Fórum CANALBOTAFOGO
Tópico de discussão

 
Páginas:
macau
  Sorte, estratégia e boa conclusão

Desde o início • 12+ anos de CANAL
Brasilia/DF

Nilton Santos


Em 07/11/2022 às 22:29

Botafogo joga bem a segunda etapa e vence o atlético

 

1º TEMPO

O Botafogo não fez um bom primeiro tempo.

Longe disso.

A equipe abusou de errar passes e ficou refém fácil da marcação apertada do atlético.

O poder ofensivo do Botafogo se resumiu a uma jogada individual de Jeffinho.

Ele recebeu a bola um pouco além do meio de campo, driblou dois e da entrada da área chutou pro alto.

Mas ficou nisso, depois ele sumiu de campo tbm, assim como todos os jogadores de ataque.

A marcação do Botafogo também não esteve bem.

E a bola sofreu nos pés dos jogadores do Fogão, que erravam passe e demoravam pra decidir o que fazer após terem a posse dela.

Já o atlético sempre teve mais jogadores no meio, sem um atacante fixo, e dois pontas abertos.

Toda a bola que saia da defesa mineira era numa ligação direta pros pontas, que também contavam com o apoio dos laterais.

O atlético teve muito maior posse de bola e, especialmente no começo da partida, deu a ideia de que o gol sairia a qualquer momento.

Até saiu, mas havia impedimento que só foi registrado no detalhe.

Depois desse lance, o jogo ficou muito amarrado.

E a vantagem na posse de bola da equipe mineira não se traduziu em chances de gol.

O Botafogo ficou reativo o tempo todo.

Jr. Santos praticamente jogou como segundo lateral.

Somente Jeffinho tinha liberdade pra dar pouco combate na marcação.

O ponto negativo ficou por conta da lesão de Gatito, no começo da partida.

Ficou nisso.

Fim do primeiro tempo.

 2º TEMPO

Na segunda etapa, o Botafogo melhorou muito, especialmente após as mexidas de Luiz Castro.

Luiz Henrique, Victor Sá e Lucas Fernandes foram fundamentais pra dar a vitória ao Botafogo.

E jogando no contra-ataque que era oferecido pelo adversário, Luiz Henrique recebeu na esquerda, serviu a Tiquinho que cruzou rasteiro pra Victor Sá colocar no ângulo: Fogão 1x0.

Pouco depois, Lucas Fernandes dividiu a bola com o adversário e ganhou quase na linha de fundo.

Ele viu Tiquinho na área e cruzou na medida pro atacante alvinegro cabecear firme: Fogão 2x0.

Após a boa vantagem no placar, o Botafogo se arrumou bem e evitou as jogadas pelo alto.

Verdade seja dita que muitos jogadores do Botafogo fizeram falta próxima à área, num erro que deve ser evitado.

É verdade, também, que o Fogão contou com a sorte.

Numa jogada facão, o jogador do atlético entrou livre, tentou colocar no canto, mas a bola bateu na trave.

Ficou assim até o final.

Fim de jogo.

Melhor em campo: Luiz Castro

Gatito (sem nota) Estava bem quando se lesionou. Perri (7) entrou bem e teve boa atuação.

Adryelson, Cuesta (5, 5) Pelo alto a zaga esteve bem, mas como levou bolas nas costas...

Daniel Borges (6) Boa atuação.

Marçal (6,5) Bem também, mas muito pilhado quase foi expulso. Levou amarelo e desfalcará a equipe contra o santos.

Tchê Tchê (6) Começou mal, teve dificuldade em reter a bola e distribui-la devido à forte marcação do atlético.

Gabriel Pires (4) Um nível a menos que seus colegas de meio. Tbm teve muita dificuldade em sair pro jogo por causa da intensidade na marcação do adversário.

PK (4) Pouco acrescentou. Foi substituído por Lucas Fernandes (8) que deu força na marcação e na criação. Verdade que aproveitou-se do cansaço do adversário que correu muito.

Jr. Santos (5) Teve mais função tática na recomposição que na criação. Foi substituído por Victor Sá (7,5) que manteve a postura, sem abrir mão do ataque. E fez um belo gol.

Tiquinho (8,5) Atacante sem gols não existe. E hj ele travou uma disputa intensa com jamersom e ganhou.  Fez um gol de atacante de área. Matheus Nascimento (sem nota) entrou no final.

Jeffinho (6) Uma boa jogada, mal concluída. Foi substituído por Luiz Henrique (7) que deu intensidade e objetividade ao setor esquerdo de ataque. Atrasou muito mal uma bola que poderia ter acabado em gol pro atlético

Luiz Castro (8,5) O Botafogo jogou mal na primeira etapa. Ele mexeu muito bem no segundo tempo e acertou em cheio, pegando o adversário com jogadores cansados, pela intensidade dada à marcação no primeiro tempo. Cuca demorou a mexer.

Resumindo: estamos na briga. Duas vitórias nos separam da Libertadores

SA,

Macau

elramo

Desde o início • 12+ anos de CANAL
Rio de Janeiro/RJ

Garrincha


Em 07/11/2022 às 23:12
 

Legal ver esse reconhecimento do Luis Castro. Hoje ele de fato acertou legal...

emilio

Desde 11/2009 • 13 anos de CANAL
Belo Horizonte/MG

Garrincha


Em 07/11/2022 às 23:44
 

eu cantei a pedra no tópico do jogo. .Ganhar de Cuca no Atlético é mais fácil do que ganhar do Juventude. Cuca cagou no pau ao sair abandonado o time no final do ano passado, e a Diretoria completou a cagada trazendo-o de volta.

