamento de sócios que tem. 

O Marcelo Guimarães é realmente muito capacitado - tem que ver se ele não parte do pressuposto errado de que haverá negociação em bloco de liga (o que me parece pouco crível). 

 

 



Tadeu20

Desde 01/2011 • 9 anos de CANAL
Rio de Janeiro/RJ

Garrincha


Em 20/07/2020 às 21:22
 

Até que a MP seja convertida em lei, ou caducado, não tem nada garantido.



"Todo mundo é igual. Você é que nem eu, e eu como você".

rjkfogao

Desde 07/2019 • 1 ano de CANAL
Rio de janeiro/RJ

Mirim


Em 20/07/2020 às 22:24
 

Vai caducar isso ai, congresso nao vai votar tão cedo

MSB

Desde 12/2019
Nova Friburgo/RJ

Nilton Santos


Em 20/07/2020 às 23:20
 

Ela pode caducar, mas 16 dos 20 clubes da série A serem a favor, pra mim, garante que algo ao menos na mesma essência vai ficar em seu lugar. 

Mas a tendência é o penduricalho de lei, é ser isso que é a MP mais uma centopeia de coisas postas à moda vamos-se-embora que não vai resolver e ainda piora a segurança jurídica pra quem vai comprar. 



Tadeu20

Desde 01/2011 • 9 anos de CANAL
Rio de Janeiro/RJ

Garrincha


Em 21/07/2020 às 17:45
 

Tem muito pano pra manga pra rolar mesmo que a MP não caduque. A questão dos jogos fora de casa, como serão vendidos para o telespectador visitante? Quem pagar, vai pagar bem menos que a globo, os clubes que dependem primordialmente dessa grana (nós), vamos, a princípio, ter grandes possibilidades de passar os 7 anos das vacas magras nas finanças. Existe possibilidade de a Globo até recomprar esses direitos pagando menos. Muitos capítulos ainda.



"Todo mundo é igual. Você é que nem eu, e eu como você".

alvinegro21

Desde 07/2019 • 1 ano de CANAL
Rio de janeir/RJ

Garrincha


Em 21/07/2020 às 17:52
 

entramos fantasiados de Cx em festa de Rola.



“...Você tem direito a sua própria opinião, mas não a seus próprios fatos...” (Daniel Moynihan).

Há coisas mais importantes do que viver!

 


 

tuti

Desde 02/2007 • 13 anos de CANAL
Belem/PA

Garrincha


Em 21/07/2020 às 17:56
 

vini-s disse:
O Marcelo Guimarães é realmente muito capacitado - tem que ver se ele não parte do pressuposto errado de que haverá negociação em bloco de liga (o que me parece pouco crível). 

 

Quero ver isso funcionando na prática. Também não acredito em bloco de clubes e muito menos em liga.

Continuo achando que alguns dirigentes estão otimistas demais com os possíveis ganhos de venda dos jogos como mandantes. 

Como já foi muito discutido em outro tópico, streaming ainda não é pra agora.

TVs próprias atendem a nichos fiéis de torcedores que querem e podem pagar pelo serviço. O alcance da TV aberta/Fechada é infinitamente maior e abre muito mais possibilidades de venda e crescimento da marca.

 

 



Emilio

Desde 11/2009 • 10 anos de CANAL
Belo Horizonte/MG

Garrincha


Em 21/07/2020 às 18:34
 

depois de trocentos anos copiam a liga inglesa, após um ano, apenas um ano, estão mudando tudo. Sinal que estava prejudicando quem acha que tem poder de arregimentar multidão. Torcedor não vota.

MSB

Desde 12/2019
Nova Friburgo/RJ

Nilton Santos


Em 21/07/2020 às 20:04
 

Tadeu20 disse:
Tem muito pano pra manga pra rolar mesmo que a MP não caduque. A questão dos jogos fora de casa, como serão vendidos para o telespectador visitante? Quem pagar, vai pagar bem menos que a globo, os clubes que dependem primordialmente dessa grana (nós), vamos, a princípio, ter grandes possibilidades de passar os 7 anos das vacas magras nas finanças. Existe possibilidade de a Globo até recomprar esses direitos pagando menos. Muitos capítulos ainda.

