Fórum CANALBOTAFOGO
Tópico de discussão

 
Páginas:
Flavi0_M4rques
  Virada do Botafogo no Beira-Rio não valeu taça, mas entra para a história

Desde 05/2012 • 10 anos de CANAL
Macaé/RJ

Garrincha


Em 20/06/2022 às 00:44

ge.globo — Porto Alegre

19/06/2022 23h05 Atualizado há 27 minutos


Recém havia começado o jogo na gelada noite porto-alegrense e John Textor estava no Twitter dizendo-se envergonhado e afirmando que "precisamos limpar o futebol brasileiro". De fato, o futebol brasileiro tem muitos fantasmas escondidos no armário, e isso desde muito antes de John Textor começar a se importar com o futebol brasileiro. Mas isso, hoje, não vem ao caso. A mensagem fazia referência à bizarra decisão de Sávio Pereira Sampaio, marcando um pênalti que até a maioria dos próprios colorados julgou inexistente e, ainda por cima, levantando o cartão vermelho para o zagueiro Philipe Sampaio. Com poucos minutos de jogo, o Botafogo via sua estratégia dilacerada, já antecipava que viveria momentos de pânico e, ao mesmo tempo, começava a construir uma das mais avassaladoras vitórias de seus anos recentes. Daquelas que serão contadas entre gerações como jogos que podem até haver perdido importância ao longo dos tempos, mas não podem ser esquecidos.

Quando o Internacional abriu dois gols de vantagem, com um jogador a mais em campo e jogando de forma convincente, a partida se anunciava como uma simples formalidade, quase um medonho ritual burocrático. Mas os alvinegros, mesmo sem seu técnico à beira do campo, pois a essa altura Luís Castro já mastigava marimbondos nas profundezas do vestiário, negaram-se de forma veemente a passar o restante da noite comportando-se apenas como se precisassem reconhecer firma no cartório às margens do Guaíba. Especialmente após o gol de desconto, com Vinicius Lopes, decidiram arremeter contra todas as probabilidades -- há toda uma vida de aventuras fora da repartição. (E dentro dela também, diriam alguns.)

Quem entende o jogo (e, portanto, está mais próximo da vitória) não é aquele time que passa a maior parte do tempo com a bola, ou mesmo aquele que cria o maior número de chances de gol, mas sim a equipe que melhor se adapta às circunstâncias da partida. Mesmo que essas circunstâncias sejam dramáticas como as que o Botafogo viveu naqueles primeiros toques na bola no Beira-Rio. A partir daquele momento, a esquadra alvinegra executou o jogo que lhe era possível (e o fez bem), encaixotando-se em frente à área mas sem abdicar de uma esticada de olho para a possibilidade de vitória -- uma brecha de felicidade, um raio da manhã entre sarrafos mal pregados. Uma basculante aberta com picareta no concreto do Beira-Rio, que fosse.

Se Mano Menezes colocava cinco homens quase em linha no ataque, o Botafogo imediatamente se ajustava. E, mesmo com um a mais durante todo o jogo, em nenhum momento o Internacional conseguiu ter segurança defensiva -- havia sempre uma pedra no meio do caminho ou um botafoguense aberto pela ponta. Ou uma bola alçada, como a que resultou no gol de empate, com Erison. Ainda tínhamos uma metade de segundo tempo pela frente, mas o Botafogo retorcia as probabilidades e vestia-se com a roupa dos heróis urbanos que resistem aos protocolos -- aqueles que fogem do cartório e param na esquina pra apostar o dinheiro de alguma segunda via qualquer de documento na coluna três da Loteca.

Depois do jogo, alguém que provavelmente acompanha o futebol brasileiro há mais tempo que John Textor escreveu a seguinte mensagem, e permitam-me repetir porque é impossível de ignorar, afinal de contas são muitas verdades em poucas palavras: "Tem coisas que só acontecem com o Botafogo" juntou com "Tem coisas que só acontecem com o Inter" e saiu esse jogo". Porque a virada botafoguense obviamente veio. E não é apenas uma dose a mais de reforço da ColoradoVac, mas sim conhecimento de causa, afirmar que a maioria dos colorados já sabia que a virada aconteceria, e alguns inclusive suspeitavam que poderia suceder exatamente como sucedeu: após o êxtase interditado, tão comum no futebol que hoje se vive, após o orgasmo interrompido por chamada de interfone, após a felicidade penhorada por cinco centímetros.