Mesmo o primeiro tempo o Botafogo finalizou mais do que o Atlético, 5 ou 6 contra 3. 

Ontem propus ao meu amigo Eninho (fanático atreticano) uma aposta, e dava empate de vantagem, e o valor de 10 x 1, e ele não aceitou.





Extra! Extra! Estão cancelados todos resultados das olímpiadas, motivo: não teve voto impresso.

Não terá apagão, acendam as lamparinas. 

fogao1904

Desde 01/2020 • 3 anos de CANAL
Vitória/ES

Garrincha


Em 07/11/2022 às 23:47
 

Melhor em campo foi o Perri! A camisa do Botafogo ganhou o jogo hoje sozinha, insisto, o elenco é bom, o treinador é pavoroso. 

Alvinegro21

Desde 07/2019 • 3 anos de CANAL
Rio de janeir/RJ

Garrincha


Em 08/11/2022 às 00:00
 

Cuca deu uma de LC e
LC deu uma de cuca hoje 





Zamasu

Desde 10/2017 • 5 anos de CANAL
Niterói/RJ

Garrincha


Em 08/11/2022 às 02:26
 

Minhas avaliações 

Gatito (5.5): saiu no começo do jogo, a saída estranha do gol no lance que se lesionou abafou o ataque do Atlético <> Lucas Perri (8): a defesa no lance do Keno foi absurda a ponto dos caras da TV pensarem que o Keno errou o chute. Mostrou que sai bem do gol e sabe repor a bola  

Daniel Borges (5.5): o primeiro tempo foi ruim, se posicionando errado e (sem cobertura também) não conseguia impedir os avanços do Dodô. Melhorou na segunda etapa  

Adryelson (7) e Cuesta (7): a zaga hoje teve dificuldades pois a marcação dos laterais e do meio, principalmente no primeiro tempo, tava frouxa. Mas fizeram o que podiam tanto por baixo quanto pelo alto 

Marçal (7): muito consistente mesmo com a marcação sem cobertura no primeiro tempo. Mariano não se criou com ele 

Tchê Tchê (6): o primeiro tempo dele foi bem ruim, parecia perdido em campo sem se posicionar direito. No segundo tempo cresceu, correu muito e roubou bolas

Patrick de Paula (5,5): dos 3 meias foi o mais esforçado no primeiro tempo, mas não teve brilho em nenhum momento <> Lucas Fernandes (8): partidaça, finalmente deixou de ser "enceradeira" e fez o que se esperava dele correndo, armando jogadas, ganhando dividida

Gabriel Pires (5,5): outro jogador que foi mal no primeiro tempo, porém na segunda etapa melhorou um pouco. Ainda assim abaixo dos companheiros 

Júnior Santos (5): esforçado, tentou ajudar na marcação do lado direito mas pouco fez. E com a bola no pé nada fez <> Victor Sá (7.5): mais um que finalmente fez o que se espera dele: foi mais incisivo e fez um bonito gol 

Jeffinho (4.5): apesar do esforço ofensivamente foi mal hoje e com menos força pra recompor do que Júnior Santos <> Luís Henrique (7): tá visivelmente mais fino e com isso o futebol melhorou. Mostrou incisão e velocidade na ponta sendo muito perigoso. Só não ganha nota mais alta por causa do recuo de bola retardado 

Tiquinho Soares (7,5): primeiro tempo irreconhecível onde até o pivô tava errando. Mas deu assistência pro Sá e fez um gol difícil de cabeça, centro avante é isso <> Matheus Nascimento (sem nota): não teve tempo pra fazer nada  

Luís Castro (8): fora de casa ele já entendeu que jogar fechado, apesar de não ser um futebol visualmente agradável, é eficiente. Hoje fez as substituições colocando as peças certas, mudando o jogo pro nosso lado colocando jogadores de velocidade quando o Atlético estava mais desgastado 




Valeu Durcesio e Jorge Braga!

FOGÃO V.R.

Desde 01/2012 • 11 anos de CANAL
Volta Redonda/RJ

Garrincha


Em 08/11/2022 às 06:48
 

Cada vitória enganosa dessa só deve fortalecer na cabeça do Textor a ideia de que o Botafogo está no caminho certo com o Castro.

Final do campeonato,e o time não demonstra evolução tática nenhuma,o que se viu em campo no primeiro tempo foi um bando que não conseguia trocar três passes no meio campo.

Esperar o que desse elenco em 2023,com esse treinador?

Na minha opinião,nada de relevante. 



lolacampo

Desde 12/2007 • 15 anos de CANAL
nova venecia/ES

Garrincha


Em 08/11/2022 às 07:05
 

macau disse:

Botafogo joga bem a segunda etapa e vence o atlético

 

1º TEMPO

O Botafogo não fez um bom primeiro tempo.

Longe disso.

A equipe abusou de errar passes e ficou refém fácil da marcação apertada do atlético.

O poder ofensivo do Botafogo se resumiu a uma jogada individual de Jeffinho.

Ele recebeu a bola um pouco além do meio de campo, driblou dois e da entrada da área chutou pro alto.

Mas ficou nisso, depois ele sumiu de campo tbm, assim como todos os jogadores de ataque.

A marcação do Botafogo também não esteve bem.

E a bola sofreu nos pés dos jogadores do Fogão, que erravam passe e demoravam pra decidir o que fazer após terem a posse dela.