 

Muito recente mesmo, muito inseguro, juridicamente o Brasil é um parque de diversões na cabeça. Essa lei pode passar e, ato contínuo, vir uma MP mudar tudo por 90 dias, etc...

 

Sobre a Globo recomprar, é o que eu chamo de a Globo acabar "criando a liga"...



MSB

Desde 12/2019
Nova Friburgo/RJ

Nilton Santos


Em 21/07/2020 às 20:05
 

Emilio disse:
depois de trocentos anos copiam a liga inglesa, após um ano, apenas um ano, estão mudando tudo. Sinal que estava prejudicando quem acha que tem poder de arregimentar multidão. Torcedor não vota.


Copiaram mambembe, né? Copiaram sem contar ppv, sem vender pra  novos mercados...

Acho que acabaram copiando só pra "ah, tá bom, parem de pedir isso, toma aí a Premiere de vocês..." 



FOGÃO V.R.

Desde 01/2012 • 8 anos de CANAL
Volta Redonda/RJ

Garrincha


Em 22/07/2020 às 14:02
 

https://www.uol.com.br/esporte/ultimas-noticias/2020/07/22/turner-projeta-jogos-de-times-da-globo-ignora-notificacao-e-abre-guerra.htm

 

Essa história ainda vai dar pano pra manga. 



MSB

Desde 12/2019
Nova Friburgo/RJ

Nilton Santos


Em 22/07/2020 às 14:02
 

Capítulos:

 

 https://www.uol.com.br/esporte/ultimas-noticias/2020/07/22/turner-projeta-jogos-de-times-da-globo-ignora-notificacao-e-abre-guerra.amp.htm?__twitter_impression=true



MSB

Desde 12/2019
Nova Friburgo/RJ

Nilton Santos


Em 22/07/2020 às 14:05
 

Turner projeta jogos de times da Globo, ignora notificação e abre guerra

Turner agora entende que pode até transmitir o clássico entre Santos e São Paulo pelo Brasileirão - Ivan Storti/Santos FC
Turner agora entende que pode até transmitir o clássico entre Santos e São Paulo pelo BrasileirãoImagem: Ivan Storti/Santos FC

Gabriel Vaquer

Colaboração para o UOL, em Aracaju

22/07/2020 13h24Atualizada em 22/07/2020 13h56

A previsão de uma nova guerra entre TVs em função dos desdobramentos da Medida Provisória 984/20 foi confirmada na manhã desta quarta-feira (22), quando a CBF divulgou a tabela detalhada do Campeonato Brasileiro 2020. A Turner ignorou uma notificação da Globo, indicou que fará a transmissão de jogos de clubes que têm contrato com a emissora carioca e incendiou a disputa que promete parar nos tribunais.

Na notificação enviada à programadora na noite de ontem (21) e obtida pelo UOL Esporte, o diretor jurídico do Grupo Globo, Gustavo Surerus, reafirma a posição da emissora de que os contratos celebrados com a lei antiga não podem retroagir com base na edição da MP dos mandantes —ou a "MP do Flamengo", como ela ficou conhecida no Congresso nacional. A reportagem apurou que a Turner entende que a MP já tem validade para agora - assim como interpretou o clube rubro-negro - e que seus contratos resguardam os direitos que ela negociou com os clubes diretamente.

Vale ressaltar que a indicação na tabela da CBF não confirma exatamente que uma transmissão irá ocorrer. A entidade só publica o que foi pedido pelas emissoras que são donas dos direitos de transmissão. De todo modo, tanto na visão tanto da Globo como na da Turner, a briga deverá ir para os tribunais, assim como aconteceu com o Campeonato Carioca semanas atrás, o que acarretou em rescisão de contrato com o Estadual por parte da Globo.

Nas dez primeiras rodadas, pelo menos 13 jogos foram escolhidos pela programadora para serem mostrados na TNT entre times que possuem contrato com a Turner contra clubes da Globo. Um clássico entre Santos e São Paulo, além de três jogos do Flamengo fora de casa estão entre as escolhas da programadora. Um lembrete, porém: editada em junho, a medida provisória tem validade por 120 dias e expiraria à altura da 16ª rodada do Brasileirão, caso o Congresso não a transforme em lei.

