Fórum CANALBOTAFOGO
Tópico de discussão

 
Páginas:
lscunha
  você parte e não o todo

Desde 12/2007 • 12 anos de CANAL
Blumenau/SC

Garrincha


Em 20/04/2020 às 08:52

5.3- VOCÊ É PARTE E NÃO O TODO

Mesmo Pelé e também o Garrincha, sempre se posicionaram como membros de suas equipes e se comportavam de forma preferencial, dentro das condutas em campo que lhes eram estabelecidas e a diferença é que por serem criativos e diferenciados em habilidade, possuíam recursos extraordinários, que lhes serviam como ferramentas para solucionarem as situações ocasionais de elevado grau de dificuldade, que não estão no script rotineiro de uma partida, mas que não são incomuns de ocorrerem durante a mesma, onde uma mudança de tempo depois do jogo iniciado, como uma chuva intensam que modifica o estado do gramado, uma expulsão a favor ou contra, uma bola resvalada em alguém com súbita mudança de trajetória e até mesmo o efeito que ela adquira no seu contato com o gramado, criam situações imprevisíveis, as quais impõem improvisos para tirar proveito ou solucionar as mesmas e só os bem virtuosos nas técnicas de fundamentos são capazes disso e por isso são diferenciados.

No entanto, cada jogador deve entrar em campo com uma missão previamente estabelecida, a qual deva ser adequada as suas características pessoais e as necessidades da equipe para aquele confronto.

Não se pode exigir dos zagueiros, normalmente mais altos, porém menos velozes, um combate direto com atacantes rápidos e para isso, alguns cuidados devem ser tomados para não os deixar expostos ao que chamamos de “mano a mano”.

Assim, eles necessitam de coberturas em suas retaguardas e proteções à sua frente.

Cuidados com ajuda de outros companheiros, também devem ser estabelecidas ao goleiro e aos dois laterais, de forma que ocorrer de serem superados, novo obstáculo a progressão do adversário exista

O meio de campo e os jogos mostram que normalmente quem melhor atua no mesmo leva sua equipe a vitória, também deve ser ajudado, com a volta dos atacantes para comporem a primeira barreira defensiva e orientado pelos zagueiros que estão a sua retaguarda sobre a forma de ação a serem por eles praticados em cada situação de jogo.

Um time tem que conversar em campo e pelo menos três jogadores como um zagueiro, um meio campista e um atacante, pela experiência ou qualidade técnica, devem ser esses orientadores, além do goleiro, que pela posição deve possuir uma boa leitura de previsão dos lances e prevenir seus companheiros sobre os riscos que se avizinham.

Você pode ser o herói da partida, pelas defesas que fez, pelos bloqueios e desarmes que realizou, pelos lançamentos milimétricos que efetuou ou pelos gols que marcou, mas nada disso seria possível, se não contasse com a ajuda e empenho dos outros dez companheiros.

Futebol não é um esporte para vaidosos, mas para gente humilde e determinada.

O que se leva para campo não é o enfoque pessoal de ser manchete dos jornais, mas a consciência de ser uma peça, igualmente importante como as demais, na tarefa de alcançar o objetivo, que se traduz por uma vitória.

 



LUIZ SERGIO CUNHA

 
Páginas:
Página principal

Fórum CANALBOTAFOGO - O Seu portal do Botafogo de Futebol e Regatas