Já o atlético sempre teve mais jogadores no meio, sem um atacante fixo, e dois pontas abertos.

Toda a bola que saia da defesa mineira era numa ligação direta pros pontas, que também contavam com o apoio dos laterais.

O atlético teve muito maior posse de bola e, especialmente no começo da partida, deu a ideia de que o gol sairia a qualquer momento.

Até saiu, mas havia impedimento que só foi registrado no detalhe.

Depois desse lance, o jogo ficou muito amarrado.

E a vantagem na posse de bola da equipe mineira não se traduziu em chances de gol.

O Botafogo ficou reativo o tempo todo.

Jr. Santos praticamente jogou como segundo lateral.

Somente Jeffinho tinha liberdade pra dar pouco combate na marcação.

O ponto negativo ficou por conta da lesão de Gatito, no começo da partida.

Ficou nisso.

Fim do primeiro tempo.

 2º TEMPO

Na segunda etapa, o Botafogo melhorou muito, especialmente após as mexidas de Luiz Castro.

Luiz Henrique, Victor Sá e Lucas Fernandes foram fundamentais pra dar a vitória ao Botafogo.

E jogando no contra-ataque que era oferecido pelo adversário, Luiz Henrique recebeu na esquerda, serviu a Tiquinho que cruzou rasteiro pra Victor Sá colocar no ângulo: Fogão 1x0.

Pouco depois, Lucas Fernandes dividiu a bola com o adversário e ganhou quase na linha de fundo.

Ele viu Tiquinho na área e cruzou na medida pro atacante alvinegro cabecear firme: Fogão 2x0.

Após a boa vantagem no placar, o Botafogo se arrumou bem e evitou as jogadas pelo alto.

Verdade seja dita que muitos jogadores do Botafogo fizeram falta próxima à área, num erro que deve ser evitado.

É verdade, também, que o Fogão contou com a sorte.

Numa jogada facão, o jogador do atlético entrou livre, tentou colocar no canto, mas a bola bateu na trave.

Ficou assim até o final.

Fim de jogo.

Melhor em campo: Luiz Castro

Gatito (sem nota) Estava bem quando se lesionou. Perri (7) entrou bem e teve boa atuação.

Adryelson, Cuesta (5, 5) Pelo alto a zaga esteve bem, mas como levou bolas nas costas...

Daniel Borges (6) Boa atuação.

Marçal (6,5) Bem também, mas muito pilhado quase foi expulso. Levou amarelo e desfalcará a equipe contra o santos.

Tchê Tchê (6) Começou mal, teve dificuldade em reter a bola e distribui-la devido à forte marcação do atlético.

Gabriel Pires (4) Um nível a menos que seus colegas de meio. Tbm teve muita dificuldade em sair pro jogo por causa da intensidade na marcação do adversário.

PK (4) Pouco acrescentou. Foi substituído por Lucas Fernandes (8) que deu força na marcação e na criação. Verdade que aproveitou-se do cansaço do adversário que correu muito.

Jr. Santos (5) Teve mais função tática na recomposição que na criação. Foi substituído por Victor Sá (7,5) que manteve a postura, sem abrir mão do ataque. E fez um belo gol.

Tiquinho (8,5) Atacante sem gols não existe. E hj ele travou uma disputa intensa com jamersom e ganhou.  Fez um gol de atacante de área. Matheus Nascimento (sem nota) entrou no final.

Jeffinho (6) Uma boa jogada, mal concluída. Foi substituído por Luiz Henrique (7) que deu intensidade e objetividade ao setor esquerdo de ataque. Atrasou muito mal uma bola que poderia ter acabado em gol pro atlético

Luiz Castro (8,5) O Botafogo jogou mal na primeira etapa. Ele mexeu muito bem no segundo tempo e acertou em cheio, pegando o adversário com jogadores cansados, pela intensidade dada à marcação no primeiro tempo. Cuca demorou a mexer.

Resumindo: estamos na briga. Duas vitórias nos separam da Libertadores

SA,

Macau


Mestre, não sei aonde vcs acham idolatria a esse portugues?

depois de 10 meses, o time não tem nenhuma jogada ensaiada;

o time não da 2 passes certos;

o time tem um dos piores ataques do campeonato;

o time corre risco de tomar goleada todos os jogos devido a fragilidade do meio campo;

o cara não sabe fazer substituição - ontem acertou uma depois de 35 jogos.

ou vcs estão sendo pagos pelo jon tex, ou vcs estão vendo jogos de outro time. 





ßOTAFOGO FR - O MAIS BONITO DO MUNDO!

Tuxo

Desde 03/2015 • 7 anos de CANAL
Belo Horizonte/MG

Nilton Santos


Em 08/11/2022 às 09:44
 

Cara, eu acho q vcs estao com ma vontade com o Castro agora, na boa. 

o time tem um padrao tatico claro dentro de campo, e tem suas variações. 

Jogamos ja com 3 zagueiros, com 4 atacantes e ontem foi um 433

Existe a variação e flutuação nos homens da frente. Tem troca de posição entre os jogadores do meio. Pires jogou ontem de meia atacante, dps de volante. 

O time evoluiu taticamente sim, sem duvida nenhuma. 


macau

Desde o início • 12+ anos de CANAL
Brasilia/DF

Nilton Santos


Em 08/11/2022 às 09:49
 

lolacampo disse:
macau disse:

Botafogo joga bem a segunda etapa e vence o atlético

 

1º TEMPO

O Botafogo não fez um bom primeiro tempo.