O movimento da Turner surpreende, pois, desde que a MP 984 foi assinada pelo presidente Jair Bolsonaro, uma vez que a programadora já está em litígio com os clubes com os quais tem contrato. Seus parceiros acusam a Turner de querer rescindir o contrato para transmissão do Brasileirão alegando descumprimento de cláusulas contratuais.

Por meio de nota oficial, a Globo afirma que "reitera seu entendimento de que a medida provisória 984, ainda que seja aprovada pelo Congresso Nacional, não modifica contratos já assinados, que são negócios jurídicos perfeitos, protegidos pela Constituição Federal (veja a íntegra abaixo).

Optando por exibir jogos com clubes da Globo por causa da MP, a Turner passa a ter muito mais poder de escolha. Na lei antiga, a empresa tinha o direito de exibir 56 jogos. Agora, tem 153 jogos disponíveis para sua esolha —por contrato, porém, ela só pode exibir 76 jogos por edição do Brasileirão, o que dá duas partidas por rodada.

Já no dia 9 de agosto, no primeiro fim de semana do Brasileirão, a Turner promete mostrar a partida entre Palmeiras x Vasco, marcada para o Allianz Parque, às 19h45 (horário de Brasília). Já na terceira rodada, a TNT pode mostrar Coritiba x Flamengo na terceira rodada, marcado para ocorrer em Curitiba no dia 15 de agosto, às 19h45.

Na mesma terceira rodada, a TNT também tem marcada a exibição de Palmeiras e Goiás, às 21h30, em São Paulo. O que indica uma rodada dupla com o Rubro-Negro e o Verdão, já que esta partida também ocorre no dia 15 de agosto, um sábado.

A escolha mais polêmica está na décima rodada. No dia 12 de setembro, a Turner quer fazer uma rodada dupla com o clássico Santos x São Paulo, às 16h, seguido de Ceará x Flamengo, marcado para as 18h.

O que chama a atenção é que, com essas escolhas, a Turner acabou deixando de fora jogos que, sem a MP, poderia exibir. O maior exemplo é a partida entre Fortaleza x Athletico Paranaense, que abrirá o Brasileirão no sábado, dia 8 de agosto, às 19h. O jogo poderá ficar sem televisão.

Veja todos os jogos escolhidos pela Turner contra times que tem contrato com a Globo

Palmeiras x Vasco (1ª rodada)

Coritiba x Flamengo (3ª rodada)

Palmeiras x Goiás (3º rodada)

Ceará x Vasco (4ª rodada)

Athletico x Fluminense (5ª rodada)

Inter x Atlético Mineiro (5ª rodada)

Bahia x Flamengo (7ª rodada)

Coritiba x Atlético (8ª rodada)

Atlhetico x Botafogo (9ª rodada)

Bahia x Grêmio (9ª rodada)

Santos x São Paulo (10ª rodada)

Ceará x Flamengo (10ª rodada)

Palmeiras x Sport (10ª rodada)

Veja, na íntegra, a notificação enviada pela Globo à Turner

"Prezados Senhores,

Como é do conhecimento de V. Sas., a GLOBO é detentora dos direitos exclusivos de transmissão de todos os jogos dos clubes participantes da Série A do Campeonato Brasileiro 2020 (CLUBES CEDENTES), em todas as mídias, com exceção dos jogos do Bragantino e, apenas na TV fechada, dos clubes que firmaram contrato com a TURNER: Santos, Bahia, Ceará, Fortaleza, Coritiba, Internacional, Palmeiras e Athletico Paranaense (em relação a este último a GLOBO também não detém os direitos de PPV).