Aconteceu, enfim, depois da anulação da cabeçada catedrática do zagueiro Mercado, que a festejou como se fosse a última. Quando já no derradeiro lance do jogo, momento em que esse Botafogo bastante rebelde, que passou a noite se recusando a desempenhar o papel que lhe ofereceram logo após o primeiro trilar de apito, executou seu último coice apoteótico: aos cinquenta e cinco minutos do segundo tempo, desabou num contragolpe cheio de som e fúria finalizado por Hugo, como se soubesse, desde os primeiros minutos, que a noite estava propícia para escrever talvez um parágrafo a mais na própria história. 



"A insatisfação é a principal motivadora do progresso." (Thomas Edison)

"Olhe firme para a frente, com toda a confiança; não abaixe a cabeça, envergonhado. Pense bem no que você vai fazer, e todos os seus planos darão certo. Evite o mal e caminhe sempre em frente; não se desvie nem um só passo do caminho certo." (Provérbios 4:25-27 - NTLH)

Flavi0_M4rques

Desde 05/2012 • 10 anos de CANAL
Macaé/RJ

Garrincha


Em 20/06/2022 às 00:48
 

Pitadas de Machado de Assis, Arnaldo Nogueira e com trechos de Chico Buarque.

Ri várias vezes e no final deu aquela vontade de chorar de emoção.

Esse é o Botafogo por quem escolhi torcer.

PS: Q texto FODA, puta que pariu! Uma das melhores crônicas esportivas a li nos últimos anos. Taí o link: https://ge.globo.com/blogs/meia-encarnada/post/2022/06/19/virada-do-botafogo-no-beira-rio-nao-valeu-taca-mas-sera-sempre-lembrada.ghtml





"A insatisfação é a principal motivadora do progresso." (Thomas Edison)

"Olhe firme para a frente, com toda a confiança; não abaixe a cabeça, envergonhado. Pense bem no que você vai fazer, e todos os seus planos darão certo. Evite o mal e caminhe sempre em frente; não se desvie nem um só passo do caminho certo." (Provérbios 4:25-27 - NTLH)

fidel_garrincha

Desde 08/2012 • 9 anos de CANAL
Rio de Janeiro/RJ

Garrincha


Em 20/06/2022 às 01:13
 

Bom demais !!!

 

 

FOGOOOOO 



Flavi0_M4rques

Desde 05/2012 • 10 anos de CANAL
Macaé/RJ

Garrincha


Em 20/06/2022 às 01:59
 

Flavi0_M4rques disse:

Pitadas de Machado de Assis, Arnaldo Armando Nogueira e com trechos de Chico Buarque.

 







"A insatisfação é a principal motivadora do progresso." (Thomas Edison)

"Olhe firme para a frente, com toda a confiança; não abaixe a cabeça, envergonhado. Pense bem no que você vai fazer, e todos os seus planos darão certo. Evite o mal e caminhe sempre em frente; não se desvie nem um só passo do caminho certo." (Provérbios 4:25-27 - NTLH)

Melhor da pavuna

Desde 12/2018 • 3 anos de CANAL
RIo de Janeiro/RJ

Garrincha


Em 20/06/2022 às 05:22
 

Essa partida tem que ser eternizada... O dia que o Botafogo venceu o Inter com -1 no Beira Rio contra a arbitragem.



Botafogo (@OGloriosoBFR) / Twitter   

Vini-S

Desde 02/2016 • 6 anos de CANAL
Porto Alegre/RS

Garrincha


Em 20/06/2022 às 07:43
 

E o Ceconello é colorado. 

 

Um dos melhores textos de futebol do país.  Postei um dele quando subimos tbm.  





 

Segue o jogo

 
Páginas:

Fórum CANALBOTAFOGO - O Seu portal do Botafogo de Futebol e Regatas