Longe disso.

A equipe abusou de errar passes e ficou refém fácil da marcação apertada do atlético.

O poder ofensivo do Botafogo se resumiu a uma jogada individual de Jeffinho.

Ele recebeu a bola um pouco além do meio de campo, driblou dois e da entrada da área chutou pro alto.

Mas ficou nisso, depois ele sumiu de campo tbm, assim como todos os jogadores de ataque.

A marcação do Botafogo também não esteve bem.

E a bola sofreu nos pés dos jogadores do Fogão, que erravam passe e demoravam pra decidir o que fazer após terem a posse dela.

Já o atlético sempre teve mais jogadores no meio, sem um atacante fixo, e dois pontas abertos.

Toda a bola que saia da defesa mineira era numa ligação direta pros pontas, que também contavam com o apoio dos laterais.

O atlético teve muito maior posse de bola e, especialmente no começo da partida, deu a ideia de que o gol sairia a qualquer momento.

Até saiu, mas havia impedimento que só foi registrado no detalhe.

Depois desse lance, o jogo ficou muito amarrado.

E a vantagem na posse de bola da equipe mineira não se traduziu em chances de gol.

O Botafogo ficou reativo o tempo todo.

Jr. Santos praticamente jogou como segundo lateral.

Somente Jeffinho tinha liberdade pra dar pouco combate na marcação.

O ponto negativo ficou por conta da lesão de Gatito, no começo da partida.

Ficou nisso.

Fim do primeiro tempo.

 2º TEMPO

Na segunda etapa, o Botafogo melhorou muito, especialmente após as mexidas de Luiz Castro.

Luiz Henrique, Victor Sá e Lucas Fernandes foram fundamentais pra dar a vitória ao Botafogo.

E jogando no contra-ataque que era oferecido pelo adversário, Luiz Henrique recebeu na esquerda, serviu a Tiquinho que cruzou rasteiro pra Victor Sá colocar no ângulo: Fogão 1x0.

Pouco depois, Lucas Fernandes dividiu a bola com o adversário e ganhou quase na linha de fundo.

Ele viu Tiquinho na área e cruzou na medida pro atacante alvinegro cabecear firme: Fogão 2x0.

Após a boa vantagem no placar, o Botafogo se arrumou bem e evitou as jogadas pelo alto.

Verdade seja dita que muitos jogadores do Botafogo fizeram falta próxima à área, num erro que deve ser evitado.

É verdade, também, que o Fogão contou com a sorte.

Numa jogada facão, o jogador do atlético entrou livre, tentou colocar no canto, mas a bola bateu na trave.

Ficou assim até o final.

Fim de jogo.

Melhor em campo: Luiz Castro

Gatito (sem nota) Estava bem quando se lesionou. Perri (7) entrou bem e teve boa atuação.

Adryelson, Cuesta (5, 5) Pelo alto a zaga esteve bem, mas como levou bolas nas costas...

Daniel Borges (6) Boa atuação.

Marçal (6,5) Bem também, mas muito pilhado quase foi expulso. Levou amarelo e desfalcará a equipe contra o santos.

Tchê Tchê (6) Começou mal, teve dificuldade em reter a bola e distribui-la devido à forte marcação do atlético.

Gabriel Pires (4) Um nível a menos que seus colegas de meio. Tbm teve muita dificuldade em sair pro jogo por causa da intensidade na marcação do adversário.

PK (4) Pouco acrescentou. Foi substituído por Lucas Fernandes (8) que deu força na marcação e na criação. Verdade que aproveitou-se do cansaço do adversário que correu muito.

Jr. Santos (5) Teve mais função tática na recomposição que na criação. Foi substituído por Victor Sá (7,5) que manteve a postura, sem abrir mão do ataque. E fez um belo gol.

Tiquinho (8,5) Atacante sem gols não existe. E hj ele travou uma disputa intensa com jamersom e ganhou.  Fez um gol de atacante de área. Matheus Nascimento (sem nota) entrou no final.

Jeffinho (6) Uma boa jogada, mal concluída. Foi substituído por Luiz Henrique (7) que deu intensidade e objetividade ao setor esquerdo de ataque. Atrasou muito mal uma bola que poderia ter acabado em gol pro atlético

Luiz Castro (8,5) O Botafogo jogou mal na primeira etapa. Ele mexeu muito bem no segundo tempo e acertou em cheio, pegando o adversário com jogadores cansados, pela intensidade dada à marcação no primeiro tempo. Cuca demorou a mexer.

Resumindo: estamos na briga. Duas vitórias nos separam da Libertadores

SA,

Macau


Mestre, não sei aonde vcs acham idolatria a esse portugues?

depois de 10 meses, o time não tem nenhuma jogada ensaiada;

o time não da 2 passes certos;

o time tem um dos piores ataques do campeonato;

o time corre risco de tomar goleada todos os jogos devido a fragilidade do meio campo;

o cara não sabe fazer substituição - ontem acertou uma depois de 35 jogos.

ou vcs estão sendo pagos pelo jon tex, ou vcs estão vendo jogos de outro time. 


Fala, Lola!

Do que vc disse, vou ficar com essa frase: "(...) ontem acertou uma depois de 35 jogos"

Por isso, pra mim, o jogo foi ganho pelas substituições dele.

E, detalhe, ontem ele foi rápido, enquanto cuca demorou demais pra mexer.

Claro que tivemos sorte, mas não foi só isso.