Em 18 de junho de 2020, foi editada a Medida Provisória 984/20 (MP), que altera a Lei 9.615/98 (Lei Pelé), determinando, entre outras coisas, que o clube mandante passa a ser detentor exclusivo dos direitos de transmissão dos jogos. Não se sabe se a referida MP será aprovada no Congresso Nacional. Ainda que seja, tal legislação não revoga nem altera as disposições dos contratos celebrados antes de sua edição que, como negócios jurídicos perfeitos que são, permanecem bons e válidos, obrigando os contratantes e sendo oponíveis a terceiros.

A Medida Provisória 984/20 não pode retroagir para modificar a cessão exclusiva feita à GLOBO pelos CLUBES CEDENTES e, portanto, a GLOBO permanece titular exclusiva dos direitos sobre seus jogos, em qualquer plataforma, ainda que na condição de visitantes. Consequentemente, ninguém mais poderá transmiti-los, mesmo que seja detentor dos direitos do time adversário.

Da mesma forma, a GLOBO não poderá transmitir qualquer jogo de clubes com os quais não tenha contrato, como é o caso dos clubes que têm contrato de Tv Fechada com a TURNER, ainda que o mandante seja um dos CLUBES CEDENTES. Como consequência lógica, a TURNER somente tem direitos de transmissão, em TV fechada, dos jogos que os clubes com os quais contratou realizarem entre si.

Como já dito anteriormente, leis não retroagem para alterar negócios jurídicos pactuados antes de sua edição, como garante a Constituição Federal. Essa garantia é um pilar fundamental da segurança jurídica necessária para que se possa empreender em qualquer atividade, inclusive no esporte.

Direitos que já foram cedidos à GLOBO por contratos que se aperfeiçoaram segundo a legislação em vigor à época não podem ser retirados de seu patrimônio e conferidos a terceiros por legislação posterior. É exatamente essa a situação dos direitos sobre jogos em que sejam visitantes os CLUBES CEDENTES e mandantes os clubes que têm contrato de Tv Fechada com a TURNER.

Pela mesma razão, não podem ser expropriados e conferidos à GLOBO os direitos já incorporados ao patrimônio de V. Sas. sobre os jogos em que são visitantes os clubes com os quais contratou e mandantes os CLUBES CEDENTES.A GLOBO confia em que a TURNER, integrante de um grupo econômico com larga experiência na produção e exibição de conteúdos audiovisuais, protegidos pelo direito autoral, não desejará associar seu nome e reputação à violação desses mesmos direitos.

Pelo exposto, ficam V. Sas. notificadas de que está terminantemente proibida a transmissão de qualquer jogo dos CLUBES CEDENTES no Campeonato Brasileiro de 2020, ainda que na condição de visitantes, uma vez que os direitos sobre tais jogos pertencem exclusivamente à GLOBO, por força de contratos celebrados há vários anos e amparados pela proteção constitucional aos negócios jurídicos perfeitos, sendo certo que a GLOBO adotará todas as medidas legais cabíveis para a preservação de seus direitos exclusivos, ficando V. Sas. obrigadas à reparação dos danos que vierem a causar à notificante e a terceiros.

Certos da compreensão de V. Sas., subscrevemo-nos,

Atenciosamente,

Globo Comunicação e Participações S.A"

Veja, na íntegra, o comunicado oficial emitido pela Globo

A Globo reitera seu entendimento de que a medida provisória 984, ainda que seja aprovada pelo Congresso Nacional, não modifica contratos já assinados, que são negócios jurídicos perfeitos, protegidos pela Constituição Federal.

No caso do Campeonato Brasileiro, a Globo é detentora dos direitos exclusivos de transmissão de todos os jogos dos clubes participantes da Série A do Campeonato Brasileiro 2020, em todas as mídias, e vem pagando por isso, com exceção dos jogos do Bragantino e, apenas na TV por assinatura, dos clubes que firmaram contrato com a Turner: Santos, Bahia, Ceará, Fortaleza, Coritiba, Internacional, Palmeiras e Athletico Paranaense (em relação a este último, a Globo também não detém os direitos de PPV).

Por isso, a Globo enviou notificação ao Bragantino e à Turner, com cópia para os clubes que têm contrato com aquela empresa e para a CBF, deixando claro que está pronta para tomar medidas legais cabíveis para proteção de seus direitos exclusivos, caso haja tentativa de violá-los com a transmissão de jogos de clubes que negociaram seus direitos com a empresa, ainda que na condição de visitantes. Da mesma maneira, a Globo respeitará os contratos firmados e não exibirá jogos na TV por assinatura em que os clubes que assinaram a Turner sejam visitantes, ainda que os mandantes sejam clubes que têm contrato com a Globo para a mesma plataforma. E também não exibirá jogos do Bragantino.

A Globo confia em que a Turner, integrante de um grupo econômico com larga experiência na produção e exibição de conteúdos audiovisuais, protegidos pelo direito autoral, não desejará associar seu nome e reputação à violação desses mesmos direitos. Como parceira e incentivadora do futebol brasileiro há muitas décadas, acreditamos que o futebol só será capaz de vencer seus desafios com planejamento e segurança jurídica para aqueles que investem altas quantias nesse negócio tão importante para o Brasil e para os brasileiros



alvinegro21

Desde 07/2019 • 1 ano de CANAL
Rio de janeir/RJ

Garrincha


Em 22/07/2020 às 14:26
 

Quebras de contrato, brigas e insegurança jurídica é excelente propaganda para atrair novos investidores.



“...Você tem direito a sua própria opinião, mas não a seus próprios fatos...” (Daniel Moynihan).

Há coisas mais importantes do que viver!

 


 

Emilio

Desde 11/2009 • 10 anos de CANAL
Belo Horizonte/MG

Garrincha


Em 22/07/2020 às 14:35
 

alvinegro21 disse:
Quebras de contrato, brigas e insegurança jurídica é excelente propaganda para atrair novos investidores.


Diziam os antigos, um mau acordo é muito melhor que uma boa briga.


mirandafac

Desde 08/2011 • 9 anos de CANAL
rio de janeiro/RJ

Garrincha


Em 22/07/2020 às 14:36
 

Por Rodrigo Capelo

22/07/2020 14h00  Atualizado há 22 minutos


A CBF publicou nesta quarta-feira a tabela do Campeonato Brasileiro. Nela, estão previstas as transmissões das dez rodadas iniciais da competição em televisão aberta, fechada e pay-per-view. E a tabela avança no imbróglio sobre direitos de transmissão do futebol.

A tabela prevê transmissões na televisão fechada pelo canal TNT, da empresa americana Turner, que não poderiam ser exibidos até a publicação da MP 984/2020. A Medida Provisória foi publicada em junho pelo presidente Jair Bolsonaro para mudar regras sobre direitos.

Logo na primeira rodada, por exemplo, está prevista a transmissão de Palmeiras x Vasco. Este jogo não teria exibição na televisão fechada, pois o clube paulista assinou contrato com a Turner, enquanto o carioca está vinculado à Globo. No total, 13 jogos nas dez rodadas iniciais, que não teriam transmissão na televisão fechada, foram afetados pela MP 984.

Em nota, a Globo afirma que tomará medidas legais cabíveis para impedir as transmissões de partidas que, segundo seu entendimento, não poderiam ser exibidas pela Turner. A emissora também espera que a Turner não transmita os jogos, apesar da legislação provisória.

Procurada pelo GloboEsporte.com, a Turner prefere não se posicionar neste momento por questões legais. Também procurada pela reportagem, a CBF diz que publicou a tabela segundo a legislação, alterada provisoriamente pela MP 984 em relação às transmissões.

Taça do Campeonato Brasileiro — Foto: Lucas Figueiredo/CBF

Taça do Campeonato Brasileiro — Foto: Lucas Figueiredo/CBF

Leia abaixo o posicionamento da Globo na íntegra:

A Globo reitera seu entendimento de que a medida provisória 984, ainda que seja aprovada pelo Congresso Nacional, não modifica contratos já assinados, que são negócios jurídicos perfeitos, protegidos pela Constituição Federal.