Houve acerto e qualidade no segundo tempo.

Curta a vitória e a nossa participação em torneio internacional ano que vem.

S A

 



lolacampo

Desde 12/2007 • 15 anos de CANAL
nova venecia/ES

Garrincha


Em 08/11/2022 às 09:54
 

macau disse:
lolacampo disse:
macau disse:

Botafogo joga bem a segunda etapa e vence o atlético

 

1º TEMPO

O Botafogo não fez um bom primeiro tempo.

Longe disso.

A equipe abusou de errar passes e ficou refém fácil da marcação apertada do atlético.

O poder ofensivo do Botafogo se resumiu a uma jogada individual de Jeffinho.

Ele recebeu a bola um pouco além do meio de campo, driblou dois e da entrada da área chutou pro alto.

Mas ficou nisso, depois ele sumiu de campo tbm, assim como todos os jogadores de ataque.

A marcação do Botafogo também não esteve bem.

E a bola sofreu nos pés dos jogadores do Fogão, que erravam passe e demoravam pra decidir o que fazer após terem a posse dela.

Já o atlético sempre teve mais jogadores no meio, sem um atacante fixo, e dois pontas abertos.

Toda a bola que saia da defesa mineira era numa ligação direta pros pontas, que também contavam com o apoio dos laterais.

O atlético teve muito maior posse de bola e, especialmente no começo da partida, deu a ideia de que o gol sairia a qualquer momento.

Até saiu, mas havia impedimento que só foi registrado no detalhe.

Depois desse lance, o jogo ficou muito amarrado.

E a vantagem na posse de bola da equipe mineira não se traduziu em chances de gol.

O Botafogo ficou reativo o tempo todo.

Jr. Santos praticamente jogou como segundo lateral.

Somente Jeffinho tinha liberdade pra dar pouco combate na marcação.

O ponto negativo ficou por conta da lesão de Gatito, no começo da partida.

Ficou nisso.

Fim do primeiro tempo.

 2º TEMPO

Na segunda etapa, o Botafogo melhorou muito, especialmente após as mexidas de Luiz Castro.

Luiz Henrique, Victor Sá e Lucas Fernandes foram fundamentais pra dar a vitória ao Botafogo.

E jogando no contra-ataque que era oferecido pelo adversário, Luiz Henrique recebeu na esquerda, serviu a Tiquinho que cruzou rasteiro pra Victor Sá colocar no ângulo: Fogão 1x0.

Pouco depois, Lucas Fernandes dividiu a bola com o adversário e ganhou quase na linha de fundo.

Ele viu Tiquinho na área e cruzou na medida pro atacante alvinegro cabecear firme: Fogão 2x0.

Após a boa vantagem no placar, o Botafogo se arrumou bem e evitou as jogadas pelo alto.

Verdade seja dita que muitos jogadores do Botafogo fizeram falta próxima à área, num erro que deve ser evitado.

É verdade, também, que o Fogão contou com a sorte.

Numa jogada facão, o jogador do atlético entrou livre, tentou colocar no canto, mas a bola bateu na trave.

Ficou assim até o final.

Fim de jogo.

Melhor em campo: Luiz Castro

Gatito (sem nota) Estava bem quando se lesionou. Perri (7) entrou bem e teve boa atuação.

Adryelson, Cuesta (5, 5) Pelo alto a zaga esteve bem, mas como levou bolas nas costas...

Daniel Borges (6) Boa atuação.

Marçal (6,5) Bem também, mas muito pilhado quase foi expulso. Levou amarelo e desfalcará a equipe contra o santos.

Tchê Tchê (6) Começou mal, teve dificuldade em reter a bola e distribui-la devido à forte marcação do atlético.

Gabriel Pires (4) Um nível a menos que seus colegas de meio. Tbm teve muita dificuldade em sair pro jogo por causa da intensidade na marcação do adversário.

PK (4) Pouco acrescentou. Foi substituído por Lucas Fernandes (8) que deu força na marcação e na criação. Verdade que aproveitou-se do cansaço do adversário que correu muito.

Jr. Santos (5) Teve mais função tática na recomposição que na criação. Foi substituído por Victor Sá (7,5) que manteve a postura, sem abrir mão do ataque. E fez um belo gol.

Tiquinho (8,5) Atacante sem gols não existe. E hj ele travou uma disputa intensa com jamersom e ganhou.  Fez um gol de atacante de área. Matheus Nascimento (sem nota) entrou no final.

Jeffinho (6) Uma boa jogada, mal concluída. Foi substituído por Luiz Henrique (7) que deu intensidade e objetividade ao setor esquerdo de ataque. Atrasou muito mal uma bola que poderia ter acabado em gol pro atlético

Luiz Castro (8,5) O Botafogo jogou mal na primeira etapa. Ele mexeu muito bem no segundo tempo e acertou em cheio, pegando o adversário com jogadores cansados, pela intensidade dada à marcação no primeiro tempo. Cuca demorou a mexer.

Resumindo: estamos na briga. Duas vitórias nos separam da Libertadores

SA,

Macau


Mestre, não sei aonde vcs acham idolatria a esse portugues?

depois de 10 meses, o time não tem nenhuma jogada ensaiada;

o time não da 2 passes certos;

o time tem um dos piores ataques do campeonato;

o time corre risco de tomar goleada todos os jogos devido a fragilidade do meio campo;

o cara não sabe fazer substituição - ontem acertou uma depois de 35 jogos.

ou vcs estão sendo pagos pelo jon tex, ou vcs estão vendo jogos de outro time. 