No caso do Campeonato Brasileiro, a Globo é detentora dos direitos exclusivos de transmissão de todos os jogos dos clubes participantes da Série A do Campeonato Brasileiro 2020, em todas as mídias, e vem pagando por isso, com exceção dos jogos do Bragantino e, apenas na TV por assinatura, dos clubes que firmaram contrato com a Turner: Santos, Bahia, Ceará, Fortaleza, Coritiba, Internacional, Palmeiras e Athletico Paranaense (em relação a este último, a Globo também não detém os direitos de PPV).

Por isso, a Globo enviou notificação ao Bragantino e à Turner, com cópia para os clubes que têm contrato com aquela empresa e para a CBF, deixando claro que está pronta para tomar medidas legais cabíveis para proteção de seus direitos exclusivos, caso haja tentativa de violá-los com a transmissão de jogos de clubes que negociaram seus direitos com a empresa, ainda que na condição de visitantes. Da mesma maneira, a Globo respeitará os contratos firmados e não exibirá jogos na TV por assinatura em que os clubes que assinaram a Turner sejam visitantes, ainda que os mandantes sejam clubes que têm contrato com a Globo para a mesma plataforma. E também não exibirá jogos do Bragantino.

A Globo confia em que a Turner, integrante de um grupo econômico com larga experiência na produção e exibição de conteúdos audiovisuais, protegidos pelo direito autoral, não desejará associar seu nome e reputação à violação desses mesmos direitos. Como parceira e incentivadora do futebol brasileiro há muitas décadas, acreditamos que o futebol só será capaz de vencer seus desafios com planejamento e segurança jurídica para aqueles que investem altas quantias nesse negócio tão importante para o Brasil e para os brasileiros.

Leia abaixo o posicionamento da CBF na íntegra:

A definição da transmissão dos jogos segue o ordenamento legal vigente no país, em decorrência da Medida Provisória 984/2020, que concede ao clube mandante os direitos de transmissão das partidas. A CBF não é signatária dos contratos individuais entre clubes e emissoras, cabendo à entidade o estrito cumprimento das determinações legais em vigor.

 

Como era antes da MP 984

 

Da maneira como a Lei Pelé estava disposta até junho deste ano, uma emissora só poderia transmitir tal partida de futebol se tivesse comprado os direitos de transmissão de mandante e visitante.

Como na renegociação mais recente dos direitos houve concorrência entre Globo e Turner, formaram-se dois grupos com contratos distintos.

No Campeonato Brasileiro de 2020, os seguintes clubes têm contrato de televisão aberta, fechada e pay-per-view apenas com a Globo:

 

  • Atlético-GO
  • Atlético-MG
  • Botafogo
  • Corinthians
  • Flamengo
  • Fluminense
  • Goiás
  • Grêmio
  • São Paulo
  • Sport
  • Vasco

 

Os clubes a seguir venderam seus direitos de televisão fechada para a Turner, enquanto televisão aberta e pay-per-view (exceto Athletico-PR nesta última plataforma) foram vendidos para a Globo:

 

  • Athletico-PR
  • Bahia
  • Ceará
  • Coritiba
  • Fortaleza
  • Internacional
  • Palmeiras
  • Santos

 

E este clube ainda não tem acordo firmado para 2020:

 

  • Red Bull Bragantino

 

Na prática, este modelo inviabilizava as transmissões de partidas entre clubes de grupos diferentes. Se o Palmeiras tem contrato de televisão fechada com a Turner e o Vasco tem com a Globo, o confronto entre ambos não poderia ser transmitido nem pela TNT, nem pelo SporTV.

 

Como fica com a MP 984

 

Editada pelo presidente Jair Bolsonaro em junho, a MP 984/2020 muda as regras de negociação dos direitos de transmissão. Em vez de exigir que as emissoras comprem mandantes e visitantes, essas empresas se habilitam a exibir jogos desde que tenham os direitos do mandante.

A Turner, que já tinha contratos com oito clubes para a televisão fechada, beneficiou-se desta MP para transmitir partidas que não detinha na legislação anterior. A tabela publicada pela CBF confirma o benefício.

As partidas a seguir tiveram as suas transmissões na televisão fechada alteradas pela MP 984. Elas não teriam exibição, de acordo com a Lei Pelé vigente até junho, e agora foram descritas pela CBF como transmissões da Turner por meio da TNT.

 

  • 1ª rodada – Palmeiras x Vasco
  • 3ª rodada – Coritiba x Flamengo
  • 3ª rodada – Palmeiras x Goiás
  • 4ª rodada – Ceará x Vasco
  • 5ª rodada – Athletico-PR x Fluminense
  • 5ª rodada – Internacional x Atlético-MG
  • 7ª rodada – Bahia x Flamengo
  • 8ª rodada – Coritiba x Atlético-MG
  • 9ª rodada – Athletico-PR x Botafogo
  • 9ª rodada – Bahia x Grêmio
  • 10ª rodada – Santos x São Paulo
  • 10ª rodada – Ceará x Flamengo
  • 10ª rodada – Palmeiras x Sport

 

A MP 984 aguarda tramitação no Congresso para ter seu conteúdo incorporado à Lei Pelé. Editada em junho por Bolsonaro, a Medida Provisória vale por 60 dias, prorrogáveis por mais 60. O texto precisará ser aprovado pela Câmara dos Deputados e pelo Senado dentro deste período para valer em definitivo. Caso contrário, perderá a validade.

 


juliomelo

Desde 07/2019 • 1 ano de CANAL
São Luís/MA

Infanto


Em 22/07/2020 às 15:04
 

Briga boa essa, os dois lados tem equivalência. Não é como no futebol brasileiro que um tem mais q os outros.

Foram no calcanhar da globo, hoje seu maior faturamento é do futebol.

Ela não pode chutar o balde como no carioca, que se duvidar dava prejuízo. Brasileirão é só lucros pra globo.

Vai ter muitas consequências ai pra frente, nenhuma mudança desse porte ocorre sem traumas. Vamos ver no que dá. Tuberlências a frente!



MSB

Desde 12/2019
Nova Friburgo/RJ

Nilton Santos


Em 22/07/2020 às 15:36
 

juliomelo disse:

Briga boa essa, os dois lados tem equivalência. Não é como no futebol brasileiro que um tem mais q os outros.

Foram no calcanhar da globo, hoje seu maior faturamento é do futebol.

Ela não pode chutar o balde como no carioca, que se duvidar dava prejuízo. Brasileirão é só lucros pra globo.

Vai ter muitas consequências ai pra frente, nenhuma mudança desse porte ocorre sem traumas. Vamos ver no que dá. Tuberlências a frente!


É, ela jogou a responsabilidade pra cima da Turner. 

Parece que não vai colar.

 

 

Acho que é mais fácil as TVs se unirem e fazerem a liga, depoia ir colocando clube dentro, que os clubes fazerem a liga e depois sair em vendendo pra TV. 



MSB

Desde 12/2019
Nova Friburgo/RJ

Nilton Santos


Em 22/07/2020 às 15:36
 

Nessa briga toda a gente ainda ganhou um joguinho ali...

Rafaellopes

Desde 06/2011 • 9 anos de CANAL
Maceió/AL

Garrincha


Em 22/07/2020 às 15:50
 

O Premiere seria o maior prejudicado com as transmissões de mais jogos pela Turner?

 

O maior beneficiado pelo Premiere não é o esgoto?

 

 

Tem algo muito errado nisso tudo. 



alvinegro21

Desde 07/2019 • 1 ano de CANAL
Rio de janeir/RJ

Garrincha


Em 22/07/2020 às 16:01
 

Na briga do mar com o rochedo quem se phode é o marisco.



“...Você tem direito a sua própria opinião, mas não a seus próprios fatos...” (Daniel Moynihan).

Há coisas mais importantes do que viver!

 


 

vini-s

Desde 02/2016 • 4 anos de CANAL
Porto Alegre/RS

Garrincha


Em 22/07/2020 às 16:14
 

alvinegro21 disse:
Quebras de contrato, brigas e insegurança jurídica é excelente propaganda para atrair novos investidores.


Pois é.... essa notícia do MSB já botou por baixo todo o argumento do cara do Bahia, que tava tudo sob controle. 