Fala, Lola!

Do que vc disse, vou ficar com essa frase: "(...) ontem acertou uma depois de 35 jogos"

Por isso, pra mim, o jogo foi ganho pelas substituições dele.

E, detalhe, ontem ele foi rápido, enquanto cuca demorou demais pra mexer.

Claro que tivemos sorte, mas não foi só isso.

Houve acerto e qualidade no segundo tempo.

Curta a vitória e a nossa participação em torneio internacional ano que vem.

S A

 


curtirei sim.

Mas, ate qdo vamos entrar em campo esperando contar com a sorte.

Prq o que temos visto e muitos pontos sendo jogados no ralo em nome da falta de humildade em reconhecer a teimosia e a burrice da equipe tecnica. Isso tudo aliado aos refugos de alem mar vindos a peso de ouro.





ßOTAFOGO FR - O MAIS BONITO DO MUNDO!

macau

Desde o início • 12+ anos de CANAL
Brasilia/DF

Nilton Santos


Em 08/11/2022 às 10:07
 

lolacampo disse:
macau disse:
lolacampo disse:
macau disse:

Botafogo joga bem a segunda etapa e vence o atlético

 

1º TEMPO

O Botafogo não fez um bom primeiro tempo.

Longe disso.

A equipe abusou de errar passes e ficou refém fácil da marcação apertada do atlético.

O poder ofensivo do Botafogo se resumiu a uma jogada individual de Jeffinho.

Ele recebeu a bola um pouco além do meio de campo, driblou dois e da entrada da área chutou pro alto.

Mas ficou nisso, depois ele sumiu de campo tbm, assim como todos os jogadores de ataque.

A marcação do Botafogo também não esteve bem.

E a bola sofreu nos pés dos jogadores do Fogão, que erravam passe e demoravam pra decidir o que fazer após terem a posse dela.

Já o atlético sempre teve mais jogadores no meio, sem um atacante fixo, e dois pontas abertos.

Toda a bola que saia da defesa mineira era numa ligação direta pros pontas, que também contavam com o apoio dos laterais.

O atlético teve muito maior posse de bola e, especialmente no começo da partida, deu a ideia de que o gol sairia a qualquer momento.

Até saiu, mas havia impedimento que só foi registrado no detalhe.

Depois desse lance, o jogo ficou muito amarrado.

E a vantagem na posse de bola da equipe mineira não se traduziu em chances de gol.

O Botafogo ficou reativo o tempo todo.

Jr. Santos praticamente jogou como segundo lateral.

Somente Jeffinho tinha liberdade pra dar pouco combate na marcação.

O ponto negativo ficou por conta da lesão de Gatito, no começo da partida.

Ficou nisso.

Fim do primeiro tempo.

 2º TEMPO

Na segunda etapa, o Botafogo melhorou muito, especialmente após as mexidas de Luiz Castro.

Luiz Henrique, Victor Sá e Lucas Fernandes foram fundamentais pra dar a vitória ao Botafogo.

E jogando no contra-ataque que era oferecido pelo adversário, Luiz Henrique recebeu na esquerda, serviu a Tiquinho que cruzou rasteiro pra Victor Sá colocar no ângulo: Fogão 1x0.

Pouco depois, Lucas Fernandes dividiu a bola com o adversário e ganhou quase na linha de fundo.

Ele viu Tiquinho na área e cruzou na medida pro atacante alvinegro cabecear firme: Fogão 2x0.

Após a boa vantagem no placar, o Botafogo se arrumou bem e evitou as jogadas pelo alto.

Verdade seja dita que muitos jogadores do Botafogo fizeram falta próxima à área, num erro que deve ser evitado.

É verdade, também, que o Fogão contou com a sorte.

Numa jogada facão, o jogador do atlético entrou livre, tentou colocar no canto, mas a bola bateu na trave.

Ficou assim até o final.

Fim de jogo.

Melhor em campo: Luiz Castro

Gatito (sem nota) Estava bem quando se lesionou. Perri (7) entrou bem e teve boa atuação.

Adryelson, Cuesta (5, 5) Pelo alto a zaga esteve bem, mas como levou bolas nas costas...

Daniel Borges (6) Boa atuação.

Marçal (6,5) Bem também, mas muito pilhado quase foi expulso. Levou amarelo e desfalcará a equipe contra o santos.

Tchê Tchê (6) Começou mal, teve dificuldade em reter a bola e distribui-la devido à forte marcação do atlético.

Gabriel Pires (4) Um nível a menos que seus colegas de meio. Tbm teve muita dificuldade em sair pro jogo por causa da intensidade na marcação do adversário.

PK (4) Pouco acrescentou. Foi substituído por Lucas Fernandes (8) que deu força na marcação e na criação. Verdade que aproveitou-se do cansaço do adversário que correu muito.

Jr. Santos (5) Teve mais função tática na recomposição que na criação. Foi substituído por Victor Sá (7,5) que manteve a postura, sem abrir mão do ataque. E fez um belo gol.

Tiquinho (8,5) Atacante sem gols não existe. E hj ele travou uma disputa intensa com jamersom e ganhou.  Fez um gol de atacante de área. Matheus Nascimento (sem nota) entrou no final.

Jeffinho (6) Uma boa jogada, mal concluída. Foi substituído por Luiz Henrique (7) que deu intensidade e objetividade ao setor esquerdo de ataque. Atrasou muito mal uma bola que poderia ter acabado em gol pro atlético

Luiz Castro (8,5) O Botafogo jogou mal na primeira etapa. Ele mexeu muito bem no segundo tempo e acertou em cheio, pegando o adversário com jogadores cansados, pela intensidade dada à marcação no primeiro tempo. Cuca demorou a mexer.

Resumindo: estamos na briga. Duas vitórias nos separam da Libertadores

SA,

Macau


Mestre, não sei aonde vcs acham idolatria a esse portugues?

depois de 10 meses, o time não tem nenhuma jogada ensaiada;

o time não da 2 passes certos;

o time tem um dos piores ataques do campeonato;

o time corre risco de tomar goleada todos os jogos devido a fragilidade do meio campo;

o cara não sabe fazer substituição - ontem acertou uma depois de 35 jogos.

ou vcs estão sendo pagos pelo jon tex, ou vcs estão vendo jogos de outro time. 


Fala, Lola!

Do que vc disse, vou ficar com essa frase: "(...) ontem acertou uma depois de 35 jogos"

Por isso, pra mim, o jogo foi ganho pelas substituições dele.

E, detalhe, ontem ele foi rápido, enquanto cuca demorou demais pra mexer.

Claro que tivemos sorte, mas não foi só isso.

Houve acerto e qualidade no segundo tempo.

Curta a vitória e a nossa participação em torneio internacional ano que vem.

S A

 


curtirei sim.

Mas, ate qdo vamos entrar em campo esperando contar com a sorte.

Prq o que temos visto e muitos pontos sendo jogados no ralo em nome da falta de humildade em reconhecer a teimosia e a burrice da equipe tecnica. Isso tudo aliado aos refugos de alem mar vindos a peso de ouro.


Vc está exagerando.

Em diversas partidas falhamos na decisão da última jogada e na conclusão.

Aliás, como  alguns jogadores chutam mal!!!

Jeffinho é quem se destaca nesse item. 

Só pra te lembrar, contra o cuiabá chegamos a ter seis jogadores contra 3 e não fizemos o gol, além de outras chances desperdiçadas.

Escolhas mal feitas, finalizações erradas etc. 

Ontem, o ataque acertou. 

 



macau

Desde o início • 12+ anos de CANAL
Brasilia/DF

Nilton Santos


Em 08/11/2022 às 10:15
 

Tuxo disse:
Cara, eu acho q vcs estao com ma vontade com o Castro agora, na boa. 

o time tem um padrao tatico claro dentro de campo, e tem suas variações. 

Jogamos ja com 3 zagueiros, com 4 atacantes e ontem foi um 433

Existe a variação e flutuação nos homens da frente. Tem troca de posição entre os jogadores do meio. Pires jogou ontem de meia atacante, dps de volante. 

O time evoluiu taticamente sim, sem duvida nenhuma. 
 
Concordo, Tuxo.
Está todo mundo só olhando os erros do treinador, sem levar em conta os avanços.
Mas ainda acho que temos pouca pegada - sobra no atlético, sempre tinham 3 contra 1 quando alguém pegava a bola.
Temos dificuldade na saída de bola.
E oferecemos muito as laterais de campo. 
Essa pouca pegada permite ao adversário superar nossa linha de marcação, embora ontem o atlético tenha mostrado pouco acerto no chute a gol 


macau

Desde o início • 12+ anos de CANAL
Brasilia/DF

Nilton Santos


Em 08/11/2022 às 10:25
 

Agora, um personagem muito importante da vitória de ontem não mereceu o devido destaque.
 
Lucas Perri nos fez esquecer de Gatito.
  
Ele defendeu um chute cara a cara.
 
Soube sair bem nos cruzamentos na área.
 
Não cometeu erros com a bola nos pés, mesmo usando a cega, a esquerda.
 
E ainda mostrou que sabe jogar vôlei, ao usar uma manchete perfeita pra dar um passe pra LH.
 
Polivalente, heim? 
 
 

 


macau

Desde o início • 12+ anos de CANAL
Brasilia/DF

Nilton Santos


Em 08/11/2022 às 11:05
 

lolacampo disse:
macau disse:
lolacampo disse:
macau disse:

Botafogo joga bem a segunda etapa e vence o atlético

 

1º TEMPO

O Botafogo não fez um bom primeiro tempo.

Longe disso.

A equipe abusou de errar passes e ficou refém fácil da marcação apertada do atlético.

O poder ofensivo do Botafogo se resumiu a uma jogada individual de Jeffinho.

Ele recebeu a bola um pouco além do meio de campo, driblou dois e da entrada da área chutou pro alto.

Mas ficou nisso, depois ele sumiu de campo tbm, assim como todos os jogadores de ataque.

A marcação do Botafogo também não esteve bem.

E a bola sofreu nos pés dos jogadores do Fogão, que erravam passe e demoravam pra decidir o que fazer após terem a posse dela.

Já o atlético sempre teve mais jogadores no meio, sem um atacante fixo, e dois pontas abertos.

Toda a bola que saia da defesa mineira era numa ligação direta pros pontas, que também contavam com o apoio dos laterais.

O atlético teve muito maior posse de bola e, especialmente no começo da partida, deu a ideia de que o gol sairia a qualquer momento.

Até saiu, mas havia impedimento que só foi registrado no detalhe.

Depois desse lance, o jogo ficou muito amarrado.

E a vantagem na posse de bola da equipe mineira não se traduziu em chances de gol.