Quem deve tá puto são os caras que assinaram da Turner com promessa de mundos e fundos, tiveram que negociar pra receber a metade e parcelado, e agora a Turner tentando mais que dobrar o seu numero de jogos, kkkkk 



fams

Desde o início • 12+ anos de CANAL
SP

Garrincha


Em 22/07/2020 às 16:30
 

Nessa briga, apenas uma certeza no fim: quem vai se dar mal somos nós torcedores.

B0T BOLSONARO

Desde 07/2020
acre/AC

Fraldinha


Em 22/07/2020 às 16:43
 

Alguém viu uma notícia que a globo ia transmitir jogos da mulambada?

alvinegro21

Desde 07/2019 • 1 ano de CANAL
Rio de janeir/RJ

Garrincha


Em 22/07/2020 às 18:01
 

vini-s disse:
alvinegro21 disse:
Quebras de contrato, brigas e insegurança jurídica é excelente propaganda para atrair novos investidores.


Pois é.... essa notícia do MSB já botou por baixo todo o argumento do cara do Bahia, que tava tudo sob controle. 

Quem deve tá puto são os caras que assinaram da Turner com promessa de mundos e fundos, tiveram que negociar pra receber a metade e parcelado, e agora a Turner tentando mais que dobrar o seu numero de jogos, kkkkk 



E algum inocente realmente achou que a globo ia deixar barato???? A situação do Carioca era BEM diferente do Brasileiro em que a mulambada tem contrato assinado....

 





“...Você tem direito a sua própria opinião, mas não a seus próprios fatos...” (Daniel Moynihan).

Há coisas mais importantes do que viver!

 


 

MSB

Desde 12/2019
Nova Friburgo/RJ

Nilton Santos


Em 22/07/2020 às 19:23
 

Vocês não supõe também que a Globo na nota dela deixou em suspenso uma ameaça aos clubes que fecharam com ela exclusividade se não fizerem nada pra preservarem sua imagem exclusiva enquanto clube?

 

Do tipo, vocês, clubes, receberam o que receberam porque venderam exclusividade da imagem, se fossem vender apenas mando, receberiam menos, e vocês,  clubes, deveriam lutar pelo direito de  o adversário e a TV cumprirem o contrato quando o assinaram?

 

Eu acho que, a partir daí, vai ter muito clube, tlavez o nosso mesmo, lançando nota a cada jogo fora transmitido pela Turner no sentido de "respeitamos o contrato vigente, não concordamos, etc, tal". 

 

Além disso, a insegurança jurídica não pode ser vista como boa pela Turner também. Nesse caso, ela ganhou de bandeja uns joguinhos, mas poderia ter perdido com uma MP diferente de um presidente, como tantos,  ligados à Globo. 

 

Outra coisa é, se o contrato dela não foi muito amarradinho,  vai ter clube, chuto o Athletico,  cobrando um bônus aí. 



fams

Desde o início • 12+ anos de CANAL
SP

Garrincha


Em 22/07/2020 às 23:48
 

Mas tem jogo entre times da Turner que não vai passar porque eles preferiram escolher jogos de certos times da globo. Em resumo, a desigualdade vai aumentar, um mesmo jogo vai passar em mais de um canal e outros em nenhum. Se nada mudar, alguém tem dúvidas de quem vai ganhar ainda mais?

alvinegro21

Desde 07/2019 • 1 ano de CANAL
Rio de janeir/RJ

Garrincha


Em 23/07/2020 às 09:32
 

fams disse:
Mas tem jogo entre times da Turner que não vai passar porque eles preferiram escolher jogos de certos times da globo. Em resumo, a desigualdade vai aumentar, um mesmo jogo vai passar em mais de um canal e outros em nenhum. Se nada mudar, alguém tem dúvidas de quem vai ganhar ainda mais?



Bingo!

Além disso, dará mais razão a globo na questão  judicial.





“...Você tem direito a sua própria opinião, mas não a seus próprios fatos...” (Daniel Moynihan).

Há coisas mais importantes do que viver!

 


 

 
Páginas:

Fórum CANALBOTAFOGO - O Seu portal do Botafogo de Futebol e Regatas