O Botafogo ficou reativo o tempo todo.

Jr. Santos praticamente jogou como segundo lateral.

Somente Jeffinho tinha liberdade pra dar pouco combate na marcação.

O ponto negativo ficou por conta da lesão de Gatito, no começo da partida.

Ficou nisso.

Fim do primeiro tempo.

 2º TEMPO

Na segunda etapa, o Botafogo melhorou muito, especialmente após as mexidas de Luiz Castro.

Luiz Henrique, Victor Sá e Lucas Fernandes foram fundamentais pra dar a vitória ao Botafogo.

E jogando no contra-ataque que era oferecido pelo adversário, Luiz Henrique recebeu na esquerda, serviu a Tiquinho que cruzou rasteiro pra Victor Sá colocar no ângulo: Fogão 1x0.

Pouco depois, Lucas Fernandes dividiu a bola com o adversário e ganhou quase na linha de fundo.

Ele viu Tiquinho na área e cruzou na medida pro atacante alvinegro cabecear firme: Fogão 2x0.

Após a boa vantagem no placar, o Botafogo se arrumou bem e evitou as jogadas pelo alto.

Verdade seja dita que muitos jogadores do Botafogo fizeram falta próxima à área, num erro que deve ser evitado.

É verdade, também, que o Fogão contou com a sorte.

Numa jogada facão, o jogador do atlético entrou livre, tentou colocar no canto, mas a bola bateu na trave.

Ficou assim até o final.

Fim de jogo.

Melhor em campo: Luiz Castro

Gatito (sem nota) Estava bem quando se lesionou. Perri (7) entrou bem e teve boa atuação.

Adryelson, Cuesta (5, 5) Pelo alto a zaga esteve bem, mas como levou bolas nas costas...

Daniel Borges (6) Boa atuação.

Marçal (6,5) Bem também, mas muito pilhado quase foi expulso. Levou amarelo e desfalcará a equipe contra o santos.

Tchê Tchê (6) Começou mal, teve dificuldade em reter a bola e distribui-la devido à forte marcação do atlético.

Gabriel Pires (4) Um nível a menos que seus colegas de meio. Tbm teve muita dificuldade em sair pro jogo por causa da intensidade na marcação do adversário.

PK (4) Pouco acrescentou. Foi substituído por Lucas Fernandes (8) que deu força na marcação e na criação. Verdade que aproveitou-se do cansaço do adversário que correu muito.

Jr. Santos (5) Teve mais função tática na recomposição que na criação. Foi substituído por Victor Sá (7,5) que manteve a postura, sem abrir mão do ataque. E fez um belo gol.

Tiquinho (8,5) Atacante sem gols não existe. E hj ele travou uma disputa intensa com jamersom e ganhou.  Fez um gol de atacante de área. Matheus Nascimento (sem nota) entrou no final.

Jeffinho (6) Uma boa jogada, mal concluída. Foi substituído por Luiz Henrique (7) que deu intensidade e objetividade ao setor esquerdo de ataque. Atrasou muito mal uma bola que poderia ter acabado em gol pro atlético

Luiz Castro (8,5) O Botafogo jogou mal na primeira etapa. Ele mexeu muito bem no segundo tempo e acertou em cheio, pegando o adversário com jogadores cansados, pela intensidade dada à marcação no primeiro tempo. Cuca demorou a mexer.

Resumindo: estamos na briga. Duas vitórias nos separam da Libertadores

SA,

Macau


Mestre, não sei aonde vcs acham idolatria a esse portugues?

depois de 10 meses, o time não tem nenhuma jogada ensaiada;

o time não da 2 passes certos;

o time tem um dos piores ataques do campeonato;

o time corre risco de tomar goleada todos os jogos devido a fragilidade do meio campo;

o cara não sabe fazer substituição - ontem acertou uma depois de 35 jogos.

ou vcs estão sendo pagos pelo jon tex, ou vcs estão vendo jogos de outro time. 


Fala, Lola!

Do que vc disse, vou ficar com essa frase: "(...) ontem acertou uma depois de 35 jogos"

Por isso, pra mim, o jogo foi ganho pelas substituições dele.

E, detalhe, ontem ele foi rápido, enquanto cuca demorou demais pra mexer.

Claro que tivemos sorte, mas não foi só isso.

Houve acerto e qualidade no segundo tempo.

Curta a vitória e a nossa participação em torneio internacional ano que vem.

S A

 


curtirei sim.

Mas, ate qdo vamos entrar em campo esperando contar com a sorte.

Prq o que temos visto e muitos pontos sendo jogados no ralo em nome da falta de humildade em reconhecer a teimosia e a burrice da equipe tecnica. Isso tudo aliado aos refugos de alem mar vindos a peso de ouro.


Vc acha que as contratações vindas de Portugal são refugos.

O que o "refugo" do Lucas Fernandes jogou ontem foi uma barbaridade.

Ele deu dinamismo e verticalidade ao jogo ofensivo do Botafogo.

Reveja, por exemplo, o lance do segundo gol em que ele serve LH e já corre pro espaço vazio.

Depois, ganha no corpo do adversário e faz um cruzamento na medida.

Lucas Fernandes não é refugo.

Muito longe disso. 

 



macau

Desde o início • 12+ anos de CANAL
Brasilia/DF

Nilton Santos


Em 08/11/2022 às 23:32
 

Estão deixando a gente sonhar...

 
Páginas:

Fórum CANALBOTAFOGO - O Seu portal do Botafogo de Futebol e Regatas